Cadastro de empresas para informatização do SUS estará disponível | Gazeta Digital

Sexta, 11 de agosto de 2017, 21h00

em 30 dias

Cadastro de empresas para informatização do SUS estará disponível


Agência Brasil

Uma lista de empresas cadastradas para atuar na informatização das unidades de saúde estará disponível para prefeitos de todo o país em cerca de 30 dias, informou nesta sexta-feira (11) o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Ele disse que mais de 120 empresas compareceram à audiência pública sobre o tema e que um cadastro ficará permanentemente aberto para que novas empresas se candidatem a prestar o serviço.

Barros visitou unidades de saúde na Baixada Fluminense e disse que a União vai dividir os custos da informatização com os municípios. No caso daqueles que já adotam essas práticas, o governo federal vai dar uma contrapartida para auxiliar no compartilhamento das informações.

"Importa para o ministério a informação. Saber tudo o que acontece na saúde e garantir aos brasileiros o prontuário eletrônico, que vai economizar muito recurso, por não repetir exames, consultas e entregas de medicamentos", disse Barros. "Tudo vai estar no prontuário eletrônico do cidadão."

A União também vai ser responsável pelo cadastro das empresas que poderão ser contratadas, e os municípios deverão escolher a prestadora de serviço, instalar conectividade e equipamentos e treinar os servidores.

Além da instalação do prontuário eletrônico, a informatização busca o registro da biometria dos usuários e servidores públicos do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo do ministério é monitorar o cumprimento da jornada de trabalho dos profissionais e facilitar o acesso deles às informações sobre pacientes.

Sobre os médicos do SUS, Barros estimou que, se os 67 mil profissionais cumprissem 24 horas semanais de consultas, com duração de 15 minutos, o número de consultas dobraria. "Não é esforço nenhum. é só cumprir o contrato de concurso público que foi feito com a comunidade, que é o patrão de todos nós, servidores públicos", disse ele, que reconheceu que será necessário "remunerar melhor" os profissionais.

Baixada Fluminense

O ministro participou hoje de uma solenidade no Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, em Nilópolis, para marcar o repasse de R$ 15 milhões para ampliação da unidade. A prefeitura estima que as obras sejam contratadas ainda neste ano.

Com a obra, o hospital deve ganhar serviço especializado de obstetrícia, cirurgia eletiva e retaguarda clínica para urgências e emergências.

Barros visitou também as obras do Hospital do Olho, em Duque de Caxias, e o Hospital Municipal de Nova Iguaçu, mais conhecido como Hospital da Posse.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

11:51 - Município é condenado a reformar unidade de saúde do Jardim Leblon

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

12:20 - Hospital Femina passa por obras e entrada agora é pelo estacionamento

11:55 - Brasil confirma caso de sarampo após 3 anos sem a doença

Terça, 20 de fevereiro de 2018

08:54 - Em 15 anos, governo federal retém R$ 31 bilhões em gastos para saúde

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

16:30 - Preconceito e desinformação dificultam combate ao alcoolismo

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

11:38 - MPF investiga irregularidades em obra milionária do Hospital Júlio Müller

Segunda, 12 de fevereiro de 2018

11:28 - Juíza condena Prefeitura a manter farmácias das policlínicas abertas

08:00 - Associação chama diabéticos de MT para fazer cadastramento

07:30 - Liminar proíbe que empresas suspendam serviços em unidades de saúde

Quinta, 08 de fevereiro de 2018

08:49 - Após 20 anos de impasse, STF decide polêmica sobre reembolso de planos ao SUS


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

09:03 - Uso da água e desigualdade na oferta precisam ser discutidas, diz especialista

08:51 - Pessoa com deficiência pode pedir pela internet gratuidade em viagens

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

21:00 - Secretário de segurança de SP diz que intervenção no Rio não deve afetar estado

20:00 - Gol não pode cobrar marcação de assento de pessoas com necessidade especial

19:00 - Dinheiro da corrupção, recuperado pela Lava Jato, no Rio, vai reformar escolas

17:30 - Volkswagen do Brasil vai exportar peças de carro para fábrica na Alemanha

17:23 - Brasil não precisa de candidatos 'voluntaristas', diz Meirelles

14:44 - Jovem é espancada e enforcada no dia do aniversário de 18 anos

14:35 - Soldados do Exército fotografam moradores de favelas para checar antecedentes

11:48 - Chefe do PCC na Baixada Santista é morto a tiros em SP


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 24/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/02/2018
116961967de356eee6ddd02c7d0c8fb3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual