PPI publica condições para desestatização de distribuidoras da Eletrobras | Gazeta Digital

Quinta, 09 de novembro de 2017, 11h36

PPI publica condições para desestatização de distribuidoras da Eletrobras


Estadao

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI) publicou no Diário Oficial da União (DOU) resolução com as condições para a desestatização das distribuidoras da Eletrobras. O ato aprova a transferência do controle acionário detido pela Eletrobras em seis concessionárias que atuam em Alagoas, Piauí, Acre, Roraima, Rondônia e Amazonas e confirma os termos do decreto que regulamenta a licitação das empresas.

De acordo com a resolução, a privatização das distribuidoras será feita mediante a alienação de ações ordinárias e preferenciais de titularidade da Eletrobras. A empresa deverá permanecer titular de uma ação ordinária em cada distribuidora, após a alienação das ações aos empregados e aposentados. O pagamento pelas ações detidas pela Eletrobras deverá ser realizado à vista e em moeda corrente nacional.

O texto ainda estabelece que a Eletrobras deverá, previamente à efetivação da transferência do controle acionário, realizar ajustes nas distribuidoras para conversão de dívida em capital social ou assunção de dívidas das distribuidoras junto à Eletrobras e/ou terceiros, nos seguintes montantes: Eletroacre, R$ 113,779 milhões; Ceron, R$ 1,872 bilhão; Cepisa, R$ 50 mil; Ceal, R$ 50 mil; Boa Vista, R$ 342,120 milhões; e Amazonas Distribuidora, R$ 8,911 bilhões.

Além disso, a Eletrobras deverá assumir os direitos e obrigações de responsabilidade das distribuidoras referentes à Conta de Consumo de Combustíveis (CCC) e à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), incluídos os créditos e débitos que venham a ser posteriormente Reconhecidos.

Pela resolução, o processo de licitação se dará na modalidade de leilão sequencial, com inversão de fases, prevista a abertura dos documentos de habilitação somente do vencedor do leilão. O prazo de entrega das propostas será de, no mínimo, 15 dias da publicação do edital. O proponente vencedor deverá adquirir aproximadamente 90% das ações detidas pela Eletrobras no capital social das distribuidoras.

A liquidação financeira da alienação das ações detidas pela Eletrobras será feita à vista e em moeda corrente nacional e será em conjunto com o aumento mínimo de capital social, ‘condição para a outorga de novo contrato de concessão do serviço de distribuição de energia elétrica‘.

Assim, o novo controlador deverá realizar novo aumento de capital social nas distribuidoras, com subscrição e integralização, no ato, de ações, de acordo com os seguintes valores mínimos: Eletroacre: R$ 238,805 milhões; Ceron: R$ 241,099 milhões; Cepisa: R$ 720,915 milhões; Ceal: R$ 545,770 milhões; Boa Vista: R$ 175,999 milhões; e Amazonas Distribuidora: R$ 491,370 milhões.

Segundo a resolução, será conferida à Eletrobras a opção de aumentar a sua participação no capital social das distribuidoras em até 30%, conforme disposição a ser prevista no edital. O prazo para o exercício da opção será de até seis meses, contados da data de assinatura do contrato de compra e venda entre a Eletrobras e o licitante vencedor.

O texto confirma ainda que caberá ao BNDES executar e acompanhar o processo de desestatização, contratar consultorias para a realização de estudos para avaliação das empresas e encaminhar os estudos aos ministérios de Minas e Energia, Fazenda e Planejamento, bem como ao Tribunal de Contas da União (TCU). 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 19 de maio de 2018

14:30 - Eleição no Conselho pode pôr em risco privatização da Eletrobras

Quinta, 17 de maio de 2018

19:00 - BNDES publica edital para modelagem de privatização da Eletrobras

Quarta, 16 de maio de 2018

15:38 - Lucro da Eletrobras é de R$ 56 milhões no primeiro trimestre

Sábado, 05 de maio de 2018

16:30 - Na Eletrobrás, presidente tenta subir seu salário

Terça, 10 de abril de 2018

09:24 - Ações da Eletrobrás caem com mudanças no Ministério

Terça, 27 de março de 2018

12:56 - Ministros acreditam que privatização da Eletrobras ocorra antes das eleições

Segunda, 26 de março de 2018

15:10 - Eletrobras lança plano de demissão e quer desligar 3 mil funcionários

Sexta, 23 de março de 2018

12:54 - Fernando Coelho acredita na privatização da Eletrobras

Sábado, 17 de março de 2018

16:00 - No STF, Rosa manda a plenário ação que questiona MP de privatização da Eletrobras

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

08:52 - Privatização da Eletrobras pode atrasar


// leia também

Segunda, 21 de maio de 2018

19:00 - Dólar está em queda, após intervenção reforçada do Banco Central

17:35 - Santander pagará à vista indenizações por perdas em planos econômicos

16:05 - Entenda a alta nos combustíveis e o protesto dos caminhoneiros

15:00 - Mercado aumenta estimativa de inflação para 3,5%, este ano

14:30 - IBGE começa a testar coleta de dados pela internet para o Censo 2020

13:30 - Governo ainda estuda redução de impostos sobre combustíveis

11:25 - Vendas no varejo crescem 0,2% em abril ante março, revela Boa Vista SCPC

10:30 - Eunício e Maia convocam comissão geral do Congresso sobre preço da gasolina

10:27 - Bovespa abre em alta, mas desacelera e perde patamar dos 83 mil pontos

09:17 - Começa hoje mudança no pedido da aposentadoria por idade


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 21/05/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 21/05/2018
D1f041d7a04ba04c4ffc9a628f06da54 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Projeto reconhece como família união entre pessoas independente do gênero




Logo_classifacil









Loja Virtual