Juros longos reduzem queda e fecham perto da estabilidade, após acordo nos EUA | Gazeta Digital

Quarta, 07 de fevereiro de 2018, 17h30

Juros longos reduzem queda e fecham perto da estabilidade, após acordo nos EUA


Estadao

A poucos minutos do fim da sessão regular, os juros futuros de longo prazo reduziram a queda mostrada ao longo do dia e fecharam perto da estabilidade, em linha com a aceleração do avanço do rendimento dos Treasuries e do dólar. Este movimento, por sua vez, ocorreu depois da informação de que os líderes bipartidários no Congresso do Estados Unidos anunciaram acordo de 2 anos para o orçamento, o pode evitar a paralisação da máquina administrativa. Em dia de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), as taxas de médio e curto prazo fecharam em ligeira queda nesta quarta-feira, 7, com alguns investidores apostando na continuação do ciclo de baixa da Selic em março.

A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2019 fechou em 6,805%, ante 6,830% no ajuste anterior, e a do DI para janeiro de 2020 passou de 8,07% para 8,05%. O DI para janeiro de 2021 encerrou com taxa de 8,87%, de 8,91%. A taxa do DI para janeiro de 2023 terminou em 9,57%, de 9,59%, e a do DI para janeiro de 2025 em 9,91%, de 9,92%.

No período da tarde desta quarta-feira, nos Estados Unidos, os líderes no Senado dos partidos Republicano, Mitch McConnell, e Democrata, Chuck Schumer, apresentaram acordo orçamentário de dois anos de cerca de US$ 400 bilhões que vai destinar recursos ao Pentágono e programas sociais do governo. Caso seja aprovado pelos legisladores, o pacto vai evitar a paralisação do governo. s 16h28, o dólar à vista subia 1,15%, aos R$ 3,2801, e o yield da T-Note de dez anos projetava 2,838%, de 2,796% no fim da tarde de terça-feira.

Na maior parte do dia, contudo, os juros futuros de longo prazo estiveram em queda moderada, ainda sob a percepção que prevalecia desde a terça nos mercados de que o movimento de correção das bolsas na noite de segunda-feira havia sido exagerado.

Quanto ao Copom, as apostas seguem cravadas num corte da taxa de 7,00% para 6,75% no período da noite e o mercado aguarda qual será a sinalização para a reunião de março. O cenário-base para março é de manutenção da taxa, em especial após a turbulência recente nos mercados. Até por isso, alguns players estão vendo oportunidade de ganho caso os diretores indiquem haver ainda algum espaço para alívio na reunião do mês que vem. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 13 de agosto de 2018

14:34 - Profissionais da indústria 4.0 terão melhor remuneração, diz ministro

Sexta, 10 de agosto de 2018

14:33 - Vendas do comércio varejista caem em junho, diz IBGE

Quarta, 08 de agosto de 2018

18:00 - Mercado adota cautela e dólar à vista fecha perto da estabilidade

Segunda, 06 de agosto de 2018

19:00 - Juros futuros fecham com viés de queda, descolados da pressão do câmbio

14:02 - Investidor com mais de 66 anos ainda domina metade da Bolsa

Quarta, 01 de agosto de 2018

19:30 - Dólar começa agosto em leve alta em meio à cautela com cenário político

14:30 - Litro do leite ficou R$ 1,45 mais caro desde o começo do ano

Terça, 31 de julho de 2018

17:34 - Juros longos fecham em alta com cautela antes de Fed e avanço do dólar

14:14 - Faturamento da indústria de máquinas sobe 13,1% em junho

14:07 - Vendas reais de supermercados caem 0,7% em junho


// leia também

Terça, 14 de agosto de 2018

14:35 - Trabalhador com deficiência poderá usar FGTS para compra de prótese e órtese

14:29 - FGTS vai liberar R$ 6,23 bi para trabalhadores a partir de hoje

13:20 - Receita publica instrução sobre recurso contra exclusão de Refis

11:19 - Álvaro Dias propõe reforma da Previdência com recurso de privatizações em contas

08:50 - Aposentados começam a receber este mês 1º parcela do décimo terceiro

Segunda, 13 de agosto de 2018

14:45 - Saques para cotistas do PIS/Pasep começam nesta terça

09:53 - Segurados convocados têm até hoje para agendar perícia médica

09:22 - Demanda do Brasil por petróleo sobe a 2,723 milhões de barris por dia em junho

Domingo, 12 de agosto de 2018

09:13 - Nova regra de financiamento deve reduzir juros e ajudar classe média

08:55 - Déficit de fundos de pensão recua ao patamar pré-crise


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quarta, 15/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 15/08/2018
Dcb362fa6df370b7d120182d5bfb19db anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual a sua postura nestes tempos de seca?




Logo_classifacil









Loja Virtual