Policial e estudante são condenados a pagar R$ 100 mil a comerciante agredido | Gazeta Digital

Terça, 28 de novembro de 2017, 14h04

Brasil

Policial e estudante são condenados a pagar R$ 100 mil a comerciante agredido


Estadao

O policial civil aposentado José Camilo Leonel, de 52 anos, e a estudante de Direito Iolanda Delce dos Santos, de 30 anos, foram condenados a indenizar em R$ 100 mil o comerciante iraniano Navid Saysan, de 58 anos. Em janeiro de 2016, o policial agrediu o comerciante por ter se recusado a aceitar a devolução de um tapete de R$ 5 mil comprado por Iolanda em sua loja, na região dos Jardins, zona oeste de São Paulo.

A decisão foi do juiz Gustavo Henrique Bretas Marzagão, da 35ª Vara Cível da Capital. ‘O valor é o de menos, o que importa é a condenação do indivíduo pelo ato que cometeu‘, disse Navid à reportagem.

No texto, o juiz ressalta a participação tanto de Iolanda quanto de Leonel nas agressões. ‘Como se viu, a atuação do corréu não se limitou à de quem apenas agiu fora de suas atribuições. José Camilo se prestou a participar dos fatos como policial ’particular’ da corré para, valendo-se indevidamente do poder do Estado que não lhe pertence, intimidar, constranger, ameaçar e aterrorizar‘, diz a decisão.

 

Reprodução Câmeras de Segurança

O policial agrediu o comerciante por ter se recusado a aceitar a devolução de um tapete de R$ 5 mil 

Na esfera criminal, Leonel chegou a ser preso e condenado a 11 anos de detenção em 2016, mas obteve habeas corpus do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) no dia 14 de novembro. Logo após a agressão, ele obteve aposentadoria, que, em outubro, foi de R$ 6 mil em outubro, com valor líquido de R$ 3,8 mil, segundo o Portal da Transparência do Governo de São Paulo. Iolanda também foi condenada, a seis anos e seis meses de pena, mas, segundo a defesa, não chegou a ser presa.

Procurada pela reportagem, a advogada de Iolanda disse que irá recorrer da decisão. Já os advogados de Leonel, tanto na esfera cível quanto criminal, preferiram não comentar o assunto.

Histórico

O crime ocorreu no dia 21 de janeiro de 2016, quando Iolanda entrou na loja Tabriz Tapetes solicitando a devolução do dinheiro. Após ouvir de Navid que a única opção seria receber um vale-compras do estabelecimento, ela ameaçou chamar a polícia e saiu da loja. Logo após, Leonel entrou no local, fez ameaças e agrediu o comerciante com chutes e socos, além de lhe ter apontado uma arma de fogo. Toda a ação foi registrada por câmeras de vigilância do local e por uma testemunha.

Em seguida, o policial levou o comerciante à força para fora da loja e acionou o Grupo de Operações Especiais (GOE), grupo de elite da Polícia Civil, que chegou em seguida para dar apoio ao investigador.

Na época, o policial trabalhava como investigador na Corregedoria da Polícia, em um cargo pelo qual era responsável por fiscalizar e averiguar crimes praticados por integrantes da corporação. No mesmo dia, ele havia se encontrado com Iolanda em um restaurante da região. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 18 de janeiro de 2018

09:40 - Mensagem sobre suposto toque de recolher gera apreensão na periferia

Quarta, 17 de janeiro de 2018

16:46 - SP estuda antecipar ainda mais fracionamento de vacina da febre amarela

Terça, 16 de janeiro de 2018

10:03 - Ele só atravessava na faixa, diz irmão de idoso atropelado em São Paulo

Segunda, 15 de janeiro de 2018

16:16 - PF indicia ex-prefeito Fernando Haddad por irregularidades em campanha

Sábado, 13 de janeiro de 2018

09:41 - Cenário nas bacias do Sistema Cantareira é preocupante, diz consórcio

Sexta, 12 de janeiro de 2018

12:32 - Chuvas causam morte e deixam cidades em emergência no interior de SP

12:01 - Boneco de Silvio Santos é furtado no interior de SP

Quinta, 11 de janeiro de 2018

16:00 - Condutor de Camaro nega participação em acidente na Imigrantes

11:19 - Doria diz não ser responsável por ação de aliados para que dispute governo de SP

Quarta, 10 de janeiro de 2018

15:11 - Justiça determina prisão preventiva de causador do acidente na Imigrantes


// leia também

Quinta, 18 de janeiro de 2018

13:27 - MEC antecipa data do Sisu; inscrições começam dia 23

13:10 - Presidente da Empresa Mineira de Comunicação morre vítima de febre amarela

11:28 - Traficante Rogério 157 irá para presídio federal em Rondônia

11:23 - Mesmo sem caso de febre amarela, Ceará tem filas por vacinação

09:20 - Dois suspeitos são presos durante operação em comunidades do Rio

Quarta, 17 de janeiro de 2018

17:00 - Morre no Rio de Janeiro adolescente com suspeita de febre amarela

14:52 - Grávida baleada na cabeça está lúcida; bebê continua em estado grave

14:35 - Febre amarela leva Mairiporã a decretar situação de calamidade pública

11:35 - Resultado do Enem 2017 deve ser divulgado às 11h de quinta-feira

11:34 - Febre amarela; Doria pede 'calma' e diz que muitos se vacinam sem necessidade


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 18/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 18/01/2018
9ee939b5a8a4bad7141e63886c5d344b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O governador Pedro Taques não vai liberar dinheiro para o Carnaval nos municípios. O que você acha disso?




Logo_classifacil









Loja Virtual