Ministério Público investiga desvio de R$ 200 milhões na PM paulista | Gazeta Digital

Sábado, 18 de novembro de 2017, 17h26

Ministério Público investiga desvio de R$ 200 milhões na PM paulista


Agência Brasil

O Ministério Público de São Paulo instaurou inquérito para apurar desvio de recursos em compras realizadas pela Polícia Militar(PM) paulista que podem chegar a R$ 200 milhões. De acordo com a Promotoria, um coronel da PM, que é réu num processo por improbidade administrativa, teria assumido o crime e delatado outros 18 coronéis e um deputado estadual oficial aposentado da PM.

A investigação do MP foi motivada após denúncias veiculadas pela imprensa. “De acordo com a reportagem, um coronel da Polícia Militar levanta suspeitas de que 18 outros coronéis e um deputado estadual receberam recursos desviados da corporação, num esquema que envolveria ainda diversas empresas. O desvio alcançaria o montante de R$ 200 milhões”, afirma a Promotoria em nota divulgada sobre o caso.

Os desvios teriam ocorrido em licitações realizadas pela corporação entre 2005 e 2012. Segundo o coronel delator, que responde por crimes semelhantes, as fraudes em procedimentos licitatórios contavam com a participação de empresas fornecedoras.

O promotor Nelson Luís Sampaio de Andrade, que conduzirá o inquérito, já pediu ao Comando-Geral da Polícia Militar de Paulo, que envie em 20 dias ao MP cópias dos prontuários dos 19 coronéis suspeitos com a especificação das funções que exerciam no período sob investigação. A Promotoria não divulgou os nomes dos oficiais acusados.

Investigação interna

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a Corregedoria da PM abriu um Inquérito Policial Militar para apurar as denúncias, e a Polícia Civil realizará investigações próprias. Em nota divulgada neste sábado (18), a pasta afirma que as apurações serão mantidas em sigilo. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 03 de fevereiro de 2018

10:35 - MP pede que Suzane faça 'teste do borrão' antes de decidir soltura

Quarta, 13 de dezembro de 2017

14:32 - IFMT deve publicar membros de banca nos seus concursos públicos

Quinta, 07 de dezembro de 2017

13:59 - Picciani recebeu R$ 11 milhões da Odebrecht, aponta denúncia

13:44 - MPF denuncia Picciani, Albertassi e Paulo Melo à Justiça

Quinta, 16 de novembro de 2017

18:24 - Advogado de Picciani questiona decisão do TRF; MPF espera manutenção de prisão

Terça, 14 de novembro de 2017

14:04 - Raquel vai receber sugestões sobre resolução de Janot que dá superpoderes ao MP

Terça, 07 de novembro de 2017

17:31 - Conselho de Procuradores aprova documento contra PEC que dá autonomia à PF

Terça, 03 de outubro de 2017

16:25 - Justiça condena Bolsonaro por ofensas a quilombolas e negros

Terça, 26 de setembro de 2017

16:35 - Tribunal nega liberdade e mantém Aldemir Bendine atrás das grades

Segunda, 06 de março de 2017

15:27 - MPF garante indenização à comunidade indígena Terena


// leia também

Domingo, 15 de julho de 2018

08:51 - Tráfego deve manter expansão anual de 4,5% nos próximos 20 anos

08:40 - Dólar ficou R$ 0,13 mais caro e Bovespa saltou 6% durante a Copa

Sábado, 14 de julho de 2018

17:00 - Apesar de custo alto, procura por seguro para celular dispara no Brasil

11:37 - Após acordo, Incertezas sobre fusão com a Boing fazem ação da Embraer cair 4,62%

10:35 - Governo propõe salário mínimo de R$ 998 no Brasil em 2019

08:59 - Saldo da balança do agronegócio em junho é de US$ 8,17 bilhões

Sexta, 13 de julho de 2018

18:00 - Dólar cai para R$ 3,8497 e acumula queda de 0,43% na semana

17:32 - Mais um sindicato declara apoio ao empresário Kennedy Sales

17:31 - Brasileiro é o que mais se preocupa com perda de benefícios da aposentadoria

14:21 - Confiança do consumidor recuou 6,1% em junho, aponta SPC


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 15/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 15/07/2018
4c289a4d7ee1b93f3fa53b000a87f26a anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Trabalhadores seguem sendo encontrados em situação similar à escravidão




Logo_classifacil









Loja Virtual