Sábado, 01 de novembro de 2003, 03h00

VIOLÊNCIA

Mais um dia violento no Rio deixa cinco mortos

Rio de Janeiro/AE


Cinco pessoas morreram e dez ficaram feridas na noite de quinta-feira e na madrugada de ontem, na zona norte do Rio. Na Avenida Brasil, um tiroteio entre policiais militares e traficantes provocou a morte de duas pessoas e ferimentos em outras quatro. Em Brás de Pina, seis pessoas, incluindo uma criança de seis anos, foram atingidas por balas perdidas na entrada da favela do Quitungo. Em Madureira, um casal foi assassinado na porta de casa e, na Abolição, bandidos mataram a tiros um motoboy.

O confronto mais violento ocorreu na Avenida Brasil, por volta de 21 horas de quinta-feira. Um grupo de rapazes passava em um Golf e um Passat pela via, na pista sentido zona oeste, quando o pneu de um deles furou perto da favela Vila do João. Eles pediram auxílio a policiais militares do Batalhão de Vias Especiais (BPVE), que, quando chegaram, foram recebidos a tiros. Durante o tiroteio, os PMs Frankilande Bezerra Mariano, de 26 anos, e Joel Alves Silva, de 25, foram atingidos. Eles não correm risco de morte. Os disparos perfuraram o ônibus da linha 378 (Marechal Hermes/ Praça 15). Quatro passageiros foram baleados. Monique Veiga Nascimento e Alan Lage Matos, ambos com 26 anos, morreram hoje no Hospital Geral de Bonsucesso, na zona norte. As outras duas pessoas já deixaram o hospital.

Um jovem que estava em um dos carros disse que a ação foi muito rápida. "Eu estava indo ao borracheiro e os bandidos já saíram atirando. Os policiais trocaram tiros e um deles foi atingido perto de mim." Seis pessoas, inclusive o menino E.M.S., de 6 anos, também foram vítimas de bala perdida.



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Segunda, 01 de setembro de 2014

16:24 - ANA reduz vazão de barragem no rio Paraíba do Sul

16:23 - Morre o arquiteto e designer Sergio Rodrigues

16:21 - ANS aplica mais de R$ 3,4 mi em multas a planos de saúde

15:49 - Operadoras de saúde devolvem R$ 184 mi ao SUS em 2014

12:45 - Meninas entre 11 e 13 anos devem receber 2ª dose

12:18 - Interior de SP busca água em lagos e cavas

11:55 - Falta interesse de professor por carreira

11:37 - Empresário morre após se jogar de carro

Domingo, 31 de agosto de 2014

12:39 - Caixa eletrônico terá multibiometria

12:28 - 'O grito de socorro não foi ouvido', diz avó


 ver todas as notícias
Terça, 02/09/2014
 

ao vivo
Carregando o player...

Fogo Cruzado
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • rss
Rádios ao Vivo
  • cbn
  • cbn
Destaques TV Record
ao vivo
Enquete

As tornozeleiras eletrônicas e botões de alerta vão ajudar a diminuir a violência doméstica?


Logo_classifacil