Número de foliões em Salvador foi 20% maior do que em 2017 | Gazeta Digital

Quarta, 14 de fevereiro de 2018, 17h12

Número de foliões em Salvador foi 20% maior do que em 2017


Agência Brasil

Blocos lotados, 186 trios desfilando sem cortas, 750 apresentações em todos os circuitos oficiais e dias inteiros de folia. O carnaval da capital baiana mais uma vez ganhou visibilidade por sua diversidade cultural e também por suas dimensões. Cada dia de festa contou com a participação de dois milhões de foliões, segundo a Prefeitura de Salvador. O número representa um acréscimo médio de 20% em relação ao público registrado no ano passado. No fim de semana, o aumento foi ainda mais expressivo, de 25%. Ao todo, foram 800 mil turistas nacionais e internacionais.

Ao todo, a prefeitura estima que a festa tenha movimentado cerca de R$ 1,7 bilhão. O setor hoteleiro foi um dos responsáveis por esse resultado. De acordo com a Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA), a cidade foi a que registrou melhor ocupação entre as capitais do país, de 93%, em média. Entre domingo (11) e segunda (12), o total de aluguel de leitos chegou ao ápice de 96%.

Ao todo, foram disponibilizados 40 mil leitos. ‘Somos o terceiro polo hoteleiro, só perdemos em número de quartos para São Paulo e Rioáde Janeiro, mas em compensação temos a melhor ocupação hoteleira de todas as capitais do Brasil‘, comemorou o presidente da FeBHA, Sílvio Pessoa.

Em coletiva à imprensa nesta quarta-feira (14), o prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto disse que a ampliação do número de atrações sem cordas, portanto, acessível à população em geral, embalou o público, especialmente na região de Campo Grande, no circuito intitulado Osmar. O aumento de foliões e o recorde de ocupação da rede hoteleira foram destacados pelo prefeito como um sucesso.

ACM Neto associou os números à situação econômica. ‘No ano passado, tivemos uma festa em meio a uma crise, e nesse ano a crise começa a ser superada, o que motiva as pessoas a irem mais para as ruas, a consumirem mais, o que é bom para a nossa economia‘.

O balanço apresentado pela prefeitura aponta que os turistas estrangeiros gastaram, em média, R$ 3,5 mil, enquanto os nacionais gastaram cerca de R$ 4,9 mil. Já os baianos desembolsaram cerca de R$ 1,7 mil ao longo das festas.

O poder público comemorou, por outro lado, a redução nos índices de violência. Na coletiva, foi informado que a Guarda Civil contabilizou 477 atendimentos, o que representa uma redução de 45,6% aos 877 do ano passado.

Também caiu o número de atendimentos à saúde. Foram 4.953, 3,5% a menos do que em 2017. A maior parte dos casos ocorreu no circuito Barra/Ondina, 63% dos atendimentos, e Campo Grande, 33% dos atendimentos. Os principais problemas foram intoxicação alcoólica (488), agressões físicas (454), cefaleia (366) e dor em membros inferiores (365).

Na área social, houve esforços para combater o trabalho infantil e garantir a proteção de crianças e adolescentes. Centros de acolhimento de filhos de ambulantes e catadores de material reciclável receberam 373 crianças e jovens entre 0 e menores de 18, um aumento de 120 vagas em relação ao carnaval do ano passado, quando foram acolhidas 278 em 280 vagas nos quatro centros.

Dados parciais dos Conselheiros Tutelares divulgados pela prefeitura apontam a realização de 3.623 atendimentos, sendo 1.944 para crianças e 1.107 para adolescentes, dos quais 136 identificados em situação de trabalho infantil, 5 estavam perdidos, 12 foram vítimas de agressão e 125 precisaram ser encaminhados para acolhimento ou abrigamento.
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

09:19 - Em São Paulo, desfile das campeãs termina em confraternização

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

08:15 - Império de Casa Nova é a campeã do carnaval 2018

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

17:00 - Veja as notas das escolas de samba do Gupo Especial do Rio de Janeiro

14:48 - Rio conhecerá escola de samba campeã do Carnaval nesta quarta

14:41 - PRF registra 249 acidentes graves no feriado de Carnaval com 87 mortos

11:23 - Desfile dos tradicionais blocos marca encerramento do carnaval na Orla do Porto

10:42 - Operação Carnaval termina com 4 mortes e 9 presos por embriaguez nas BRs

Terça, 13 de fevereiro de 2018

11:27 - Menos público e mais restrições no carnaval de São Luiz do Paraitinga

09:53 - Comunidade São Gonçalo Beira Rio terá seu próprio Carnaval na terça

07:30 - Blocos desfilam nesta 3ª por ruas históricas de Cuiabá


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

18:30 - FAB usa drones no Rio em análise de área estratégica

17:00 - Febre amarela; São Paulo registra 246 casos com 93 mortes desde 2017

15:00 - Não sei como não me acertaram, diz testemunha de ataque do PCC a hotel

14:30 - Rio de Janeiro volta ao estado de normalidade após chuvas

09:03 - Uso da água e desigualdade na oferta precisam ser discutidas, diz especialista

08:51 - Pessoa com deficiência pode pedir pela internet gratuidade em viagens

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

21:00 - Secretário de segurança de SP diz que intervenção no Rio não deve afetar estado

20:00 - Gol não pode cobrar marcação de assento de pessoas com necessidade especial

19:00 - Dinheiro da corrupção, recuperado pela Lava Jato, no Rio, vai reformar escolas

17:30 - Volkswagen do Brasil vai exportar peças de carro para fábrica na Alemanha


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 25/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 25/02/2018
39b9c063e83a7a7ffb2f5dc9ad998ca8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual