Mosquito transgênico contra dengue será levado para Juiz de Fora | Gazeta Digital

Terça, 11 de julho de 2017, 12h05

Mosquito transgênico contra dengue será levado para Juiz de Fora


Estadao

O programa de controle do Aedes aegypti com o uso de mosquitos geneticamente modificados, desenvolvido em Piracicaba, interior de São Paulo, será levado para Juiz de Fora, em Minas Gerais.

A prefeitura da cidade mineira assinou nesta terça-feira, 11, contrato com a empresa Oxitec, detentora do método, para iniciar o projeto em três bairros urbanos.

Juiz de Fora enfrentou grave epidemia de dengue em 2016, com mais de 18 mil casos confirmados e 48 mortes, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. A doença é passada pelo Aedes selvagem, que transmite também zika, chikungunya e pode transmitir febre amarela. O Aedes transgênico impede a reprodução do parente selvagem e reduz a população do transmissor.

De acordo com o prefeito Bruno Siqueira (PMDB), o programa vai custar cerca de R$ 60 mil mensais, mas serão usados recursos repassados pelo Ministério da Saúde para ações contra a dengue.

‘Vamos começar pelos bairros Monte Castelo, Santa Luzia e Olavo Costa, onde tivemos uma incidência maior de casos no ano passado. Nesses locais vivem cerca de 10 mil pessoas, mas o plano é estender a outras regiões que também foram críticas, abrangendo cerca de 50 mil moradores‘, disse.

A cidade tem 559 mil habitantes e, segundo o prefeito, a expectativa é de que o programa reduza o risco de nova epidemia. ‘Sabemos que ainda existem muitos focos de larvas na cidade.‘

Os mosquitos transgênicos, produzidos na fábrica da Oxitec em Piracicaba, serão levados ainda na fase de pupas para um posto avançado que a empresa vai instalar na cidade mineira. Assim que se tornarem adultos, os machos serão soltos nas casas da área tratada.

O início da soltura deve acontecer em três meses. Nesse período, agentes de saúde da prefeitura e técnicos da empresa visitarão os moradores para explicar o projeto. O macho transgênico, registrado com o nome de Aedes do Bem, procura a fêmea selvagem para a reprodução e transmite à descendência um gene autolimitante que leva os filhotes à morte prematura. Um marcador fluorescente permite que eles sejam identificados em laboratório, possibilitando o monitoramento do programa.

Em Piracicaba, o programa teve início em 2015 e, a partir de 2016, reduziu em mais de 80% a população do Aedes no bairro Cecap/Eldorado, o primeiro a ser tratado. A redução aconteceu também no bairro São Judas e na região central da cidade, onde os mosquitos transgênicos passaram a serem soltos no ano passado.

A Oxitec informou ter recebido a liberação comercial da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) para fazer projetos com o Aedes transgênico em todo o País. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 12 de abril de 2018

09:42 - Vacina contra dengue atrasa e fica para 2019; queda de casos prejudica pesquisa

Domingo, 17 de dezembro de 2017

08:12 - Terreno baldio é ocupado por entulhos e preocupa moradores

Quinta, 30 de novembro de 2017

11:15 - Vacina antidengue traz riscos para quem nunca contraiu o vírus

Terça, 28 de novembro de 2017

18:40 - 38% das cidades estão em risco ou alerta para dengue, zika e chikungunya

Domingo, 22 de outubro de 2017

09:22 - Governo Federal inicia semana nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti

Segunda, 15 de maio de 2017

16:49 - Mato Grosso registra média incidência de dengue

Sexta, 05 de maio de 2017

10:50 - Dengue faz 51 vítimas por dia em Mato Grosso

Quarta, 29 de março de 2017

09:04 - Vacina brasileira da dengue não deve chegar aos postos do SUS antes de 2020

Sexta, 03 de março de 2017

11:20 - Clube abandonado vira criadouro do Aedes aegypti - Veja vídeo

Segunda, 30 de janeiro de 2017

15:16 - 18 municípios são considerados de risco em MT


// leia também

Sexta, 22 de junho de 2018

19:52 - Greenpeace assume ter deixado mala com alarme em comissão da Câmara

19:41 - ONU Mulheres condena assédio promovido por brasileiros na Rússia

18:41 - MEC quer adiar ampliação do tempo de formação de professor

08:20 - Prazo para matrícula e lista de espera no Sisu começa hoje

08:12 - Justiça não vê uso de criança no tráfico como trabalho infantil

Quinta, 21 de junho de 2018

15:53 - MPF vai investigar brasileiros que assediaram mulher na Rússia

14:45 - Surto de toxoplasmose no RS tem origem na água, diz ministro

12:29 - Desmatamento no Cerrado recua, mas em 7 anos é 60% maior que perda da Amazônia

10:39 - Ministério da Educação e FNDE fazem pesquisa sobre transporte escolar

10:16 - Forças Armadas bloqueiam vias e revistam pessoas em operação no RJ


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 23/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 23/06/2018
00cd1afd8757c6b9bf1a877a182fcfcc anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que os eleitores vão depositar nas urnas em outubro?




Logo_classifacil









Loja Virtual