Maria da Penha; pena para quem descumprir restrições é aprovada | Gazeta Digital

Quinta, 08 de março de 2018, 09h14

Medidas protetivas

Maria da Penha; pena para quem descumprir restrições é aprovada


Estadao

Senado aprovou, nesta quarta-feira, 7, projeto que torna crime o descumprimento das medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha. O texto estabelece pena de detenção de três meses a dois anos para quem desobedecer decisão judicial. A matéria segue para sanção presidencial.

Este tipo de medida é adotado para proteger mulheres vítimas de algum tipo de violência doméstica ou familiar. As medidas podem ser o afastamento do agressor do lar ou local de convivência, a fixação de limite mínimo de distância em relação à vítima e a suspensão ou restrição ao direito de o agressor portar armas.


Senado quer que seja crime o descumprimento da Maria da Penha 

Pelo entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o descumprimento das medidas protetivas não configura o crime de desobediência previsto no Código Penal. De acordo com a jurisprudência do STJ, a Lei Maria da Penha já prevê a decretação da prisão preventiva como forma de garantir a execução da ordem judicial.

Em acórdão da Quinta Turma, o colegiado esclareceu que "o crime de desobediência é subsidiário, configurando-se apenas quando, desrespeitada ordem judicial, não existir sanção específica ou não houver ressalva expressa no sentido da aplicação cumulativa do artigo 330 do Código Penal".

No entendimento dos senadores, o entendimento impediria a prisão em flagrante do agressor que contrariasse decisão judicial para se manter distante da vítima. A relatora da matéria, Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), considerou que o projeto visa garantir uma maior segurança às mulheres.

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 08 de março de 2018

16:07 - Greve e protestos marcam Dia Internacional da Mulher pelo mundo

14:50 - Homens de MT se negam a lavar louça, denunciam mulheres no 8M

13:55 - Não queremos flor, queremos respeito e mais amor

11:38 - Uma em cada 4 mulheres de SP já sofreu assédio no transporte coletivo

11:37 - Baixa presença feminina na Câmara põe Brasil em 152º lugar entre 190 países

11:31 - Temer pede que mulheres olhem a Constituição para defender igualdade de direitos

10:18 - Jornal francês vende edição mais cara para homens no 8 de março

09:52 - Clube vê mulheres como cifrão, e não como torcedoras, afirma associação

09:10 - Câmara dos Deputados aprova punição maior para estupro coletivo

07:20 - 8 de Março amanhece sob protesto de mulheres em MT


// leia também

Quarta, 20 de junho de 2018

13:15 - Minas Gerais registra novos ataques a veículos

11:33 - Ministro do Esporte - assédio a mulher na Copa da Rússia envergonhou Brasil

09:33 - Mãe denuncia suspeito de matar mulher e duas filhas é preso em São Vicente

09:11 - Pai da menina Vitória confirma briga política depois de disputar eleição

Terça, 19 de junho de 2018

14:32 - Governo federal reconhece situação de emergência em 184 cidades

14:05 - ProUni oferece 174 mil vagas; inscrições começam dia 26

13:00 - PF apreende 1,5 tonelada de cocaína no Porto de Salvador

10:46 - Chacina deixa sete mortos em Viamão, no RS

10:17 - Universidades federais têm menos de 1% de intercambistas estrangeiros

09:20 - Raiva humana já deixou pelo menos 12 mortos no PA; São Paulo está em alerta


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 20/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 20/06/2018
845f3eba647f5498546cb197c3e58484 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual o futuro de Neymar nessa Copa do Mundo?




Logo_classifacil









Loja Virtual