Credores aprovam venda de usinas para a Raízen | Gazeta Digital

Sábado, 17 de junho de 2017, 10h15

Credores aprovam venda de usinas para a Raízen


Estadao

A Raízen Energia, joint venture entre os grupos Cosan e Shell, venceu na sexta-feira, 16, o leilão judicial e vai ficar com duas usinas de açúcar e álcool que pertencem ao grupo Tonon Bioenergia. A companhia fez uma oferta de R$ 823 milhões pelas duas unidades que ficam no interior de São Paulo.

Em recuperação judicial desde 2015, a Tonon colocou à venda duas de suas três unidades. Apenas dois grupos fizeram oferta pelos ativos da companhia. Além da Raízen, também participou do leilão o grupo Suem, de São Paulo. A Tonon pretende manter sua terceira usina, no Estado vizinho de Mato Grosso do Sul.

As duas unidades adquiridas pela Raízen são consideradas estratégicas para a companhia, uma vez que complementam os negócios do grupo nas regiões de Araraquara e Jaú, segundo fontes ligadas à empresa.

Em nota, a Cosan informou que ‘a aquisição do grupo Tonon é um importante passo para a companhia, em linha com sua estratégia no mercado sucroenergético. Trata-se de um grupo bastante respeitável e tradicional do setor, com duas unidades estrategicamente localizadas próximas às suas áreas de atuação, que permitirá acesso a mais de 60 mil hectares de áreas cultiváveis e com expectativa de moer 4,9 milhões de toneladas de cana por ano.‘ A conclusão do negócio, contudo, depende de trâmites relativos à recuperação judicial em curso.

Líder

Maior produtora de açúcar do mundo, a Raízen tem 24 usinas de açúcar e etanol no Brasil. Com capacidade para moer 68 milhões de toneladas por safra, a compra das duas usinas da Tonon elevará a produção da companhia para 73 milhões de toneladas/ano.

Após um forte boom de investimentos entre 2003 e 2010, o setor entrou em crise. Atualmente, há cerca de 70 usinas paradas, boa parte delas em recuperação judicial. O País chegou a ter 450 unidades produtoras em operação durante o auge do consumo de etanol no Brasil. O setor atribui a crise das usinas ao congelamento dos preços da gasolina. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

09:05 - Telefone fixo está presente em apenas um terço dos lares no Brasil

08:59 - Venda de imóveis cresce 46% em SP e surpreende setor

Terça, 20 de fevereiro de 2018

18:14 - Coca-Cola de Várzea Grande recebe prêmio qualidade e prefeitura comemora

16:07 - Começam apostas para a dupla de Páscoa; sorteio será no dia 31 de março

14:55 - Índices apontam retomada do crescimento econômico, diz FGV

14:39 - Petrobras reajusta hoje preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias

14:31 - Maggi anuncia que Brasil receberá selo de país livre da febre aftosa

11:04 - Ultra corre para aprovar compra da Liquigás e evitar multa de R$ 280 mi

10:16 - Preço médio da gasolina no dia 21 será de R$ 1,5432 na refinaria, diz Petrobras

08:54 - Em 15 anos, governo federal retém R$ 31 bilhões em gastos para saúde


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 21/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 21/02/2018
8f70e213f4be8d228fc2aa2916150244 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Preço da gasolina em MT custa o triplo do preço da refinaria




Logo_classifacil









Loja Virtual