Sábado, 16 de julho de 2011, 16h24

PURO PRAZER

Como chamar uma mulher para fazer sexo

Sandra Vasques, do Vya Estelar.com


O melhor atalho para chamar uma mulher para fazer sexo é justamente conquistá-la. Mas é preciso lembrar que as mulheres são diferentes umas das outras. Por isso não existe receita única para conseguir esse objetivo. Existem mulheres que estarão mais acessíveis por entenderem a transa como algo independente de um envolvimento afetivo.

Outras são muito firmes ao dizer que só partem para a relação sexual depois de alguns encontros, em que descobrem se, além do desejo físico, existe outro tipo de interesse e já há algum envolvimento emocional. E há outras mulheres que, em função de valores pessoais e/ou religiosos só vão transar quando casarem ou, pelo menos, estiverem num relacionamento muito firme.

Assim, a possibilidade de conquistar uma mulher para o sexo não depende apenas da habilidade ou das estratégias masculinas. Mas, uma vez que o homem deseje a relação sexual, terá de investir nessa direção e arriscar ganhar ou não.

O que pode facilitar a consquista?

Mas, enfim, vamos ao que pode facilitar a conquista. A mulher precisa acreditar que a transa pode ser boa e que vale a pena tentar. Ela vai ficar mais ligada se perceber que além de representar apenas um corpo que vai satisfazer os desejos de um homem, ela também poderá satisfazer os próprios. Também facilita a aproximação, se o rapaz conseguir mostrar à moça que é capaz de se relacionar não só com o corpo dela, mas pode ir além procurando fazer outros tipos de contatos ou demonstrando interesse por outros dotes que ela tem.

Coisas simples como, por exemplo, olhar uma mulher nos olhos, depois sorrir e então se ela retribuiu, se aproximar dela, pode ser melhor que olhar para seu corpo e se aproximar dela chamando-a de gostosa.

Olhar nos olhos é fazer contato com ela e não apenas com seu visual. Isso não significa que ela não queira ser chamada de gostosa, mas isso pode ficar para depois que os dois já se aproximaram e trocaram algumas palavras e beijos. E isso não quer dizer que seja necessário conhecer a vida inteira da moça, mas ela deve se convencer que além do conquistador oferecer seu corpo e uma “pegada” boa, pode ser atencioso com ela, não só durante, mas depois da transa.

Mesmo que ele não queira encontrá-la novamente, se ela pôde experimentar um homem que antes da transa foi interessante e durante e depois a tratou com cuidado e atenção, mesmo que nunca mais se encontrem, vai guardá-lo na lembrança como uma boa experiência. E se o homem gostou e quiser repetir, tem boas chances de conseguir. Além disso, ela pode até fazer propaganda para as amigas!

O sexo deve ser parte de um encontro gostoso entre duas pessoas que se sentiram atraídas e não o único objetivo. Se um homem se ligar nisso, terá muito mais sucesso com as mulheres.

Acompanhe o GD também pelo Twitter: @portalgazeta

 



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Segunda, 06 de julho de 2015

15:08 - Livro que reúne registros sobre a Copa no Brasil é lançado no Misc

12:06 - Exapoagro, do sertanejo ao pagode

11:05 - Festa São Benedito termina com missa, shows e comidas típicas

10:40 - Mesa da Flip discute o romance policial

10:40 - Projeto de Mário de Andrade faria Brasil renascer de si mesmo, diz Wisnik na Flip

09:44 - Apps de carona se popularizam ao baratear viagens

09:03 - 'Sarau Free' lança livro sobre Copa

08:58 - Exposição no MIS traz objetos e documentos reveladores sobre François Truffaut

Domingo, 05 de julho de 2015

10:32 - Flip debate legalização das drogas

06:15 - Na Expoagro hoje pagode com Revelação


 ver todas as notícias
Cuiabá, Terça, 07/07/2015
 

ao vivo
Fogo Cruzado
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • rss
Rádios ao Vivo
  • cbn
  • cbn

Destaques TV Record
Enquete

Devem ser feitos reparos nos corredores do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) antes da conclusão das obras?


Logo_classifacil