Dez são mortos em final de semana violento na grande Cuiabá | Gazeta Digital

Segunda, 22 de outubro de 2012, 10h00

VIOLÊNCIA EXTREMA

Dez são mortos em final de semana violento na grande Cuiabá

Izabel Barrizon, repórter do GD


Final de semana violento na grande Cuiabá. Polícia registrou 10 homicídios e uma tentativa de sexta-feira (19) a domingo (21) na Capital, Várzea Grande e região.

Divulgação

Policial militar, Devanilson Gonçalves da Cruz, 21, foi baleado e morreu na avenida Júlio Campos, no bairro Mapim, em Várzea Grande, na noite de sexta-feira (19). Polícia trabalha com a suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte), já que o PM pilotava uma motocicleta.

No bairro São Simão, também em Várzea Grande, Cristiano Alvino de Almeida, 44, foi vítima de tentativa de assalto. Ele estava em um carro, com uma mulher e duas crianças, quando um bandido anunciou o assalto. Ele foi baleado com um tiro no rosto, socorrido, mas não resistiu e morreu no Pronto-Socorro da cidade.

O pedreiro Adriano da Silva Sampaio, 30, morreu após 3 dias internado no PS de Cuiabá. Ele foi baleado com 8 tiros em uma obra no bairro Santa Cruz 2.

Na manhã de sábado (20), o comerciante Abdul Freitas Morais, 50, foi morto dentro do comércio, no bairro Novo Paraíso 2. Suspeitos fugiram de moto.

Flávio Alves da Silva, 28, foi baleado no bairro São João Del Rei, em Cuiabá. Segundo a Polícia, a vítima era usuária de drogas. Ele tinha uma tatuagem nas costas com o número 121, artigo no Código Penal que identifica o crime de homicídio.

O segurança Antônio Rodrigues da Silva, 50, foi morto na guarita de acesso à Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), na tarde de domingo (21), após discussão com 2 suspeitos.

Um homem ainda não identificado foi morto à pedradas no bairro Jardim Florianópolis, em Cuiabá, na noite de domingo (21). Motivação é investigada. Segundo a Polícia, ele teve um ferimento profundo na cabeça.

O adolescente Vanderson Júnior dos Santos, 17, morreu após ser baleado em uma festa no distrito de Souza Lima, em Várzea Grande, durante a madrugada de domingo (21).

Dois corpos sem identificação também foram localizados pela Polícia no domingo (21). Ambos foram queimados. No bairro 13 de Setembro, em Várzea Grande, o corpo de um homem carbonizado e esquartejado foi encontrado por populares. Segundo a Polícia, a vítima foi executada, queimada em uma pilha de pneus, cortada, colocada em um barril com pedras e jogada em uma lagoa.

Outro corpo foi localizado no Parque Del Rey, em Várzea Grande, próximo a ponte sobre o rio Icaraí, na madrugada desta segunda-feira (22). Vítima foi queimada e colocada dentro de um tambor de metal.

Josian Tiago Lima está internado em estado grave no Pronto-Socorro, após ser baleado com 2 tiros no pescoço, no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande. Tentativa de homicídio encerra fim de semana violento na Capital e região metropolitana. Crimes estão sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Acompanhe o GD também pelo Twitter: @portalgazeta

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Terça, 19 de setembro de 2017

17:59 - PJC prende ladrão que manteve vítimas reféns

16:55 - PM prende 4 suspeitos com mais de meio quilo de maconha em Cuiabá

11:52 - Polícia instaura 2 procedimentos em caso de agressão a empresária

11:49 - Idosa tem pernas esmagadas por ônibus ao atravessar pista

11:23 - Cliente danifica cancela de saída de estacionamento e quase atropela vigilante

11:15 - Operação 'Bairro Seguro' é deflagrada em todo Estado nesta terça-feira

10:43 - Mãe confessa assassinato do filho durante discussão em MT

09:50 - Homem atira em frente de casa de namorada de presidiário em Várzea Grande

09:28 - 'Tarado' passa mão nas nádegas de jovem em ponto de ônibus e é detido

08:46 - Homem é preso por estupro e agressão contra garota de 13 em Cuiabá


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 20/09/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 20/09/2017
Ca366c85786e904951ca9343d5674919 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Em tempos de delações, operações etc., o que se pode esperar de 2018?




Logo_classifacil









Loja Virtual