Não tenho negócios com a Rússia, diz Trump em entrevista | Gazeta Digital

Quarta, 11 de janeiro de 2017, 14h29

mundo

Não tenho negócios com a Rússia, diz Trump em entrevista


R7

Depois de ter um início de ano tumultuado por boatos de que o governo russo teria informações comprometedoras sobre seu passado, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, faz uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (11).

— Todos os países irão respeitar mais os EUA, muito mais do que na administração anterior.

Trump também disse que agências de inteligência dos EUA podem ter vazado um dossiê com o que ele chamou de "notícias falsas" sobre como a Rússia tentou influenciar suas ações, e afirmou que as alegações são mentirosas.

— Não tenho ligações ou negócios com a Rússia, nem empréstimos. (...) É uma desgraça que agências de inteligência tenham permitido o vazamento informações falsas.

O republicano atacou dois veículos de comunicação por divulgarem alegações não confirmadas a respeito de seus laços com Moscou, mas elogiou outros repórteres por não repetirem a notícia.

"Acho que é uma desgraça que informação seja lançada", disse Trump a cerca de 250 repórteres reunidos no lobby de seu escritório em Nova York.

O dossiê, que surgiu na noite de terça-feira (10), foi noticiado inicialmente pela CNN. O BuzzFeed depois publicou elementos detalhados.

Trump gera nova polêmica ao falar de suposto dossiê russo sobre ele: "Estamos vivendo na Alemanha nazista?"

Em uma grave mudança de tom, o presidente eleito afirmou ainda que os russos podem estar por trás dos ataques cibernéticos contra o governo no ano passado.

— Eu acho que foi a Rússia, mas eu acho que não podemos focar em um país só porque tivemos muitas invasões de hackers de várias partes do mundo.

Segundo o magnata, "o comitê democrata estava aberto para ser invadido e o sistema deles é muito ruim. Eles tentaram sim entrar e invadir os computadores dos republicanos, mas não conseguiram, e temos que fazer isso pelo país".

O pronunciamento foi organizado um dia após o último discurso público de Barack Obama como presidente dos EUA. Na ocasião, Obama não só exaltou seus feitos como líder do país, como também aproveitou a oportunidade para alfinetar o futuro presidente, Donald Trump.

Trump, que toma possa em 20 de janeiro, propôs o banimento temporário da entrada de muçulmanos no país, a construção de um muro na fronteira com o México, a suspensão de um acordo global para enfrentar as mudanças climáticas e o desmantelamento do programa de saúde pública do governo Obama.

Obama deixou clara sua oposição a essas posições durante discursos de campanha para a candidata democrata derrotada por Trump na eleição de 2016, Hillary Clinton, mas tem adotado um tom mais conciliatório com Trump desde a vitória do republicano. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 23 de junho de 2017

11:58 - Suspensão de importação de carne pelos EUA não afeta aves e suínos, diz ABPA

Quinta, 22 de junho de 2017

15:33 - Trump diz que não tem gravações de suas conversas com ex-diretor do FBI

Quarta, 21 de junho de 2017

14:04 - Aeroporto dos EUA é evacuado após agente ser esfaqueado

Terça, 20 de junho de 2017

13:51 - Vazam na web dados pessoais de 60% da população dos EUA

Quarta, 14 de junho de 2017

14:51 - Funcionário abre fogo contra empresa e mata pelo menos 2

Terça, 13 de junho de 2017

11:30 - Nos EUA, epidemia das drogas levou a 900 mil detenções

09:38 - O resgate de uma mulher encontrada 'presa como um cachorro' em contêiner

Segunda, 12 de junho de 2017

15:11 - Tribunal de apelações dos EUA mantém veto a decreto anti-imigração de Trump

09:37 - Trump será processado por receber verbas do exterior em suas empresas

Sexta, 09 de junho de 2017

16:02 - Trump pode processar ex-diretor do FBI por 'mentir' em audiência


// leia também

Sábado, 24 de junho de 2017

09:59 - Política de Trump produz menos deportações e mais prisões de imigrantes

09:48 - Deslizamentos deixam pelo menos 120 desaparecidos na China

Sexta, 23 de junho de 2017

16:22 - Líderes da UE apoiam avanços em negociações comerciais com México e Mercosul

15:50 - Político republicano baleado em tiroteio de Virginia, nos EUA, deixa a UTI

14:47 - Rússia dispara mísseis contra Estado Islâmico na Síria

12:04 - Coreia do Norte nega que tenha torturado americano detido no país

09:00 - Ex-dona de casa onde Hitler nasceu luta contra desapropriação

08:57 - Polícia diz que incêndio em prédio residencial de Londres começou em um freezer

Quinta, 22 de junho de 2017

16:09 - França aprova polêmico projeto de lei antiterrorista

16:01 - Cerca de 5% da população mundial consumiu drogas em 2015, diz ONU


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 24/06/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/06/2017
0ea2206de2d809058fcdc883f395d97f anteriores




Indicadores Econômicos

Indicadores Agropecuário

Mais Lidas Enquete

Segundo a ONU a população mundial chegará a 8,6 bilhões até 2030, um aumento de 1 bilhão de pessoas em 13 anos.




waze

Logo_classifacil









Loja Virtual