Tenente nega agressão a aluno em treinamento | Gazeta Digital

Quinta, 16 de fevereiro de 2017, 20h24

cidades

Tenente nega agressão a aluno em treinamento

Silvana Ribas, repórter do GD


A tenente Izadora Ledur de Souza nega ter praticado qualquer ato que atentasse contra a integridade física ou psicológica do aluno Bombeiro Rodrigo Patrício Lima Claro, 21, que morreu no dia 15 de novembro, cinco dias após passar por treinamento, comandado pela oficial.

As afirmações foram feitas durante as quatro horas de depoimento prestado na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na tarde desta quinta-feira (16). As declarações foram dadas à delegada Juliana Chiquito Palhares, responsável pelo inquérito que apura as circunstâncias da morte do jovem, em decorrência de uma hemorragia cerebral.

A tenente depôs acompanhada do defensor Huendel Rolim e do advogado que representa a Associação dos Bombeiros. Saiu rapidamente sem falar com a imprensa.

Juliana Palhares diz que sua pretensão é encerrar o inquérito policial e entregá-lo à Justiça até a sexta-feira de carnaval. Mas a conclusão ainda vai depender da rotina de trabalho dela, que inclui a atuação em plantões e relatórios de outros inquéritos em andamentos.

Divulgação

Ledur prestou depoimento por 4 horas e saiu sem falar com a imprensa.

Inquérito foi instaurado após denúncias feitas por familiares de Rodrigo, que apontam que o aluno bombeiro vinha sendo perseguido pela tenente que o teria submetido a várias sessões de afogamento, durante o treinamento em água, realizado na tarde do dia 10 de novembro, na Lagoa Tevisan.

Parte dos 37 alunos que participaram do treinamento confirmou para a família que Rodrigo passou mal em decorrência dos “caldos” e reclamava de forte dor de cabeça.

Chegou a vomitar e abandonou o treinamento. Deixou a lagoa e foi em sua moto, até o quartel, onde informou os superiores que não se sentia bem. Encaminhado para uma policlínica, passou a convulsionar. Transferido para hospital privado, foi submetido a cirurgia e morreu em Unidade de Terapia Intensiva, cinco dias depois.

A mãe de Rodrigo, Jane Patrícia Lima Claro, acusa a tenente de ser a responsável pela tortura durante o treinamento, que pode ter provocado a hemorragia que resultou na morte do filho. Diz que vai buscar Justiça, para que a morte dele não seja em vão e que outros jovens não sejam mortos em treinamentos, como ocorreu com Rodrigo.  

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 13 de setembro de 2017

17:21 - Bombeiros procuram corpo em rio Tartaruga em Vera

Sábado, 02 de setembro de 2017

10:04 - Juiz não prende a tenente Ledur e marca 1ª audiência para 2018

Quinta, 10 de agosto de 2017

18:08 - Depressão profunda é causa do afastamento da tenente Izadora Ledur

Quarta, 09 de agosto de 2017

18:25 - Associação dos Bombeiros alega que tenente não é culpada por morte de aluno

Terça, 08 de agosto de 2017

16:59 - Corpo de Bombeiros suspende investigação de tenente acusada de tortura

Segunda, 07 de agosto de 2017

18:22 - MP recorre de decisão e quer prisão da tenente Ledur processada por tortura

Quinta, 03 de agosto de 2017

18:59 - Processada por tortura e morte, tenente Ledur tira nova licença médica

Sexta, 28 de julho de 2017

16:35 - Tenente acusada de tortura e morte de aluno vira ré e vai usar tornozeleira

Sábado, 22 de julho de 2017

07:58 - MP investiga outros crimes praticados contra alunos do CB

Sexta, 21 de julho de 2017

17:34 - Tenente Izadora Ledur é acusada de torturar e quase matar outro aluno


// leia também

Terça, 19 de setembro de 2017

18:45 - Morte de namorada de bombeiro completa 30 dias sem laudo

18:30 - Revoltados com promessas, moradores bloqueiam ruas exigindo obras e asfalto - vídeo

17:58 - Com pavimentação de Cotriguacu a Juruena Pró-Estradas soma 2 mil km de asfalto

16:23 - Telhado da Câmara de VG cede e trabalhador despenca por 4 metros de altura

14:21 - Incêndio destrói restaurante próximo ao Hospital Regional

Segunda, 18 de setembro de 2017

17:46 - Prefeitura de Cuiabá convoca 121 aprovados no concurso da Educação

17:31 - Banco indenizará cliente que ficou 4h em fila

17:15 - Falha elétrica é a possível causa do incêndio no frigorífico em Rondonópolis

16:02 - Projeto prevê internação involuntária e compulsória de dependentes químicos

15:00 - Com aval da Justiça, mulher tenta o quarto filho por fertilização in vitro


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 20/09/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 20/09/2017
Ca366c85786e904951ca9343d5674919 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Em tempos de delações, operações etc., o que se pode esperar de 2018?




Logo_classifacil









Loja Virtual