Cai número de policiais mortos, no Rio, após a intervenção federal | Gazeta Digital

Terça, 13 de março de 2018, 09h52

policiais militares e civis

Cai número de policiais mortos, no Rio, após a intervenção federal

COLUNA DO FRAGA


R7

Se ainda não conseguiu baixar os índices de violência, a intervenção federal, no Rio de Janeiro, já provocou uma melhora sensível em outro aspecto da crise: caiu drasticamente o número de policiais mortos no estado, desde que a operação foi anunciada em 16 de fevereiro passado.

Levantamento feito pela Coluna revela que de 1º de janeiro a 12 de março (70 dias), 24 policiais, entre militares e civis, perderam a vida no estado, o que representa uma média de quase um morto a cada três dias. (Não foi incluída na lista o cabo Boanerges do Bem Brandão, morto enquanto passava férias no Espírito Santo).

Fábio Motta/Estadão Conteúdo

O dado positivo da apuração é que quando é levado em consideração apenas o tempo da intervenção (de 16/2 até 12/3) esse número diminui para um óbito a cada 4 dias, com seis agentes públicos mortos. Antes da ação militar, morreram 18 policiais em 46 dias, o que dá uma média de uma vítima fatal a cada 2 dias e meio.

A comparação com o mesmo pedíodo do ano passado é ainda mais favorável. Em 2017, 35 policiais morreram nos 70 dias entre 1º de janeiro e 12 de março, o que significa a média estarrecedora de uma morte a cada 2 dias, o dobro da registrada após o anúncio da intervenção federal.

Desde o início da década, houve uma disparada nos índices de homicídios de policiais, saindo de 95 em 2010 para alcançar 134 no ano passado.

Se os números obtidos até agora forem preservados, o estado do Rio de Janeiro encerrará dezembro com 97 policiais mortos, uma redução formidável em relação a 2017. Se a intervenção tivesse sido iniciada no começo do ano, esse número seria ainda menor, 91, obviamente, com a manutenção da média atual.

A vítima mais recente da violência no estado foi o cabo Leonardo de Paula da Silva, 35 anos, morto, na útima segunda-feira (12). Ele foi baleado em uma tentativa de assalto, na Linha Amarela, Zona Norte do Rio. O PM tinha acabado de sair de serviço e seguia para casa, quando se deparou com um arrastão.

A queda de casos como o de Leonardo traz um relativo otimismo, mas ainda é muito cedo para comemorações.

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 21 de junho de 2018

10:16 - Forças Armadas bloqueiam vias e revistam pessoas em operação no RJ

Segunda, 18 de junho de 2018

12:00 - Bandidos roubam depósito no Rio, trocam tiros com policiais e fogem

Sábado, 16 de junho de 2018

09:09 - Jungmann sugere que intervenção continue por mais um ano no RJ

Domingo, 10 de junho de 2018

12:30 - Homem é baleado em confronto com a PM em Copacabana

Sexta, 08 de junho de 2018

12:30 - Operação das Forças Armadas na zona oeste do Rio entra no 2º dia

Quinta, 07 de junho de 2018

12:40 - Mãe morre após saber que filho PM foi morto a tiros na Baixada Fluminense

09:35 - Ação das Forças Armadas põe mais de 5.000 homens nas ruas do Rio

Sábado, 02 de junho de 2018

16:30 - Número de policiais mortos no estado do Rio chega a 54 neste ano

Quinta, 24 de maio de 2018

09:27 - Avião da FAB cai na rodovia Rio-Santos na altura de Itaguaí no Rio de Janeiro

Sábado, 19 de maio de 2018

11:17 - PF apreende 1 tonelada de maconha e mais 10kg de cocaína no Rio


// leia também

Sexta, 22 de junho de 2018

19:52 - Greenpeace assume ter deixado mala com alarme em comissão da Câmara

19:41 - ONU Mulheres condena assédio promovido por brasileiros na Rússia

18:41 - MEC quer adiar ampliação do tempo de formação de professor

08:20 - Prazo para matrícula e lista de espera no Sisu começa hoje

08:12 - Justiça não vê uso de criança no tráfico como trabalho infantil

Quinta, 21 de junho de 2018

15:53 - MPF vai investigar brasileiros que assediaram mulher na Rússia

14:45 - Surto de toxoplasmose no RS tem origem na água, diz ministro

12:29 - Desmatamento no Cerrado recua, mas em 7 anos é 60% maior que perda da Amazônia

10:39 - Ministério da Educação e FNDE fazem pesquisa sobre transporte escolar

Quarta, 20 de junho de 2018

18:30 - Operações levam pânico a moradores de favelas do Rio


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 23/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 23/06/2018
00cd1afd8757c6b9bf1a877a182fcfcc anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que os eleitores vão depositar nas urnas em outubro?




Logo_classifacil









Loja Virtual