Juros longos reduzem queda e fecham perto da estabilidade, após acordo nos EUA | Gazeta Digital

Quarta, 07 de fevereiro de 2018, 17h30

Juros longos reduzem queda e fecham perto da estabilidade, após acordo nos EUA


Estadao

A poucos minutos do fim da sessão regular, os juros futuros de longo prazo reduziram a queda mostrada ao longo do dia e fecharam perto da estabilidade, em linha com a aceleração do avanço do rendimento dos Treasuries e do dólar. Este movimento, por sua vez, ocorreu depois da informação de que os líderes bipartidários no Congresso do Estados Unidos anunciaram acordo de 2 anos para o orçamento, o pode evitar a paralisação da máquina administrativa. Em dia de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), as taxas de médio e curto prazo fecharam em ligeira queda nesta quarta-feira, 7, com alguns investidores apostando na continuação do ciclo de baixa da Selic em março.

A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2019 fechou em 6,805%, ante 6,830% no ajuste anterior, e a do DI para janeiro de 2020 passou de 8,07% para 8,05%. O DI para janeiro de 2021 encerrou com taxa de 8,87%, de 8,91%. A taxa do DI para janeiro de 2023 terminou em 9,57%, de 9,59%, e a do DI para janeiro de 2025 em 9,91%, de 9,92%.

No período da tarde desta quarta-feira, nos Estados Unidos, os líderes no Senado dos partidos Republicano, Mitch McConnell, e Democrata, Chuck Schumer, apresentaram acordo orçamentário de dois anos de cerca de US$ 400 bilhões que vai destinar recursos ao Pentágono e programas sociais do governo. Caso seja aprovado pelos legisladores, o pacto vai evitar a paralisação do governo. s 16h28, o dólar à vista subia 1,15%, aos R$ 3,2801, e o yield da T-Note de dez anos projetava 2,838%, de 2,796% no fim da tarde de terça-feira.

Na maior parte do dia, contudo, os juros futuros de longo prazo estiveram em queda moderada, ainda sob a percepção que prevalecia desde a terça nos mercados de que o movimento de correção das bolsas na noite de segunda-feira havia sido exagerado.

Quanto ao Copom, as apostas seguem cravadas num corte da taxa de 7,00% para 6,75% no período da noite e o mercado aguarda qual será a sinalização para a reunião de março. O cenário-base para março é de manutenção da taxa, em especial após a turbulência recente nos mercados. Até por isso, alguns players estão vendo oportunidade de ganho caso os diretores indiquem haver ainda algum espaço para alívio na reunião do mês que vem. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

15:06 - Quatro bancos brasileiros acumularam lucro de R$ 57,6 bilhões em 2017

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

15:20 - Corte de R$ 14 bilhões no orçamento é apenas a ponta do iceberg

15:11 - Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

14:58 - Poupança ocupam a segunda opção na preferência por investimentos

14:18 - Varejo e private somam R$ 2,66 trilhões em 2017, revela Anbima

Terça, 20 de fevereiro de 2018

14:55 - Índices apontam retomada do crescimento econômico, diz FGV

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

14:16 - Juízes ganham R$ 211 milhões com 'auxílios' atrasados

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

17:30 - União pagou em janeiro R$ 118,95 mi de dívidas em atraso do RJ, diz Tesouro

15:36 - Supremo homologa última ação sobre acordo entre bancos e poupadores

15:29 - Cresce 4% expectativa do brasileiro na recuperação da economia


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

10:54 - Após 2 anos de queda, consumo de energia em SP fecha 2017 em alta de 1,9%

10:21 - Receita vai exigir mais dados sobre bens na declaração do IR

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

18:30 - É possível que reforma da Previdência fique para 2019, admite Meirelles

17:35 - Cerca de 43% dos municípios ainda não prestaram contas de gastos com educação

15:38 - Contribuintes podem quitar IPVA sem juros e multas até dia 28

14:16 - Receita exigirá mais informações do contribuinte na declaração de 2019

11:43 - País tem 2,786 milhões de pessoas buscando trabalho há 2 anos ou mais, diz IBGE

09:35 - Demonstrativo de rendimentos já está disponível no site do INSS

09:14 - Pesquisa do IBGE mostra que 26,3 milhões de pessoas estão sem emprego

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

21:58 - CMN aumenta teto de financiamento para produtores de baixa renda comprarem terra


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 24/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/02/2018
116961967de356eee6ddd02c7d0c8fb3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual