Quarta, 18 de dezembro de 2013, 13h42

definido

Novo salário mínimo será de R$ 724

Redação do GD


Divulgação

Aprovado na madrugada desta quarta-feira (18), o Orçamento de 2014 trouxe a definição do valor do novo salário mínimo, que aguarda sanção presidencial e deverá começar a ser pago a partir de 1º de janeiro. A quantia está prevista em R$ 724 e equivale a um aumento de 6,6% sobre os R$ 678 vigentes.

“O novo valor incorpora a regra de valorização do salário mínimo, que tem sido uma política importante de alavancagem da renda das famílias no Brasil e tem nos levados a patamares de qualidade de vida muito superiores”, disse Miriam Belchior, ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, em agosto, quando anunciou que o mínimo seria de R$ 722,90.

O acordo faz parte da Lei Orçamentária Anual (LOA), aprovada pelo Congresso Nacional em sessão extraordinária. O valor total do Orçamento, que significa o que o governo pode gastar no ano que vem, é de R$ 2,48 trilhões.
 

Acompanhe o GD também pelo Twitter: @portalgazeta



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sexta, 19 de dezembro de 2014

17:00 - Brasil tem 1,2 milhão de desempregados

17:00 - Pesquisa aponta que 64% dos consumidores querem pagar à vista

16:53 - Dólar fecha a semana valendo R$ 2,65

13:00 - Peso dos tributos no bolso dos brasileiros chegou a 35,95% do PIB em 2013

12:00 - BC prevê déficit em conta corrente maior em 2014, de US$ 86,2 bilhões

10:54 - Passagens aéreas contribuem para alta

10:47 - Criação de novas empresas cai 9,2%

10:21 - Comper começa a contratar funcionários

Quinta, 18 de dezembro de 2014

19:25 - Mudança em política operacional do BNDES incluirá revisão de taxas, diz Coutinho

19:24 - Relatórios de Controle Interno de instituições financeiras passam a ser anuais


 ver todas as notícias
Sexta, 19/12/2014
 

ao vivo
Carregando o player...

Fogo Cruzado
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • rss
Rádios ao Vivo
  • cbn
  • cbn
Destaques TV Record
ao vivo
Enquete

O serviço oferecido pelas empresas de transporte coletivo de Cuiabá justiça aumento no preço das passagens?


Logo_classifacil