ONU insiste para que setor financeiro contribua no combate à mudança climática | Gazeta Digital

Segunda, 13 de novembro de 2017, 16h05

mundo

ONU insiste para que setor financeiro contribua no combate à mudança climática


Agência Brasil

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) insistiu nesta segunda-feira (13), durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 23), que está sendo realizada na Alemanha, para que o setor financeiro privado se envolva no combate às alterações no clima, de modo que os compromissos do Acordo de Paris sejam cumpridos. A informação é da EFE.

O responsável pela Iniciativa Financeira do Pnuma, Eric Usher, afirmou durante a COP23 que não é papel apenas da política e dos governos lidar com o "buraco financeiro" entre os fundos atualmente disponíveis e os necessários para manter o aumento das temperaturas globais abaixo dos dois graus em comparação com os níveis pré-industriais.

Reprodução

ONU insiste para que setor financeiro contribua no combate à mudança climática

"Necessitamos que todos os atores financeiros - públicos, privados, nacionais, internacionais -, assim como os mercados e os seus reguladores, trabalhem conjuntamente de forma efetiva para mobilizar pelo menos o US$ 1,5 trilhão necessário a cada ano", comentou Usher.

Oportunidade

O vice-presidente da Comissão Europeia (CE), Vladis Dombrovskis, disse que o desafio de conseguir investimentos para de "centenas de bilhões de euros" para o combate à mudança climática também é uma "oportunidade para a União Europeia".

Na opinião de Dombrovskis, o bloco poderia desta forma se transformar em um "ímã para o investimento ecológico e liderar o caminho da mobilização de financiamento público e privado para projetos sustentáveis".

De acordo com um comunicado do Pnuma, o progressivo aumento da ambição dos países para a redução das emissões de gases poluentes e o aumento das contribuições financeiras "devem ser vistos como um só desafio".

O comunicado afirma que o setor financeiro está "reconhecendo de forma majoritária onde e como a mudança climática apresenta riscos para os seus atuais investimentos", assim como "a necessidade de ajustar as suas bolsas apartando-se de ativos intensivos em CO2 para reduzir esse risco".

O financiamento da luta contra o aquecimento global é um dos principais problemas abordados na COP 23, pelo custo da transição para uma economia não contaminante e pela saída do Acordo de Paris anunciada pelos Estados Unidos, um dos maiores contribuintes até então. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 06 de janeiro de 2018

15:00 - ONU condena atentado em Cabul; total de mortos sobe para 15

Terça, 02 de janeiro de 2018

16:00 - Em mensagem para 2018, secretário-geral da ONU pede união dos povos

Quarta, 20 de dezembro de 2017

16:25 - Armas nucleares estão no topo de preocupações com paz e segurança, diz ONU

Terça, 19 de dezembro de 2017

15:22 - União Europeia tem urgência na implementação da Agenda 2030 na ONU

Quinta, 07 de dezembro de 2017

15:15 - Tiroteio em escola do Novo México deixa ao menos 3 mortos

Segunda, 04 de dezembro de 2017

10:21 - ONU quer recorde de US$ 22,5 bilhões para ajuda humanitária em 2018

Quarta, 29 de novembro de 2017

20:11 - Fórum denuncia genocídio de negros brasileiros a conselho da ONU

Sábado, 18 de novembro de 2017

09:48 - Conferência do clima deixa muito para 2018

Domingo, 12 de novembro de 2017

11:22 - Diretor de órgão ligado à ONU defende aumento da licença maternidade

Sexta, 10 de novembro de 2017

19:12 - Chefe da ONU anuncia ida à COP 23 e pede que mundo acelere ação climática


// leia também

Sábado, 20 de janeiro de 2018

16:30 - Chef francês Paul Bocuse morre aos 91 anos

14:30 - Macron diz que Reino Unido não pode manter acesso à UE se não aceitar regras

14:00 - Sevilla derrota Espanyol, sobe na tabela e já ameaça o Real Madrid

12:30 - Paralisação do governo federal americano é incomum, mas não inédita

11:49 - Trump completa um ano de Casa Branca com o governo paralisado

10:21 - Índia diz que Paquistão fez novos ataques na Caxemira

10:03 - Governo efetiva extradição e Guilherme Longo retorna ao Brasil

Sexta, 19 de janeiro de 2018

19:45 - Papa denuncia opressão de indígenas da Amazônia por interesses econômicos

16:46 - Presidente destituído da Catalunha insiste em governar de Bruxelas

13:44 - Suprema Corte decidirá sobre programa que protege imigrante ilegal


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 20/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 20/01/2018
8606faf6320fa3698f4313217276d306 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Algum novato, de fora da política, pode surpreender nas eleições para presidente da República?




Logo_classifacil









Loja Virtual