PPI publica condições para desestatização de distribuidoras da Eletrobras | Gazeta Digital

Quinta, 09 de novembro de 2017, 11h36

PPI publica condições para desestatização de distribuidoras da Eletrobras


Estadao

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI) publicou no Diário Oficial da União (DOU) resolução com as condições para a desestatização das distribuidoras da Eletrobras. O ato aprova a transferência do controle acionário detido pela Eletrobras em seis concessionárias que atuam em Alagoas, Piauí, Acre, Roraima, Rondônia e Amazonas e confirma os termos do decreto que regulamenta a licitação das empresas.

De acordo com a resolução, a privatização das distribuidoras será feita mediante a alienação de ações ordinárias e preferenciais de titularidade da Eletrobras. A empresa deverá permanecer titular de uma ação ordinária em cada distribuidora, após a alienação das ações aos empregados e aposentados. O pagamento pelas ações detidas pela Eletrobras deverá ser realizado à vista e em moeda corrente nacional.

O texto ainda estabelece que a Eletrobras deverá, previamente à efetivação da transferência do controle acionário, realizar ajustes nas distribuidoras para conversão de dívida em capital social ou assunção de dívidas das distribuidoras junto à Eletrobras e/ou terceiros, nos seguintes montantes: Eletroacre, R$ 113,779 milhões; Ceron, R$ 1,872 bilhão; Cepisa, R$ 50 mil; Ceal, R$ 50 mil; Boa Vista, R$ 342,120 milhões; e Amazonas Distribuidora, R$ 8,911 bilhões.

Além disso, a Eletrobras deverá assumir os direitos e obrigações de responsabilidade das distribuidoras referentes à Conta de Consumo de Combustíveis (CCC) e à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), incluídos os créditos e débitos que venham a ser posteriormente Reconhecidos.

Pela resolução, o processo de licitação se dará na modalidade de leilão sequencial, com inversão de fases, prevista a abertura dos documentos de habilitação somente do vencedor do leilão. O prazo de entrega das propostas será de, no mínimo, 15 dias da publicação do edital. O proponente vencedor deverá adquirir aproximadamente 90% das ações detidas pela Eletrobras no capital social das distribuidoras.

A liquidação financeira da alienação das ações detidas pela Eletrobras será feita à vista e em moeda corrente nacional e será em conjunto com o aumento mínimo de capital social, ‘condição para a outorga de novo contrato de concessão do serviço de distribuição de energia elétrica‘.

Assim, o novo controlador deverá realizar novo aumento de capital social nas distribuidoras, com subscrição e integralização, no ato, de ações, de acordo com os seguintes valores mínimos: Eletroacre: R$ 238,805 milhões; Ceron: R$ 241,099 milhões; Cepisa: R$ 720,915 milhões; Ceal: R$ 545,770 milhões; Boa Vista: R$ 175,999 milhões; e Amazonas Distribuidora: R$ 491,370 milhões.

Segundo a resolução, será conferida à Eletrobras a opção de aumentar a sua participação no capital social das distribuidoras em até 30%, conforme disposição a ser prevista no edital. O prazo para o exercício da opção será de até seis meses, contados da data de assinatura do contrato de compra e venda entre a Eletrobras e o licitante vencedor.

O texto confirma ainda que caberá ao BNDES executar e acompanhar o processo de desestatização, contratar consultorias para a realização de estudos para avaliação das empresas e encaminhar os estudos aos ministérios de Minas e Energia, Fazenda e Planejamento, bem como ao Tribunal de Contas da União (TCU). 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

08:52 - Privatização da Eletrobras pode atrasar

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

14:41 - BNDES marca audiências públicas para venda das distribuidoras da Eletrobras

Sexta, 02 de fevereiro de 2018

16:37 - STF derruba liminar que suspendia MP de privatização da Eletrobras

Quinta, 01 de fevereiro de 2018

15:21 - Governo quer fazer operação exemplar com privatização da Eletrobras

Quarta, 31 de janeiro de 2018

14:14 - Governo pretende contratar estudo sobre modelo de privatização da Eletrobras

Domingo, 28 de janeiro de 2018

09:03 - 'Espólio' da Eletrobrás já causa disputa

Terça, 23 de janeiro de 2018

13:53 - Privatização da Eletrobras chega ao Congresso em meio à batalha judicial

Segunda, 22 de janeiro de 2018

09:51 - Governo formaliza envio do projeto de lei de privatização da Eletrobras

Sábado, 20 de janeiro de 2018

08:43 - Temer assina projeto de lei com regras para privatização da Eletrobras

Segunda, 15 de janeiro de 2018

15:35 - Governo recorre ao Supremo contra decisão sobre privatização da Eletrobras


// leia também

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

20:27 - Mesmo com reforma fora da pauta, metalúrgicos do ABC mantêm greve na segunda

15:27 - Fazenda fecha o cerco para combater sonegação de impostos em VG

11:50 - Petrobras anuncia alta de 1,50% no preço da gasolina e queda de 0,80% no diesel

09:00 - Gás de cozinha chega a R$ 120 em MT e assusta

08:59 - Volume de serviços registra queda de 2,8% em 2017, diz IBGE

08:34 - Aluguel residencial tem maior alta desde fevereiro de 2015, diz Fipezap

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

17:30 - União pagou em janeiro R$ 118,95 mi de dívidas em atraso do RJ, diz Tesouro

15:36 - Supremo homologa última ação sobre acordo entre bancos e poupadores

15:29 - Cresce 4% expectativa do brasileiro na recuperação da economia

10:52 - Carros eficientes devem reduzir gastos com combustível


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 17/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 17/02/2018
F51b4c0e6fa3e96660fec8d8ce079937 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Mais da metade dos eleitores ainda não fez a biometria




Logo_classifacil









Loja Virtual