Quinta, 16 de fevereiro de 2017, 20h24

cidades

Tenente nega agressão a aluno em treinamento

Silvana Ribas, repórter do GD


A tenente Izadora Ledur de Souza nega ter praticado qualquer ato que atentasse contra a integridade física ou psicológica do aluno Bombeiro Rodrigo Patrício Lima Claro, 21, que morreu no dia 15 de novembro, cinco dias após passar por treinamento, comandado pela oficial.

As afirmações foram feitas durante as quatro horas de depoimento prestado na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na tarde desta quinta-feira (16). As declarações foram dadas à delegada Juliana Chiquito Palhares, responsável pelo inquérito que apura as circunstâncias da morte do jovem, em decorrência de uma hemorragia cerebral.

A tenente depôs acompanhada do defensor Huendel Rolim e do advogado que representa a Associação dos Bombeiros. Saiu rapidamente sem falar com a imprensa.

Juliana Palhares diz que sua pretensão é encerrar o inquérito policial e entregá-lo à Justiça até a sexta-feira de carnaval. Mas a conclusão ainda vai depender da rotina de trabalho dela, que inclui a atuação em plantões e relatórios de outros inquéritos em andamentos.

Divulgação

Ledur prestou depoimento por 4 horas e saiu sem falar com a imprensa.

Inquérito foi instaurado após denúncias feitas por familiares de Rodrigo, que apontam que o aluno bombeiro vinha sendo perseguido pela tenente que o teria submetido a várias sessões de afogamento, durante o treinamento em água, realizado na tarde do dia 10 de novembro, na Lagoa Tevisan.

Parte dos 37 alunos que participaram do treinamento confirmou para a família que Rodrigo passou mal em decorrência dos “caldos” e reclamava de forte dor de cabeça.

Chegou a vomitar e abandonou o treinamento. Deixou a lagoa e foi em sua moto, até o quartel, onde informou os superiores que não se sentia bem. Encaminhado para uma policlínica, passou a convulsionar. Transferido para hospital privado, foi submetido a cirurgia e morreu em Unidade de Terapia Intensiva, cinco dias depois.

A mãe de Rodrigo, Jane Patrícia Lima Claro, acusa a tenente de ser a responsável pela tortura durante o treinamento, que pode ter provocado a hemorragia que resultou na morte do filho. Diz que vai buscar Justiça, para que a morte dele não seja em vão e que outros jovens não sejam mortos em treinamentos, como ocorreu com Rodrigo.  



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 20 de fevereiro de 2017

16:41 - Comando não vê relação entre maus tratos e morte de aluno

Sexta, 17 de fevereiro de 2017

20:49 - Tenente colocou vida de aluno em risco, conclui IPM

Quinta, 16 de fevereiro de 2017

17:03 - Tenente Ledur é ouvida sobre a morte de Rodrigo Claro

Quarta, 15 de fevereiro de 2017

15:59 - Comando diz que caberá ao MP fazer denúncia

Quarta, 08 de fevereiro de 2017

20:11 - Concluído IPM da morte de Rodrigo Claro

Terça, 07 de fevereiro de 2017

19:39 - Mãe de Rodrigo Claro se frustra com governador

Sexta, 03 de fevereiro de 2017

06:00 - Oficial bombeiro depõe por mais de 4h - morte em treinamento

Domingo, 29 de janeiro de 2017

14:14 - Tenente Isadora Ledur irá depor sobre morte de aluno

Quarta, 04 de janeiro de 2017

16:40 - Família ainda não teve acesso a laudo da morte

Quarta, 21 de dezembro de 2016

19:00 - Ato cobra Justiça pela morte de Rodrigo Claro


// leia também

Sexta, 24 de fevereiro de 2017

08:00 - PRF inicia operação de Carnaval nas rodovias de MT

08:00 - Mato Grosso homologa situação de emergência - Veja vídeo

Quinta, 23 de fevereiro de 2017

18:09 - Politec divulga aprovados em processo seletivo - Confira lista

17:35 - Matrículas para escolas em período integral podem ser feitas pela internet

17:09 - Grupo Gazeta agradece parceiros do Natal da Solidariedade

16:44 - Justiça libera pesca nos rios de Rondonópolis

12:33 - Por salários, trabalhadores fecham MT-251 -Veja vídeo

08:09 - Dois motoristas são presos embriagados por dia

07:10 - Dengue, chikungunya e zika mantêm baixa incidência em MT

Quarta, 22 de fevereiro de 2017

18:26 - Obras de recuperação asfáltica continuam em VG


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 24/02/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sexta, 24/02/2017
A62e5578094d90cd223922c882d8cb18 anteriores




Rádios ao vivo
  • cbn
  • cbn
Indicadores Financeiros
Dólar Comercial 3,0656 -0,12%
Ouro - BM&F (à vista) 122,40 +0,66%
+ veja mais
Mercado Agropecuário
Boi Gordo @ 126,00
Soja - saca 60 kg 64,50
+ veja mais
Mais Lidas Enquete

Reforma trabalhista prevê que patrões e empregados poderão negociar a jornada de trabalho, desde que não exceda 220h/mês. Qual sua opinião?



Logo_classifacil