Denatran alerta que 85% dos recalls em airbags não foram feitos | Gazeta Digital

Segunda, 13 de novembro de 2017, 13h14

Denatran alerta que 85% dos recalls em airbags não foram feitos


Agência Brasil

O airbag dos veículos automotivos vendidos no Brasil é o componente que mais tem apresentado problemas que resultaram na necessidade de se fazer campanhas de recall. No entanto, 84% dos mais de 2,2 milhões de veículos que se encontram nessa situação não o fizeram, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

De acordo com o diretor do Denatran, Elmer Coelho Vicenzi, 85% dos recalls dirigidos a veículos automotivos podem causar lesões. No caso das motos, acrescentou, 60% dos problemas identificados implicam em risco de queda. “No caso dos airbags, apenas 16% dos recalls foram atendidos. Isso significa que 84% desses veículos estão andando pelas ruas com seus airbags defeituosos”, informou Vicenzi nesta segunda-feira (13) após participar do programa Por Dentro do Governo, na TV NBR. O programa é produzido e coordenado pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, com a participação de emissoras de rádio de todo o país.

Os números citados pelo diretor constam do Boletim Recall. O documento mostra que, entre 2013 e junho de 2016, o airbag foi o componente mais afetado pelas campanhas de recall. Ele representa mais de um quarto (26%) dos componentes que apresentaram problemas. No período foram, ao todo, 60 pedidos de recall em airbags. O problema afetou mais de 2,2 milhões de veículos. Em segundo lugar ficaram os freios, com 17% do total de componentes defeituosos responsáveis por pedidos de recall; em seguida, o sistema de combustível (16%); motor (11%); problemas na direção (9%); e cinto de segurança (7%).

Em parte, a ineficiência das campanhas de recall se deve à dificuldade de o consumidor saber se seu veículo está entre os que tiveram o chassi informado nas campanhas. A fim de dar mais eficiência a essas campanhas, o governo pretende fazer uma parceria com as empresas do setor, a fim de fornecer “apenas para essa finalidade” o nome e o endereço do proprietário do veículo que precisa passar por recall. “Vamos fiscalizar o recall para garantir que o uso dessa informação está restrito a esse serviço”, garantiu o diretor do Denatran.

O diretor recomenda que os consumidores recorram ao site do Denatran para saber se o seu veículo precisa passar por algum ajuste. “Tem uma área do site onde ele pode digitar o número do chassi para ver se há algum recall pendente”, acrescentou Vicenzi.

Recall é um chamado público feito pelas empresas quando um produto ou serviço apresenta um defeito que coloque em risco a saúde e a segurança do consumidor. O objetivo é corrigir problemas e prevenir acidentes. A medida está prevista no artigo 10º do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Semáforos sonoros

Durante a entrevista à TV NBR, Vicenzi disse que o Brasil está padronizando os semáforos sonoros, dirigidos a pedestres com deficiência visual. Ele explica que essa falta de padronização dificulta a autonomia das pessoas com deficiência, porque cada parte do país tem uma padronização diferente.

“Será uma padronização única nacional e passará por campanhas educativas. A ideia é que, ao segurar por mais de 3 segundos o botão do sinal, ele, ao ficar verde [para o pedestre] emita um sinal sonoro que vai diminuindo, de forma à pessoa saber que o tempo [para a travessia] está encerrando”, explicou o diretor.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 15 de janeiro de 2018

12:43 - Falta de CNH não presume culpa de condutor em acidente, decide TJ

Sexta, 12 de janeiro de 2018

10:46 - Mato Grosso registra queda no número de acidentes de trânsito

Sexta, 05 de janeiro de 2018

16:56 - Cuiabá terá trânsito bloqueado em quase 90 pontos para corrida de rua

Quinta, 07 de dezembro de 2017

16:49 - Trincheira Santa Rosa é liberada meia pista durante o dia e fechada à noite

Terça, 05 de dezembro de 2017

18:45 - Faixas de ônibus deixam de ser exclusivas; multas serão arquivadas

14:53 - Fernando Correa e Miguel Sutil lideram ocorrências de atropelamentos

Quinta, 23 de novembro de 2017

10:46 - Videomonitoramento será utilizado para proibir caminhões no Centro

Terça, 21 de novembro de 2017

09:13 - Obras na trincheira do Santa Rosa geram congestionamento

Quinta, 16 de novembro de 2017

13:11 - Distrito Federal começa a adotar a carteira de motorista digital

Quinta, 09 de novembro de 2017

16:47 - Multas por causa de farol desligado no perímetro urbano são canceladas


// leia também

Quarta, 17 de janeiro de 2018

17:00 - Morre no Rio de Janeiro adolescente com suspeita de febre amarela

16:46 - SP estuda antecipar ainda mais fracionamento de vacina da febre amarela

14:52 - Grávida baleada na cabeça está lúcida; bebê continua em estado grave

14:35 - Febre amarela leva Mairiporã a decretar situação de calamidade pública

11:35 - Resultado do Enem 2017 deve ser divulgado às 11h de quinta-feira

11:34 - Febre amarela; Doria pede 'calma' e diz que muitos se vacinam sem necessidade

11:33 - Governo vai liberar R$ 406 milhões para ensino médio em tempo integral

09:17 - Daniel Cravinhos, ex de Suzane von Richthofen, deixa a prisão

08:44 - Em SP, espera por vacinação em posto público chega a nove horas

08:38 - Mortes por febre amarela crescem cinco vezes em uma semana


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 18/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 18/01/2018
9ee939b5a8a4bad7141e63886c5d344b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os juízes brasileiros estão abusando das ordens de prisões preventivas?




Logo_classifacil









Loja Virtual