Massacre da Flórida poderia ter sido ainda mais grave, afirma polícia | Gazeta Digital

Quarta, 28 de fevereiro de 2018, 09h56

Tragédia

Massacre da Flórida poderia ter sido ainda mais grave, afirma polícia


R7

O massacre da Flórida, que nesta quarta-feira (28) completa duas semanas, poderia ter sido ainda mais grave. A informação foi divulgada na terça-feira pela CNN, que a recebeu de uma fonte na polícia do condado de Broward.

Segundo o policial, o estudante Nikolas Cruz, 19, responsável pelo tiroteio, disparou menos da metade das balas que levou para dentro da escola secundária Marjory Stoneman Douglas.

Parada inexplicável

Reprodução

A polícia de Broward encontrou diversos cartuchos deixados por Cruz dentro da escola, com cerca de 180 balas não disparadas. Durante o massacre, ele disparou por volta de 150 tiros.

Segundo o relato do policial à CNN, todos os cartuchos encontrados, usados e não usados, teriam suásticas desenhadas. A rede não conseguiu confirmar a informação.

Os policiais não sabem dizer o motivo que levou o adolescente a parar de atirar, mas ele largou seu rifle AR-15 no local e se misturou aos demais estudantes que deixavam a escola, para escapar.

A investigação também encontrou marcas em uma das janelas que mostram que Cruz pode ter tentado quebrar o vidro, possivelmente para disparar nas pessoas que estavam do lado de fora. Mas o vidro, mais resistente para suportar os furacões que são comuns na Flórida, não se quebrou.

Pergunta salvadora

Na terça-feira, o depoimento de um dos socorristas que chegaram para atender as vítimas do tiroteio chamou a atenção. Uma decisão acertada do bombeiro Laz Ojeda salvou a vida de uma aluna que poderia ter sido a 18ª vítima fatal do massacre.

Ojeda chegou à escola na terceira ambulância, e ficou responsável pela aluna Maddy Wilson. Ao atendê-la, recebeu dos colegas a informação de que ela teria 15 anos de idade.

A adolescente estava em choque, recebera pelo menos três tiros, perdera muito sangue e quase não respirava. A instrução que os socorristas receberam era para levar os pacientes mais novos para o hospital Central de Broward, que tem uma ala infantil, mas fica a quase 50 quilômetros da escola.

Ojeda achou que a menina parecia mais velha e conseguiu acordá-la por um instante e fazer com que ela respondesse a idade: 17 anos. Com isso, pediu para o motorista da ambulância mudar a rota para um hospital que ficava a apenas 15 quilômetros.

Segundo os médicos que atenderam Maddy, a decisão salvou a vida da adolescente. Mesmo chegando em um estado de saúde bem delicado, ela pôde se recuperar bem e já está em casa.

"Eu só quero dizer que sou muito grata por estar aqui, e isso não seria possível sem os policiais, os socorristas e esses médicos incríveis", disse a adolescente, durante a coletiva de imprensa.

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 16 de junho de 2018

15:00 - EUA e China iniciam guerra comercial, assustam mercados e derrubam Bolsas

14:30 - Empresas dos EUA criticam barreiras de Trump

12:30 - Trump defende muro na fronteira e critica democratas por lei de imigração

Domingo, 10 de junho de 2018

18:30 - Trump se recusa a apoiar declaração do G-7 após ter endossado comunicado

Quinta, 07 de junho de 2018

10:47 - Trump forçou Coreia do Norte a implorar por reunião, afirma Giuliani

Quarta, 06 de junho de 2018

11:06 - Trump recebe premiê do Japão nesta quinta-feira, com Coreia do Norte em pauta

Segunda, 04 de junho de 2018

11:14 - Como foi a formatura dos sobreviventes de Parkland

Terça, 29 de maio de 2018

09:15 - Trump confirma ida de representante da Coreia do Norte aos EUA

Domingo, 27 de maio de 2018

10:15 - Trump recebe americano que estava preso na Venezuela

Quinta, 17 de maio de 2018

10:22 - Trump acusa Obama de ter infiltrado espião na campanha eleitoral


// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

15:51 - Líderes do Mercosul assinam declaração para pressionar a Venezuela

09:30 - Nova geração chega para governar com todos, diz novo presidente da Colômbia

09:19 - Voo de Dublin a Ibiza desvia de rota por causa de passageiros bêbados

Domingo, 17 de junho de 2018

15:19 - Gol contra a Alemanha causa 'terremoto artificial' na Cidade do México

13:30 - Taxista que atropelou oito pessoas em Moscou diz que dormiu ao volante

13:00 - Papa pede países europeus protejam os forçados a deixar seus países

11:26 - Mais de 600 refugiados desembarcam em Valência

11:09 - Tiroteio termina com suspeito morto e 20 feridos nos EUA

Sábado, 16 de junho de 2018

18:30 - Trump defende lei mais rigorosa na imigração contra gangues e ataca democratas

18:00 - Casos de corrupção expõem autoridades da Espanha e de Portugal


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 18/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 18/06/2018
4e47432e5d7c10f8cc440c97a233c10f anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Reino Unido firma pacto com empresas para reduzir uso de plástico e poluição




Logo_classifacil









Loja Virtual