ONU quer recorde de US$ 22,5 bilhões para ajuda humanitária em 2018 | Gazeta Digital

Segunda, 04 de dezembro de 2017, 10h21

ONU quer recorde de US$ 22,5 bilhões para ajuda humanitária em 2018


Agência Brasil

As agências humanitárias da ONU vão precisar de um recorde de 22,5 bilhões para cobrir as necessidades humanitárias a nível global em 2018. Segundo as Nações Unidas, o valor será necessário para fazer chegar ajuda básica a 91 milhões de pessoas em maior vulnerabilidade. O apoio inclui alimentos, abrigo, cuidados de saúde, educação de emergência, proteção e de outro tipo. A informação é da ONU News.

O valor, anunciado no início deste mês, é US$ 300 milhões mais alto que o do ano passado. De acordo com a ONU, as necessidades continuarão em ‘níveis excepcionalmente altos‘ na Nigéria e no Sudão do Sul. E as crises de refugiados na Síria e no Iêmen provavelmente continuarão a ser as maiores do mundo.

A expectativa é que as necessidades diminuam em vários países, mas ainda não de forma significativa. Nesse grupo estão o Afeganistão, a Etiópia, o Iraque, o Mali e a Ucrânia. Por outro lado, deveráá crescer de forma substancial o nível de carências em países como Burundi, Camarões, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Líbia e Somália.

Conflitos prolongados

As Nações Unidas estimam que 136 milhões de pessoas precisem de ajuda humanitária e de proteção em todo o mundo devido a conflitos prolongados, desastres naturais, epidemias e deslocamentos. O subsecretário-geral para os Assuntos Humanitários da ONU, Mark Lowcock, disse que entidades do setor só podem responder às crescentes necessidades com o apoio generoso dos doadores.

O também coordenador da Assistência de Emergência das Nações Unidas acrescentou que investir em planos de resposta coordenada é uma escolha sólida porque ‘oferece resultados tangíveis e mensuráveis, e tem um histórico comprovado de sucesso‘.

Em 2017, as agências humanitárias prestaram atendimento a dezenas de milhões de pessoas necessitadas, poupando milhões de vidas. Até o final de novembro, os doadores forneceram quase US$ 13 bilhões, considerado um valor recorde de financiamento para planos de resposta humanitária.

A ONU destaca que grupos de auxílio e doadores ajudaram a evitar a fome no Sudão do Sul, na Somália, no nordeste da Nigéria e no Iêmen, além de se terem mobilizado mais para oferecer assistência rápida aos refugiados rohingya que fugiram da violência em Mianmar. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 06 de janeiro de 2018

15:00 - ONU condena atentado em Cabul; total de mortos sobe para 15

Terça, 02 de janeiro de 2018

16:00 - Em mensagem para 2018, secretário-geral da ONU pede união dos povos

Quarta, 20 de dezembro de 2017

16:25 - Armas nucleares estão no topo de preocupações com paz e segurança, diz ONU

Terça, 19 de dezembro de 2017

15:22 - União Europeia tem urgência na implementação da Agenda 2030 na ONU

Quinta, 07 de dezembro de 2017

15:15 - Tiroteio em escola do Novo México deixa ao menos 3 mortos

Quarta, 29 de novembro de 2017

20:11 - Fórum denuncia genocídio de negros brasileiros a conselho da ONU

Sábado, 18 de novembro de 2017

09:48 - Conferência do clima deixa muito para 2018

Segunda, 13 de novembro de 2017

16:05 - ONU insiste para que setor financeiro contribua no combate à mudança climática

Domingo, 12 de novembro de 2017

11:22 - Diretor de órgão ligado à ONU defende aumento da licença maternidade

Sexta, 10 de novembro de 2017

19:12 - Chefe da ONU anuncia ida à COP 23 e pede que mundo acelere ação climática


// leia também

Sábado, 20 de janeiro de 2018

16:30 - Chef francês Paul Bocuse morre aos 91 anos

14:30 - Macron diz que Reino Unido não pode manter acesso à UE se não aceitar regras

14:00 - Sevilla derrota Espanyol, sobe na tabela e já ameaça o Real Madrid

12:30 - Paralisação do governo federal americano é incomum, mas não inédita

11:49 - Trump completa um ano de Casa Branca com o governo paralisado

10:21 - Índia diz que Paquistão fez novos ataques na Caxemira

10:03 - Governo efetiva extradição e Guilherme Longo retorna ao Brasil

Sexta, 19 de janeiro de 2018

19:45 - Papa denuncia opressão de indígenas da Amazônia por interesses econômicos

16:46 - Presidente destituído da Catalunha insiste em governar de Bruxelas

13:44 - Suprema Corte decidirá sobre programa que protege imigrante ilegal


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 20/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 20/01/2018
8606faf6320fa3698f4313217276d306 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Algum novato, de fora da política, pode surpreender nas eleições para presidente da República?




Logo_classifacil









Loja Virtual