Escola campeã de SP será definida nesta terça | Gazeta Digital

Terça, 13 de fevereiro de 2018, 09h52

carnaval 2018

Escola campeã de SP será definida nesta terça


Estadao

A apuração de notas dos desfiles das escolas de samba, do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, começará nesta terça-feira, 13, às 16h, no sambódromo do Anhembi. A votação dos 36 jurados inclui sete quesitos de avaliação, que serão anunciados na seguinte ordem: Evolução, Bateria, Enredo, Samba-Enredo, Fantasia, Comissão de Frente, Alegoria, Harmonia e Mestre Sala e Porta-Bandeira. As notas podem variar de uma margem entre 8 e 10. O detalhe para critério de desempate, escolhido por meio de sorteio, será o de Mestre Sala e Porta-Bandeira. Isto é, caso duas escolas estejam no páreo e com as notas totais igualadas, a performance dos mestres salas e porta-bandeiras farão, de fato, a diferença.

Estadão

Acadêmicos de Tatuapé foi a campeã do Grupo Especial de São Paulo em 2017

Algumas agremiações, entre as 14 que disputam o título, já disparam na frente como favoritas nas especulações dos especialistas. No primeiro dia de apresentação dos sambas-enredos e carros alegóricos, a Acadêmicos do Tatuapé, atual campeã, foi o grande destaque ao lado da Mancha Verde. No segundo dia, Vai-Vai, Gaviões da Fiel e Mocidade Alegre saíram na frente das outras. Relembre como foram os desfiles das escolas de samba consideradas favoritas para faturar o título do carnaval de São Paulo:

ACADÊMICOS DO TATUAPÉ

Atual campeã do carnaval paulistano, a Acadêmicos do Tatuapé levou carros colossais e fantasias ricas em detalhes para a avenida e deixou o sambódromo, na madrugada deste sábado, 10, como forte candidata ao bicampeonato. Escola arriscou uma batida reggae, estilo musical que nasceu na Jamaica e é muito ouvido pelos maranhenses.

MANCHA VERDE

A escola de samba da mais famosa torcida palmeirense cantou para homenagear o grupo Fundo de Quintal no desfile deste sábado, 10, no Sambódromo do Anhembi. A Mancha Verde contou com a ajuda da arquibancada, que não desanimou mesmo com o enredo criativo, mas um tanto complicado, trazido pela escola. Foi a quarta escola a entrar na avenida; integrantes do grupo musical entraram no último carro alegórico.

VAI-VAI

Com um samba envolvente em homenagem a Gilberto Gil, a Vai-Vai contagiou o público e se credenciou como uma das favoritas para conquistar seu 16.º título. A obra e a biografia de Gil foi destacada pela escola do Bixiga, na região central de São Paulo, com alegorias robustas e muito coloridas, como os carros da Tropicália e do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

Uma das alas destacou a luta do cantor contra a ditadura e sua prisão, em 1968, pelo regime militar. O samba-enredo ‘Sambar com fé eu vou‘ foi composto com vários trechos de músicas de sucesso de Gil, como ‘Domingo no Parque‘, ‘Filhos de Gandhi‘ e ‘Parabolicamará‘. O cantor estava no último carro da escola e se emocionou com a homenagem.

MOCIDADE ALEGRE

Já a Mocidade Alegre, dona de dez títulos, homenageou a cantora Alcione, de 70 anos, considerada a ‘Rainha do Samba‘. No samba-enredo que foi bastante cantado nas arquibancadas, a escola da zona norte destacou o clássico ‘Não deixa o samba morrer‘, gravado pela Marrom em 1975.

Foi Alcione quem puxou seu próprio samba no começo do desfile e depois subiu no último carro da escola para ser homenageada com o enredo ‘A voz marrom que não deixa o samba morrer‘.No desfile, muitas referências a São Luís do Maranhão, onde Alcione nasceu em 1947. O destaque foi para o carro que representou a festa do Bumba-meu-boi, que arrasta uma multidão de maranhenses todos os anos.

GAVIÕES DA FIEL

Uma homenagem a cidade de Guarulhos foi o tema da Gaviões da Fiel, escola de samba da maior torcida organizada do time de futebol Corinthians. A lenda da aldeia dos Guarus, que habitaram a segunda maior cidade da Grande São Paulo antes da chegada dos homens brancos, foi contada com muito brilho e referências indígenas. No abre-alas, a escola abriu mão do preto e branco e trouxe um gavião, símbolo da agremiação, nas cores rubro-negra.

Comandada pelo mestre Ciro Castilho, a bateria fez longas paradinhas, empolgando ainda mais os torcedores da escola, que agitaram bandeiras na arquibancada e ensaiaram coro de campeã. A apresentadora Sabrina Sato, mesmo doente, desfilou pela escola. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

18:30 - FAB usa drones no Rio em análise de área estratégica

17:00 - Febre amarela; São Paulo registra 246 casos com 93 mortes desde 2017

15:00 - Não sei como não me acertaram, diz testemunha de ataque do PCC a hotel

14:30 - Rio de Janeiro volta ao estado de normalidade após chuvas

09:03 - Uso da água e desigualdade na oferta precisam ser discutidas, diz especialista

08:51 - Pessoa com deficiência pode pedir pela internet gratuidade em viagens

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

21:00 - Secretário de segurança de SP diz que intervenção no Rio não deve afetar estado

20:00 - Gol não pode cobrar marcação de assento de pessoas com necessidade especial

19:00 - Dinheiro da corrupção, recuperado pela Lava Jato, no Rio, vai reformar escolas

17:30 - Volkswagen do Brasil vai exportar peças de carro para fábrica na Alemanha


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 25/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 25/02/2018
39b9c063e83a7a7ffb2f5dc9ad998ca8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual