País abre 35,9 mil vagas de trabalho; quarto mês com saldo positivo | Gazeta Digital

Quarta, 09 de agosto de 2017, 21h30

País abre 35,9 mil vagas de trabalho; quarto mês com saldo positivo


Agência Brasil

O mercado de trabalho brasileiro abriu 35,9 mil vagas formais em julho. É o quarto mês consecutivo com saldo positivo e o quinto mês do ano. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgadas nesta quarta-feira (9).

O saldo de julho resulta da diferença entre 1.167.770 admissões e 1.131.870 demissões. De janeiro a julho, há saldo positivo acumulado de 103.258 novas vagas.

O saldo positivo mensal foi impulsionado pelo setor da indústria da transformação, que criou 12.594 vagas. O comércio abriu 10.156 vagas e o setor de serviços, 7.714. A agropecuária vem logo atrás, com a criação de 7.055 vagas. Por fim, a construção civil teve criação de 724 vagas. Segundo o Ministério do Trabalho, é a primeira vez em 33 meses que a construção civil teve desempenho positivo na criação de empregos.

“São empregos que não decorrem de uma sazonalidade e têm muito a ver com o poder de compra do consumidor”, comentou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. Segundo ele, a liberação para saque do saldo das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) contribuiu com o resultado positivo.

"Foram liberados para o trabalhador R$ 44 bilhões das contas inativas do Fundo de Garantia [do Tempo de Serviço]. O trabalhador teve o direito de usufruir desse dinheiro da forma mais conveniente. Ou pagar contas, ou utilizar desse dinheiro para fazer investimentos. E isso influenciou no crescimento [do emprego] da indústria da transformação", disse o ministro. Ele prevê, ainda, resultados melhores nos próximos meses.

"O Brasil não vai ter mais números negativos em emprego. No mês que vem teremos números bem melhores", disse Ronaldo Nogueira. Segundo ele, contribuirão para o emprego os investimentos já programados da General Motors [montadora de veículos] no Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná. Ele reafirmou que as mudanças trazidas pela reforma trabalhista têm potencial para criação de 2 milhões de empregos nos próximos dois anos.

Pelo Twitter, o presidente Michel Temer comemorou o resultado do Caged. "Quarto mês seguido com criação de empregos formais. As 35 mil carteiras assinadas em julho mostram que já estamos vencendo o fantasma do desemprego", disse Temer.

Por outro lado, fecharam vagas no mês de julho os setores de serviços industriais de utilidade pública (-1.125), administração pública (-994) e a área extrativa mineral (-224).

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 21 de maio de 2018

14:00 - Sine oferece mais de 680 oportunidades em Mato Grosso

Sexta, 18 de maio de 2018

14:35 - Brasil criou 115,8 mil empregos em abril, anuncia Temer

Terça, 15 de maio de 2018

11:00 - Central de Emprego

Quarta, 09 de maio de 2018

17:15 - Ministro aposta em geração de emprego em 2018, mesmo com cenário pior

Segunda, 30 de abril de 2018

19:00 - Empregos informais representam mais de 60% das vagas em todo o mundo

Sábado, 28 de abril de 2018

09:05 - Analistas já revisam para baixo projeções para emprego em 2018

Segunda, 09 de abril de 2018

18:33 - Medo do desemprego diminui no primeiro trimestre, revela pesquisa da CNI

Sexta, 23 de março de 2018

19:23 - Empregos formais têm melhor 1º bimestre desde 2014

18:00 - SC, MT e MS lideraram criação de empregos em fevereiro

Quinta, 22 de março de 2018

14:13 - Podemos ter 94 milhões de pessoas trabalhando no fim de 2018, diz Meirelles


// leia também

Quinta, 24 de maio de 2018

09:18 - INSS passa a agendar mais serviços a partir de hoje. Veja lista

09:15 - Petrobras calcula perda de R$ 350 milhões com corte de 10% no preço do diesel

Quarta, 23 de maio de 2018

18:30 - Banco do Brasil lança serviço de compra de euros por smartphone

17:00 - Ambiente externo traz alívio à tarde e juros fecham entre estabilidade e queda

14:15 - Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel pelo 2º dia consecutivo

14:09 - Com crise, brasileiro opta por alimento mais barato, diz estudo da Fiesp

09:33 - Protestos dos caminhoneiros afetam as entregas dos Correios

09:24 - Brasileiro precisa trabalhar três dias para encher o tanque do carro

Terça, 22 de maio de 2018

18:30 - Além do BB, Bradesco também avalia pagamento à vista a poupadores por planos

16:46 - Governo vai zerar Cide sobre a gasolina e o diesel, diz Rodrigo Maia


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 24/05/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 24/05/2018
277143c492047e9092189af323a8546f anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Alta no preço dos combustíveis vem pesando no bolso dos brasileiros




Logo_classifacil









Loja Virtual