Sexta, 24 de maio de 2013, 10h52

VÁRZEA GRANDE

Mulher é morta a facadas pelo ex-marido

Izabel Barrizon, repórter do GD


Dona de casa de 43 anos foi morta a facadas pelo ex-marido em Várzea Grande, região metropolitana, na madrugada desta sexta-feira (24). Maria Ilza Luiza da Silva, e o ex-marido, Roberto Carlos de Arruda, 41, estavam separados já há algum tempo.

Comando Regional II
Suspeito de matar a ex-mulher

Ele teria ido até a casa, no bairro 13 de Setembro, para buscar documentos, segundo alegou testemunhas a polícia, e durante a madrugada, o casal discutiu. O suspeito usou uma faca de cozinha para matar a ex-mulher. Ela foi atingida com vários golpes.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte da mulher ainda no local. O suspeito tentou fugiu, mas foi preso pela Polícia Militar, com auxílio dos populares que denunciaram seu paradeiro.

Acompanhe o GD também pelo Twitter: @portalgazeta

 



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sexta, 24 de fevereiro de 2017

17:26 - Traficante preso vendendo drogas para caminhoneiros

16:53 - Polícia prende traficantes e drogas em Pontes e Lacerda

15:36 - Menina faz carta para denunciar abusos do pai

12:25 - Polícia Civil reforça efetivo nas cidade com festas de Carnaval

10:33 - Polícia desarticula organização que praticava assaltos e alugava armas

10:08 - Homem é preso por abusar de 4 crianças

09:33 - Dupla invade festa, rouba carro e na fuga atira contra PMs

08:50 - Jovem derruba poste em racha na Miguel Sutil - Veja vídeo e fotos

08:43 - Câmera em SP vê ladrão em agência de Cuiabá

08:29 - Polícia faz operação para prender quadrilha comandada de presídio


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 24/02/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sexta, 24/02/2017
A62e5578094d90cd223922c882d8cb18 anteriores




Rádios ao vivo
  • cbn
  • cbn
Indicadores Financeiros
Dólar Comercial 3,0656 -0,12%
Ouro - BM&F (à vista) 122,40 +0,66%
+ veja mais
Mercado Agropecuário
Boi Gordo @ 126,00
Soja - saca 60 kg 64,50
+ veja mais
Mais Lidas Enquete

Reforma trabalhista prevê que patrões e empregados poderão negociar a jornada de trabalho, desde que não exceda 220h/mês. Qual sua opinião?



Logo_classifacil