Quarta, 11 de janeiro de 2017, 14h29

mundo

Não tenho negócios com a Rússia, diz Trump em entrevista


R7

Depois de ter um início de ano tumultuado por boatos de que o governo russo teria informações comprometedoras sobre seu passado, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, faz uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (11).

— Todos os países irão respeitar mais os EUA, muito mais do que na administração anterior.

Trump também disse que agências de inteligência dos EUA podem ter vazado um dossiê com o que ele chamou de "notícias falsas" sobre como a Rússia tentou influenciar suas ações, e afirmou que as alegações são mentirosas.

— Não tenho ligações ou negócios com a Rússia, nem empréstimos. (...) É uma desgraça que agências de inteligência tenham permitido o vazamento informações falsas.

O republicano atacou dois veículos de comunicação por divulgarem alegações não confirmadas a respeito de seus laços com Moscou, mas elogiou outros repórteres por não repetirem a notícia.

"Acho que é uma desgraça que informação seja lançada", disse Trump a cerca de 250 repórteres reunidos no lobby de seu escritório em Nova York.

O dossiê, que surgiu na noite de terça-feira (10), foi noticiado inicialmente pela CNN. O BuzzFeed depois publicou elementos detalhados.

Trump gera nova polêmica ao falar de suposto dossiê russo sobre ele: "Estamos vivendo na Alemanha nazista?"

Em uma grave mudança de tom, o presidente eleito afirmou ainda que os russos podem estar por trás dos ataques cibernéticos contra o governo no ano passado.

— Eu acho que foi a Rússia, mas eu acho que não podemos focar em um país só porque tivemos muitas invasões de hackers de várias partes do mundo.

Segundo o magnata, "o comitê democrata estava aberto para ser invadido e o sistema deles é muito ruim. Eles tentaram sim entrar e invadir os computadores dos republicanos, mas não conseguiram, e temos que fazer isso pelo país".

O pronunciamento foi organizado um dia após o último discurso público de Barack Obama como presidente dos EUA. Na ocasião, Obama não só exaltou seus feitos como líder do país, como também aproveitou a oportunidade para alfinetar o futuro presidente, Donald Trump.

Trump, que toma possa em 20 de janeiro, propôs o banimento temporário da entrada de muçulmanos no país, a construção de um muro na fronteira com o México, a suspensão de um acordo global para enfrentar as mudanças climáticas e o desmantelamento do programa de saúde pública do governo Obama.

Obama deixou clara sua oposição a essas posições durante discursos de campanha para a candidata democrata derrotada por Trump na eleição de 2016, Hillary Clinton, mas tem adotado um tom mais conciliatório com Trump desde a vitória do republicano. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 20 de janeiro de 2017

16:59 - Obama faz discurso de agradecimento para ex-funcionários e partidários

16:28 - Mais de 90 pessoas são presas em atos contra Trump

15:47 - Manifestantes fazem passeata perto do Congresso contra políticas de Trump

14:33 - Vamos reconstruir o nosso país, declara Trump na posse

14:12 - Acompanhe ao vivo a posse de Donald Trump

09:16 - As cinco horas mais loucas da Casa Branca

Quinta, 19 de janeiro de 2017

16:36 - Obama divulga carta de despedida ao povo americano

15:55 - Saiba como será a posse de Donald Trump

15:35 - Trump ainda nem tomou posse e já divulga slogan para buscar reeleição em 2020

Quarta, 18 de janeiro de 2017

15:55 - Trump afirma que usa Twitter 'para combater mídia desonesta'


// leia também

Sexta, 20 de janeiro de 2017

15:39 - Sobe para 8 o número de sobreviventes em hotel atingido por avalanche

15:32 - Jovem sequestrada quando bebê defende mulher que a raptou

09:46 - Socorristas ainda tentam retirar vítimas de hotel na Itália

Quinta, 19 de janeiro de 2017

15:21 - Estado Islâmico matou 12 prisioneiros em Palmira, afirmam ativistas

09:46 - Colapso de prédio em chamas no Irã mata 30 bombeiros

09:34 - Avalanche na Itália arrastou hotel por 10 metros

09:19 - Avalanche atinge hotel e deixa dezenas soterradas

Quarta, 18 de janeiro de 2017

16:20 - Alemanha marca eleição federal para 24 de setembro

16:15 - Estudante abre fogo em escola americana no México

09:44 - Vice de Trump promete grandes investimentos em infraestrutura


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 21/01/2017
 

WhatsApp


Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sábado, 21/01/2017
E6d7d7300010bf16381d9bc706d042db anteriores




Rádios ao vivo
  • cbn
  • cbn
Indicadores Financeiros
Dólar Comercial 3,1756 -0,75%
Ouro - BM&F (à vista) 123,00 -0,4%
+ veja mais
Mercado Agropecuário
Boi Gordo @ 131,00
Soja - saca 60 kg 66,50
+ veja mais
Mais Lidas Enquete

Você acha necessária a criação de uma força nacional de segurança apenas para atuar dentro dos presídios?



Logo_classifacil