Senadores centristas se reúnem para debater paralisação do governo nos EUA | Gazeta Digital

Segunda, 22 de janeiro de 2018, 10h18

impasse

Senadores centristas se reúnem para debater paralisação do governo nos EUA


Legisladores norte-americanos trabalhavam neste domingo para romper o impasse que paralisou o governo federal. Um grupo de senadores centristas de ambos os partidos se reuniu na tentativa de traçar uma solução. À medida que as horas passavam, as pressões aumentavam em ambos os lados.

Sem um acordo na noite de domingo, o jogo de culpa que os democratas e os republicanos realizaram todo o fim de semana provavelmente se intensificaria, disseram os legisladores. ‘Estou realmente preocupada sobre a direção disso, porque ficará mais perverso em termos de retórica‘, disse a senadora Lindsey Graham (Republicanos, Carolina do Sul), prevendo que os efeitos da paralisação atingiriam ambos os partidos.

Os Democratas, que controlam votos suficientes no Senado para bloquear a legislação que financia o governo, tentaram usar seu poder para forçar um acordo que regularize a situação dos 690 mil jovens beneficiados pelo DACA, o programa do ex-presidente Barack Obama que suspendeu a deportação de imigrantes ilegais levados aos EUA quando eram criança. Os republicanos dizem que os democratas fizeram com que as operações básicas do governo dependam da ajuda a uma pequena fatia de residentes dos EUA.

O grupo bipartidário de senadores disse que espera chegar a um acordo sobre um quadro que exigiria do Senado a votação de uma lei de imigração no início de fevereiro, como parte de uma proposta para reabrir o governo. ‘Então, temos que ter em mente uma maneira de assegurar que a Câmara sinta a necessidade de abordar o problema também‘, disse o senador Dick Durbin (Democratas, Illinois).

Mas os líderes do Partido Republicano pareciam relutantes em se comprometer com quaisquer medidas que amarrassem o líder da maioria do Senado Mitch McConnell (Republicanos, Kentucky). ‘Passar a agenda aos democratas que acabaram de paralisar o governo não faz sentido para mim. Parece que incentiva o mau comportamento‘, disse John Cornyn (Republicanos, Texas) a repórteres. ‘Eu acho que o líder precisa da flexibilidade para descobrir o tempo e o veículo‘ de qualquer votação sobre uma lei de imigração, afirmou.

McConnell falou com o líder da Minoria do Senado, Chuck Schumer (Democratas, Nova York), no fim do domingo, e os assessores esperavam que as discussões continuassem.

O Partido Republicano tem pressionado para reabrir o governo com um projeto de gastos de três semanas, mas os Democratas não concordaram com isso sem um caminho para os jovens do Daca. Schumer disse que fez concessões significativas a Trump, incluindo oferecer financiamento para construir um muro ao longo da fronteira com o México, mas que o presidente rejeitou a proposta. Ele exortou os republicanos a entrar em acordo com os democratas. ‘Um partido que controla a Câmara, o Senado e a presidência prefere sentar-se e apontar culpados do que arregaçar as mangas e governar‘.

A Casa Branca contesta a visão de Schumer. ‘A memória do senador Schumer é nebulosa porque seu relato da reunião de sexta-feira é falso‘, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, no domingo. ‘E a posição do presidente é clara: não negociaremos o status de imigrantes ilegais enquanto o senador Schumer e os democratas fizerem o governo para milhões de norte-americanos e nossas tropas refém.‘

No domingo, grande parte da atividade do Senado centrou-se no grupo bipartidário de senadores trabalhando para criar um compromisso. Graham disse que McConnell deixou claro que a imigração seria uma das questões que considerariam quando o governo for reaberto. Mas Graham disse que esperava obter uma promessa de McConnell de que ele traria uma lei de imigração para o Senado no início de fevereiro. ‘Eu acho que isso seria suficiente para muitas pessoas‘, disse Graham a repórteres.

McConnell havia dito que ele apresentaria uma legislação de imigração somente se tivesse o apoio de Trump. Mas os senadores republicanos disseram que ele estaria disposto a apresentar uma proposta mesmo sem o aval de Trump. Trump até agora não apoiou nenhuma legislação específica para os jovens imigrantes.

McConnell ameaçou realizar a próxima votação no projeto de lei de gastos de três semanas à 1h de segunda-feira, mas ela pode ocorrer antes ou depois, se houver acordo para tanto.

Enquanto isso, Trump falou com o líder da maioria da Câmara Kevin McCarthy (Republicanos, Califórnia) e com Cornyn, disse Sanders. Se o Senado aprovar o projeto de gastos de três semanas, espera-se que ele passe também Câmara, segundo os legisladores.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 20 de fevereiro de 2018

16:49 - Suprema Corte dos EUA rejeita dois recursos de defensores de armas

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

13:00 - Lavrov chama indiciamento no caso das eleições dos EUA de 'conversa fiada'

09:35 - Ministro alemão critica slogan de Trump e pede cooperação entre UE e EUA

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

15:27 - Trump pede a senadores criação de 'sistema de imigração baseado em méritos'

Terça, 13 de fevereiro de 2018

12:00 - EUA advertem UE contra protecionismo no mercado de defesa

11:06 - Senadores preveem embate duro sobre projeto de imigração nos EUA

Segunda, 12 de fevereiro de 2018

16:32 - Washington não vai mais ser empecilho, diz Trump sobre plano de infraestrutura

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

16:08 - Trump defende secretário afastado por acusação de agredir ex-esposas

15:06 - Trump assina Orçamento e exalta verbas militares dos EUA

Quarta, 07 de fevereiro de 2018

16:19 - Líderes no Senado dos EUA anunciam acordo de 2 anos para orçamento


// leia também

Domingo, 25 de fevereiro de 2018

13:30 - Coreia do Norte considera novas sanções americanas 'um ato de guerra'

11:24 - França impediu dois ataques terroristas desde o início do ano, diz ministro

11:22 - Casa Branca considera formas para Trump testemunhar perante Mueller

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

16:00 - Empresas cortam relações com associação de rifles dos EUA

10:30 - Ataques perto de Damasco, na Síria, deixam três mortos e mais de dez feridos

09:17 - Onda de ataques no Afeganistão deixa ao menos 25 mortos

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

18:00 - Conama não estipula prazo para despoluição de ar no Brasil

16:37 - OEA condena convocação de eleições na Venezuela

16:29 - Cientistas alemães conseguem avanços na luta contra a malária

10:37 - Estudante com sonambulismo entra em escola de madrugada e chama a polícia


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 25/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 25/02/2018
39b9c063e83a7a7ffb2f5dc9ad998ca8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Segundo pesquisa, 67% apoiam intervenção na área de segurança pública em suas cidades




Logo_classifacil









Loja Virtual