Bancos estão otimistas com a retomada da economia | Gazeta Digital

Domingo, 13 de agosto de 2017, 10h10

ECONOMIA

Bancos estão otimistas com a retomada da economia


Estadao

O mercado financeiro adotou um discurso de otimismo para a economia, mas com cautela por causa das incertezas políticas. Mesmo com as dificuldades em aprovar as reformas no Congresso depois da delação dos irmãos Batista, da JBS, os dirigentes dos maiores bancos de investimento dizem que os negócios devem avançar no Brasil.

Otmar de Oliveira

‘No ano passado, os investidores institucionais (bancos, fundos de pensão e gestoras de investimento) diminuíram o apetite por negócios. O cenário era de maior incerteza e a taxa de juros mais alta‘, diz Marcelo Noronha, vice-presidente do Bradesco. Entre as opções de aplicação de recursos, estão aportes em crédito corporativo (empréstimo a empresas), que têm maior risco, mas uma taxa de retorno mais atrativa.

O mercado de ações também se tornou alvo de investidores internacionais e locais. ‘Vimos o investidor de volta ao mercado de capitais. As transações de abertura de capital (IPO) e emissões de ações (follow on) retomaram com força nos últimos meses, após três anos seguidos de movimento fraco. Essas transações se mantiveram firmes mesmo após a crise de maio (com as delações dos irmãos Batista)‘, diz Fábio Mourão, responsável pela área de banco de investimento do Credit Suisse. O exemplo bem-sucedido desse tipo de operação foi a abertura de capital do Carrefour, que movimentou quase R$ 5 bilhões.

Em média, as emissões de debêntures (títulos de dívida) movimentam cerca de R$ 100 bilhões por ano no Brasil. No ano passado, recuou a R$ 70 bilhões. Até julho deste ano, atingiu R$ 55 bilhões. O mercado de renda variável, que encerrou 2016 em R$ 11 bilhões, mais que dobrou este ano até julho, totalizando R$ 23 bilhões.

Essa reação positiva demonstra um voto de confiança do mercado na continuidade da agenda de reformas colocada em curso pelo governo. Para Eduardo Vassimon, presidente do Itaú BBA e também responsável pelas operações de atacado do Itaú Unibanco, o mercado financeiro, de maneira geral, acredita que não haverá uma mudança radical das diretrizes econômicas em 2018, com a troca de governo. ‘Ainda temos incertezas sobre ambiente fiscal, que é a principal questão hoje. Fatos recentes mostram que não há clima (político) para se elevar impostos, por exemplo.‘

Para Ricardo Lacerda, sócio do banco de investimento BR Partners, apesar da retomada dos investimentos no Brasil, em um cenário estável, de inflação controlada e juros baixos, ainda há uma deterioração do cenário político.

‘Não está claro se o governo Temer terá condições para conseguir dar prosseguimento às reformas, que são consideradas extremamente impopulares, a um ano das novas eleições.‘

As reformas, sobretudo a da Previdência, são prioritárias para os executivos de bancos, independentemente de quem assumir a presidência em 2018.

‘Embora não haja ainda clareza sobre os futuros candidatos, não vejo os investidores assustados em relação às eleições‘, diz Bruno Amaral, executivo responsável por fusões e aquisições do BTG Pactual. Para Hans Lin, gestor de investimento do Bank of America, o investidor aguarda uma recuperação econômica mais robusta para voltar de vez a colocar dinheiro no País.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Domingo, 10 de dezembro de 2017

17:30 - 'Encontro de contas' do INSS frustra prefeitos

Quinta, 07 de dezembro de 2017

18:00 - BNDES pode se desfazer de 10% de participações em grandes grupos

15:41 - Crescimento nos próximos anos será mais equilibrado entre setores, diz ministro

Quarta, 06 de dezembro de 2017

19:00 - Câmara aprova urgência de PL que deixa FGTS comprar bônus perpétuo da Caixa

18:34 - Em 12 meses, número de linhas móveis no país registra queda de 2,67%

14:12 - Venda de veículos sobe 14,6% em novembro, diz Anfavea

Terça, 05 de dezembro de 2017

17:23 - Número de celulares 4G supera 3G pela primeira vez no País

Segunda, 04 de dezembro de 2017

14:03 - Brasil terá superávit primário só a partir de 2021, diz Mansueto

13:57 - Após fraco resultado, setor de transporte mantém otimismo cauteloso para 2018

Sábado, 02 de dezembro de 2017

17:00 - Marca lança cardigã de lã e 30 mil pessoas estão na fila para comprá-lo


// leia também

Domingo, 10 de dezembro de 2017

18:00 - Ações trabalhistas despencam com indefinições sobre nova legislação

16:41 - Cuiabá sobe 10 posições em ranking de geração de empreendimentos

09:21 - Trabalhadores questionam contrato na Justiça

09:10 - Varejo começa a contratar pela nova lei trabalhista

Sábado, 09 de dezembro de 2017

09:38 - UE e Japão finalizam termos para acordo de Parceria Econômica

09:06 - Gilmar Mendes monta força-tarefa anti-fake news

08:55 - Crédito 'podre' será cobrado dos verdadeiros sonegadores

Sexta, 08 de dezembro de 2017

17:15 - Fiat convoca recall de 21 mil unidades do Argo

17:00 - Custos da construção civil subiram 0,48% em novembro

14:45 - Indústria química deve fechar ano com faturamento líquido de R$ 379,3 bi


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 11/12/2017
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 11/12/2017
A93eb4c7313af4c52e31e9e52d3bdd37 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Segundo a mídia, houve uma melhora na economia do país




Logo_classifacil









Loja Virtual