Cadastro de empresas para informatização do SUS estará disponível | Gazeta Digital

Sexta, 11 de agosto de 2017, 21h00

em 30 dias

Cadastro de empresas para informatização do SUS estará disponível


Agência Brasil

Uma lista de empresas cadastradas para atuar na informatização das unidades de saúde estará disponível para prefeitos de todo o país em cerca de 30 dias, informou nesta sexta-feira (11) o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Ele disse que mais de 120 empresas compareceram à audiência pública sobre o tema e que um cadastro ficará permanentemente aberto para que novas empresas se candidatem a prestar o serviço.

Barros visitou unidades de saúde na Baixada Fluminense e disse que a União vai dividir os custos da informatização com os municípios. No caso daqueles que já adotam essas práticas, o governo federal vai dar uma contrapartida para auxiliar no compartilhamento das informações.

"Importa para o ministério a informação. Saber tudo o que acontece na saúde e garantir aos brasileiros o prontuário eletrônico, que vai economizar muito recurso, por não repetir exames, consultas e entregas de medicamentos", disse Barros. "Tudo vai estar no prontuário eletrônico do cidadão."

A União também vai ser responsável pelo cadastro das empresas que poderão ser contratadas, e os municípios deverão escolher a prestadora de serviço, instalar conectividade e equipamentos e treinar os servidores.

Além da instalação do prontuário eletrônico, a informatização busca o registro da biometria dos usuários e servidores públicos do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo do ministério é monitorar o cumprimento da jornada de trabalho dos profissionais e facilitar o acesso deles às informações sobre pacientes.

Sobre os médicos do SUS, Barros estimou que, se os 67 mil profissionais cumprissem 24 horas semanais de consultas, com duração de 15 minutos, o número de consultas dobraria. "Não é esforço nenhum. é só cumprir o contrato de concurso público que foi feito com a comunidade, que é o patrão de todos nós, servidores públicos", disse ele, que reconheceu que será necessário "remunerar melhor" os profissionais.

Baixada Fluminense

O ministro participou hoje de uma solenidade no Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, em Nilópolis, para marcar o repasse de R$ 15 milhões para ampliação da unidade. A prefeitura estima que as obras sejam contratadas ainda neste ano.

Com a obra, o hospital deve ganhar serviço especializado de obstetrícia, cirurgia eletiva e retaguarda clínica para urgências e emergências.

Barros visitou também as obras do Hospital do Olho, em Duque de Caxias, e o Hospital Municipal de Nova Iguaçu, mais conhecido como Hospital da Posse.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 19 de outubro de 2017

08:05 - Bancada reduz emenda da saúde e 'prejudica' entrega de Pronto-Socorro

Quarta, 18 de outubro de 2017

16:59 - Funcionários da saúde protestam por salários atrasados no Rio

13:10 - Liminar que proíbe enfermeiros de pedirem exames agrava caos na saúde

09:16 - Bancada federal destina R$ 50 milhões para saúde em MT

Terça, 17 de outubro de 2017

09:34 - Planos rejeitam até 30% das indicações de cirurgia após reavaliação médica

Segunda, 16 de outubro de 2017

09:22 - MPE requer em ação que Estado repasse mais de um milhão a hospital

Domingo, 15 de outubro de 2017

15:30 - Hospital alerta sobre necessidade de vacinar contra sarampo e rubéola

Sexta, 13 de outubro de 2017

08:24 - Governo libera 1ª parcela da ajuda voluntária aos hospitais filantrópicos

08:20 - Estado assume gestão do Hospital Regional em Cáceres

Quarta, 11 de outubro de 2017

15:23 - SUS vai distribuir insulina mais moderna a crianças e adolescentes com diabetes


// leia também

Quinta, 19 de outubro de 2017

17:38 - Parque da Chapada dos Veadeiros volta a fechar por causa de focos de incêndio

17:34 - Auditores protestam contra portaria que altera combate ao trabalho escravo

17:30 - Inep faz simulação de logística para recebimento de respostas do Enem

14:47 - Lideranças indígenas pedem ao MEC mais recursos para educação nas aldeias

14:36 - Candidatos podem consultar local onde farão o Enem a partir de amanhã

11:58 - Idoso de 76 anos que recusou vacina morre por febre amarela em Itatiba

11:55 - STF julga hoje proibição de cigarros com aroma e sabor

09:17 - Operação contra o tráfico e crime organizado mobiliza 320 policiais em São Paulo

09:11 - Falta de vontade política no Brasil impede controle de armas do tráfico

Quarta, 18 de outubro de 2017

21:10 - Ministro do STJ manda soltar filho de Fernandinho Beira-Mar


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 20/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 20/10/2017
2b95336a644f97d5c7b35708aef8fdfb anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Prefeito Emanuel Pinheiro tenta garantir, em Brasília, recursos para os 300 anos de Cuiabá.




Logo_classifacil









Loja Virtual