Não tenho negócios com a Rússia, diz Trump em entrevista | Gazeta Digital

Quarta, 11 de janeiro de 2017, 14h29

mundo

Não tenho negócios com a Rússia, diz Trump em entrevista


R7

Depois de ter um início de ano tumultuado por boatos de que o governo russo teria informações comprometedoras sobre seu passado, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, faz uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (11).

— Todos os países irão respeitar mais os EUA, muito mais do que na administração anterior.

Trump também disse que agências de inteligência dos EUA podem ter vazado um dossiê com o que ele chamou de "notícias falsas" sobre como a Rússia tentou influenciar suas ações, e afirmou que as alegações são mentirosas.

— Não tenho ligações ou negócios com a Rússia, nem empréstimos. (...) É uma desgraça que agências de inteligência tenham permitido o vazamento informações falsas.

O republicano atacou dois veículos de comunicação por divulgarem alegações não confirmadas a respeito de seus laços com Moscou, mas elogiou outros repórteres por não repetirem a notícia.

"Acho que é uma desgraça que informação seja lançada", disse Trump a cerca de 250 repórteres reunidos no lobby de seu escritório em Nova York.

O dossiê, que surgiu na noite de terça-feira (10), foi noticiado inicialmente pela CNN. O BuzzFeed depois publicou elementos detalhados.

Trump gera nova polêmica ao falar de suposto dossiê russo sobre ele: "Estamos vivendo na Alemanha nazista?"

Em uma grave mudança de tom, o presidente eleito afirmou ainda que os russos podem estar por trás dos ataques cibernéticos contra o governo no ano passado.

— Eu acho que foi a Rússia, mas eu acho que não podemos focar em um país só porque tivemos muitas invasões de hackers de várias partes do mundo.

Segundo o magnata, "o comitê democrata estava aberto para ser invadido e o sistema deles é muito ruim. Eles tentaram sim entrar e invadir os computadores dos republicanos, mas não conseguiram, e temos que fazer isso pelo país".

O pronunciamento foi organizado um dia após o último discurso público de Barack Obama como presidente dos EUA. Na ocasião, Obama não só exaltou seus feitos como líder do país, como também aproveitou a oportunidade para alfinetar o futuro presidente, Donald Trump.

Trump, que toma possa em 20 de janeiro, propôs o banimento temporário da entrada de muçulmanos no país, a construção de um muro na fronteira com o México, a suspensão de um acordo global para enfrentar as mudanças climáticas e o desmantelamento do programa de saúde pública do governo Obama.

Obama deixou clara sua oposição a essas posições durante discursos de campanha para a candidata democrata derrotada por Trump na eleição de 2016, Hillary Clinton, mas tem adotado um tom mais conciliatório com Trump desde a vitória do republicano. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 19 de abril de 2018

10:18 - Trump deixa em aberto possibilidade de abandonar reunião com líder norte-coreano

Domingo, 15 de abril de 2018

13:00 - Ainda não nos retiramos da Síria e podemos voltar a atacar, diz Haley

Quinta, 12 de abril de 2018

10:10 - Nunca disse quando um ataque à Síria aconteceria, afirma Trump pelo Twitter

Quarta, 11 de abril de 2018

12:04 - Trump ameaça atacar Síria com mísseis e tem foco em comércio justo com China

12:00 - Síria reage a ameaças e diz que ataque dos EUA seria imprudente e irracional

Terça, 10 de abril de 2018

10:59 - Trump cancela viagem à América do Sul e será substituído por Pence

Sábado, 07 de abril de 2018

09:38 - Arizona e Texas enviam 400 soldados da Guarda Nacional à divisa com o México

Quarta, 04 de abril de 2018

10:30 - Nos Estados Unidos, mulheres cometem apenas 6% dos assassinatos múltiplos

Domingo, 01 de abril de 2018

10:35 - Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciam exercícios militares anuais

Sábado, 24 de março de 2018

14:30 - Estudantes dos EUA se mobilizam em 800 cidades em marcha contra armas


// leia também

Domingo, 22 de abril de 2018

15:30 - Governo sírio ataca para evacuar membros do Estado Islâmico

14:00 - Coreia do Norte pode libertar americanos detidos no país

11:43 - Número de mortos em atentado em Cabul sobe para 48

09:43 - China recebem bem interesse dos EUA de negociar

09:19 - Começa eleição geral no Paraguai

Sábado, 21 de abril de 2018

16:30 - Principal aliada da Coreia do Norte, China exalta suspensão nuclear

13:30 - Membro do Hamas é morto na Malásia, um dia após ameaça de Israel

12:30 - Rebeldes sírios deixam mais três cidades e governo assume regiões

09:34 - FBI oferece recompensa de US$ 1 mi por jornalista desaparecido na Síria

09:30 - Síria - EUA abandonaram Raqqa após vitória na cidade, dizem moradores


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 23/04/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 23/04/2018
341f42bd8a1ff7d0703a6e07e44980a2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual o maior desafio para a participação de mais mulheres na política?




Logo_classifacil









Loja Virtual