Sexta, 17 de fevereiro de 2017, 14h20

ECONOMIA

Projeto de Temer quer eliminar multa extra em demissão


R7

O presidente Michel Temer encaminhou ao Congresso Nacional projeto de lei que "altera a Lei Complementar nº 110, de 29 de junho de 2001, para eliminar gradualmente a multa adicional da contribuição social devida pelos empregadores em caso de despedida de empregado sem justa causa".

A mensagem de envio da matéria está publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (17).

Conforme o governo divulgou em dezembro, a intenção é promover uma redução gradativa da multa de 10% do FGTS que as empresas são obrigadas a pagar em casos de demissão sem justa causa. Isso para que não haja impactos no fundo.

A proposta divulgada em dezembro previa corte de um ponto porcentual por ano, durante dez anos. Com isso, segundo o governo, a medida ajuda a diminuir os custos indiretos dos empresários, o que terá efeito positivo sobre o caixa das empresas.

Vale lembrar que a medida vale apenas para o percentual que a empresa paga para engordar o FGTS. A conta do trabalhador contratado com carteira assinada não é impactada. Portanto, em caso de demissão sem justa causa, a empresa é obrigada a pagar 40% de multa sobre o saldo para fins rescisórios do FGTS para o empregado dispensado. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 24 de fevereiro de 2017

10:49 - Padilha fará cirurgia durante o carnaval

10:45 - Temer confirma Osmar Serraglio como novo ministro da Justiça

10:12 - Nunca operei dinheiro de campanha para o PMDB, diz José Yunes

10:10 - Temer perde mais um ministro do primeiro escalão

10:08 - Eliseu Padilha tira licença do governo por motivos de saúde

Quarta, 22 de fevereiro de 2017

11:34 - Temer negocia compensação ao PMDB

Terça, 21 de fevereiro de 2017

11:21 - Temer faz sigilo de nome para a Justiça

Segunda, 20 de fevereiro de 2017

11:18 - Próximo passo do governo será em direção à simplificação tributária, diz Temer

Quinta, 16 de fevereiro de 2017

12:06 - Temer participa de cerimônia para sancionar Lei do ensino médio

12:03 - Temer estuda dar status de ministério à Segurança


// leia também

Sexta, 24 de fevereiro de 2017

10:41 - Famílias de Brasília e São Paulo têm maior renda

10:37 - Setor público registra superávit primário recorde em janeiro

10:34 - Rombo na Previdência chegou a R$ 316,5 bi em 2016

10:27 - Reforma vai reduzir número de mulheres que se aposentam

10:18 - Desemprego atinge 12,9 milhões no país em três meses

08:36 - Confiança da indústria recua 1,2 ponto em fevereiro

Quinta, 23 de fevereiro de 2017

15:16 - Brasileiros que vivem no exterior também podem sacar FGTS de contas inativas

14:52 - Negros e pardos têm rendimento bem inferior ao da população branca, diz IBGE

12:27 - Receita Federal libera programa da declaração de Imposto de Renda

12:23 - Taxa de juros do rotativo do cartão de crédito bate novo recorde


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 24/02/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sexta, 24/02/2017
A62e5578094d90cd223922c882d8cb18 anteriores




Rádios ao vivo
  • cbn
  • cbn
Indicadores Financeiros
Dólar Comercial 3,0656 -0,12%
Ouro - BM&F (à vista) 122,40 +0,66%
+ veja mais
Mercado Agropecuário
Boi Gordo @ 126,00
Soja - saca 60 kg 64,50
+ veja mais
Mais Lidas Enquete

Reforma trabalhista prevê que patrões e empregados poderão negociar a jornada de trabalho, desde que não exceda 220h/mês. Qual sua opinião?



Logo_classifacil