BNDES quer dobrar desembolsos até 2022 e chegar a R$ 150 bilhões | Gazeta Digital

Quarta, 06 de dezembro de 2017, 17h28

BNDES quer dobrar desembolsos até 2022 e chegar a R$ 150 bilhões


Estadao

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, disse hoje (6) que os desembolsos do banco, que estão este ano na casa dos R$ 75 bilhões, poderão chegar a R$ 150 bilhões em 2022. Castro participou de um encontro com empresários franceses e brasileiros na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Para chegar a esse patamar de investimentos, o BNDES poderá fazer securitização de débitos, venda de papéis da carteira da subsidiária BNDES Participações (BNDESPAR), entre outras medidas que devem ser anunciadas no começo de 2018, segundo Castro.

A definição dos papéis da BNDESPAR que serão ofertados atenderá a alguns parâmetros. Um deles é o chamado grau de ‘madurez‘ do investimento e a oportunidade da venda, tendo em vista as cotações. Além disso, será observada a oportunidade de dar acesso a um número maior de investidores dentro da mesma linha de fundos criados pelo banco no passado e que tiveram sucesso, com o objetivo de ‘ser um estimulador da democratização do mercado de capitais‘.

Investimento

Paulo Rabello de Castro afirmou que a taxa de investimento nacional, que este ano pode ficar abaixo de 16% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas do país), é um ponto crítico para o desenvolvimento sustentável do Brasil. Segundo ele, 16% do PIB em termos de investimento significa praticamente a reposição do estoque de capital pré existente.

‘Ou seja, o Brasil patinando e não saindo do lugar vigorosamente. Talvez saindo do lugar nos setores que já estão com embalo próprio, como o agronegócio, o setor de óleo e gás e um ou outro setor industrial mais específico que tenha fonte de capital externa, como o automotivo‘.

Castro afirmou que para difundir essa retomada do desenvolvimento, o Brasil precisa de mais crédito para investimentos. Segundo ele, a expectativa é que a taxa de investimento suba para 20% do PIB nos próximos anos, e que a meta é chegar a até 25%.

Reforma tributária

Para o presidente do BNDES, a reforma tributária ‘é essencialíssima‘ para a retomada dos investimentos no país e que o setor que mais demanda essa mudança é o industrial. Segundo Caso, apesar da significa contribuição do setor agropecuário para o PIB, o país precisa direcionar investimentos para a indústria.

Futuro

Castro também disse aos empresários que quando o setor privado conseguir cobrir a demanda por créditos de longo prazo com taxas razoáveis para infraestrutura, o BNDES se dedicará mais à conservação ambiental, às inovações tecnológicas e à pesquisa e educação. ‘Tem muita coisa para fazer nos próximos anos e até décadas, porque o Brasil vai continuar em desenvolvimento e o banco é que vai se movimentar. Nós estamos aguardando que o setor privado realmente venha‘.
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 17 de janeiro de 2018

16:59 - BNDES e Sebrae lançam linha de crédito de R$ 6 bi com foco em pequenos negócios

Quarta, 03 de janeiro de 2018

16:07 - BNDES deverá definir valor da devolução ao Tesouro no 2º semestre, diz diretor

Quinta, 28 de dezembro de 2017

17:00 - BNDES renegocia dívida de R$ 1,2 bi de Minas Gerais

Terça, 19 de dezembro de 2017

17:30 - BNDES desembolsa R$ 61 bilhões de janeiro a novembro de 2017

Sábado, 16 de dezembro de 2017

08:34 - BNDES prorrogará dívidas de Estados no total de R$ 8,2 bi

Terça, 05 de dezembro de 2017

16:55 - BNDES aprova empréstimo de R$ 27,7 milhões para a CBL Alimentos

Segunda, 27 de novembro de 2017

20:03 - BNDES divulga novas condições de financiamento para leilões de energia

Segunda, 16 de outubro de 2017

11:22 - Fazenda defende a não punição de servidores por empréstimos

Quinta, 28 de setembro de 2017

23:30 - Conselho Monetário mantém em 7% os juros de financiamentos do BNDES

19:30 - BNDES devolve R$ 33 bilhões ao Tesouro


// leia também

Domingo, 21 de janeiro de 2018

09:11 - Gasolina no Rio de Janeiro é a 2ª mais cara do país, atrás apenas do Acre

08:55 - Preço da gasolina sobe quase 20% em seis meses e chega R$ 4,20

Sábado, 20 de janeiro de 2018

16:00 - Investidor nos EUA move ação contra JBS e Batistas

08:59 - Financiamento mais barato anima consumidor

08:43 - Temer assina projeto de lei com regras para privatização da Eletrobras

Sexta, 19 de janeiro de 2018

17:03 - Espera por julgamento de Lula trava negócios e juros fecham perto dos ajustes

16:04 - Petrobras reduz preço de GLP industrial e comercial em 6,3% a partir de sábado

11:51 - Gás para indústria e comércio já acumula alta de 34%

10:08 - Conselho define procedimentos para saque de cotas do PIS/Pasep

10:03 - Confiança do empresário da indústria na economia atinge maior índice desde 2011


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 21/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 21/01/2018
82cfd4bb38272f34788fa39cd9df2cd4 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Algum novato, de fora da política, pode surpreender nas eleições para presidente da República?




Logo_classifacil









Loja Virtual