Quarta, 06 de março de 2013, 00h00

BONAVITA

Construtora não pode cobrar multa

Welington Sabino  / Redação do GD


Uma decisão judicial em caráter liminar abre precedentes favoráveis a todos os clientes que compraram apartamentos no Residencial Bonavita, obra que já foi alvo de pelo menos 5 paralisações determinadas pela Justiça, e de alguma forma enfrentam algum problema relativo a cobrança de multas e moras nas parcelas atrasadas. A cliente Amanda Maldonado de Barros moveu uma ação com pedido de reparação de dano material e moral e obrigação de fazer com pedido de tutela antecipada contra Brookfield MB Empreendimentos Imobiliários, responsável pela obra, e conseguiu liminar que obriga a empresa a emitir novos carnês sem cobrança de juros e moras por causa de atrasos no pagamento, mas com inclusão da correção monetária (INCC)...

Leia mais na edição impressa de A Gazeta, disponível neste Portal.



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quarta, 07 de dezembro de 2016

17:23 - Trabalhadores imigrantes crescem 131% no Brasil de 2010 a 2015

15:00 - Preço de café premiado brasileiro tem novo recorde em leilão

08:47 - Pensão poderá ter valor abaixo do mínimo

08:36 - Instabilidade política afeta economia, diz Meirelles

08:33 - Hospitais cortam custos para manter rentabilidade

Terça, 06 de dezembro de 2016

15:33 - Com 13º, poupança tem 1º saldo positivo do ano

14:43 - Dieese aponta queda de preço da cesta básica em 25 capitais

14:41 - Produção de veículos cresce 21,8% em novembro

14:20 - Brasileiro terá de trabalhar 49 anos para se aposentar

08:53 - Para sindicatos, reforma da Previdência é 'exagerada'


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 07/12/2016
 

WhatsApp


Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Quarta, 07/12/2016
A807d4ab2c576c20be8ba8111dc856a3 anteriores




Rádios ao vivo
  • cbn
  • cbn
Indicadores Financeiros
Dólar Comercial 3,4069 -0,62%
Ouro - BM&F (à vista) 128,69 -0,17%
+ veja mais
Mercado Agropecuário
Boi Gordo @ 133,00
Soja - saca 60 kg 71,00
+ veja mais
Mais Lidas Enquete

Você concorda com a decisão do STF de considerar que o aborto não é crime no 1º trimestre de gravidez?



Logo_classifacil