Programa Siminina é ampliado e unidades são reestruturadas | Gazeta Digital

Domingo, 05 de novembro de 2017, 10h10

Programa Siminina é ampliado e unidades são reestruturadas

Luciana Souza, redação Prefeitura de Cuiabá


Este ano o programa Siminina completa 20 anos de funcionamento. Reconhecido como referência em adoção de medidas preventivas socioeducacional, com meninas entre 7 a 14 anos, que se encontra em situação de risco e vulnerabilidade social, o Siminina foi assumido como prioridade nesta gestão, pela primeira-dama da Capital, Márcia Pinheiro.

Prefeitura de Cuiabá

O Siminina já atende mais de 900 meninas nos 15 polos do município. Neste ano, as unidades estão sendo todas reestruturadas e o programa já realizou mais de 30 eventos, com ações voltadas para educação, saúde, cultura e lazer, além das capacitações dos funcionários que desenvolvem as atividades junto às meninas.

“Assumimos o desafio junto com a primeira-dama de transformar o Siminina em referência nacional, com políticas de prevenção cada vez mais desenvolvidas, sempre acompanhando os avanços do Brasil e do mundo. Assim, é fundamental cuidarmos do projeto, fortalecendo aquelas ações que renderam bons frutos e contribuindo cada vez mais com novas propostas desta gestão para que essas meninas recebam o que há de melhor na formação educacional e social”, frisou a coordenadora do projeto, Dalma Beatriz Monteiro.

Uma das primeiras medidas da primeira-dama ao assumir o Siminina foi estendê-lo na faixa etária de idade. Agora, o projeto conta com o “Jovem Siminina”. Lançado em maio com umwWorkshop, onde as ‘simininas’ receberam várias orientações profissionais, a extensão, que amplia o atendimento às meninas que já completaram 15 anos.

Segundo coordenadora, extensão tem por objetivo amparar estas meninas no preparo para o mercado de trabalho através de parcerias e cursos disponibilizados pelo núcleo de coordenação. “Quando assumimos o projeto, o primeiro olhar da Márcia foi no cuidado com as meninas após elas encerrarem as atividades dentro do projeto. Entendemos que é de extrema importância que elas se sintam amparadas neste período de dúvidas e escolhas para que consigam desenvolver com qualidade esta entrada no mercado de trabalho, que refletirá na formação de cada uma,” diz Dalma.

Para compor esta nova fase, foi lançado no mês de agosto o curso de Patchwork, onde as meninas aprendem técnicas de aproveitamento de retalhos, entre outras. O curso já conta com 15 meninas matriculadas e acontece no núcleo da coordenação, todas as quartas e quintas-feiras, com agenda até o dia 30 de novembro. Além do curso, o município firmou parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

“Esta parceria engloba o encaminhamento, através do perfil de cada menina, ao mercado de trabalho, no programa Menor Aprendiz. Todo esse processo é realizado dentro das leis trabalhistas e acompanhada pelos Conselhos e Ministério do Trabalho. Temos o cuidado que as meninas recebam todo amparo e que também se sintam felizes dentro do programa, ” esclarece Dalma Beatriz.

Dentro das mudanças apontadas, também estão o foco em capacitação dos colaboradores que ajudam no total funcionamento do projeto e os programas de saúde.

“Já conseguimos realizar algumas capacitações com as monitoras do projeto. Sempre focando nas melhorias das atividades desenvolvidas. Essas capacitações serão contínuas com conteúdos que abrangem desde saúde até comportamento, que auxilia nossas monitoras no entendimento comportamental das meninas e assim, tenham melhor direcionamento com cada uma”, explica coordenadora.

Entre os eventos, a equipe também colocou em funcionamento os bazares, que são realizados nas unidades e têm os valores arrecadados revertidos em melhorias para o polo promovente. Este ano já foram realizados três e com os valores a equipe adquiriu materiais de higiene bucal, uniformes e alguns móveis para as unidades.

“Esta é uma frente de trabalho já prevista nas propostas desta gestão, como uma ferramenta de arrecadação para auxiliar em pequenas melhorias. Isso se faz necessário, pois somos um projeto que ainda não recebe recursos do governo federal. Hoje funcionamos somente com verbas municipais. Queremos transformar o Siminima em um projeto oficial e receber os recursos do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Dessa maneira, conseguiremos amplia-lo e atender mais meninas”, esclarece a coordenadora Dalma.

Os eventos voltados para a saúde em parceria com a Secretaria de Saúde distribuíram mais de 1000 kits de higiene bucal; e na educação a equipe recebeu 1000 kits de livros que trabalham assuntos ligados ao tema de serviços sócio assistencial e política nacional de assistência social.

O projeto ”Criança Feliz” também teve seu inicio. Ele percorre os bairros da Capital, levando entretenimento, orientações, oficinas tratando vários temas, como educação, saúde, cultura. Para trabalhar a autoestima das meninas, o “Inspirando Sonhos” iniciou suas atividades em setembro. Uma equipe formada pelo cabelereira Joana Darc, do salão La Provanc, que em parceria com o município, percorre as unidades, proporcionando às meninas o dia de lazer e beleza.

Na área cultural, o projeto tem uma extensa programação de atividades. Há cinco meses as meninas são levadas para passeios culturais por pontos turísticos/históricos da cidade e para assistir sessões de cinema, com filmes de abordagem educativas.

O próximo evento do Siminina é a comemoração do Dia das Crianças, que acontecerá no dia 6 de novembro, no Buffet Leila Malouf, das 13h às 18h, com várias atividades culturais, musicais, teatro, espaço saúde e o momento beleza para as 900 ‘simininas’. Neste dia acontece também o lançamento do projeto “Dindas”, que funciona como base de apoio, em que empresárias e cia., adotaram a data comemorativa e fizeram doação de 1000 mil bonecas barbies, que serão entregues durante o evento.

O “Dinda” deve continuar, como base de apoio, com as voluntárias adotando uma unidade do “Siminina” e ajudando nas festividades.

“Nossa meta nesta gestão, com a Márcia Pinheiro à frente do projeto, é buscarmos mais mantedores e com isso, aumentar o número de meninas atendidas. Mas isso focando sempre no melhor, com qualidade e não somente com quantidade. Já observamos uma mudança de comportamento, pensamento das meninas. Elas estão mais conscientes do seu papel dentro da sociedade. Isso para nós é uma grande felicidade. Vamos continuar trabalhando e buscando resultados positivos junto às meninas e suas famílias”, finaliza Dalma.

Avanços - Além das melhorias que estão sendo realizadas nos 15 polos, será inaugurado nos próximos dias o polo da região do Sucuri, que atenderá aproximadamente 60 meninas. A equipe já efetuou matrícula de 20 novas ‘simininas’. A fase é estruturação da nova unidade e a previsão de entrega à comunidade é até a final da primeira quinzena do mês de novembro.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 16 de abril de 2018

07:30 - Família faz campanha para tratamento nos EUA de criança que se afogou

Sexta, 09 de março de 2018

08:40 - Casal desempregado e com 5 filhos pede ajuda para acompanhar cirurgia de bebê

Sábado, 27 de janeiro de 2018

10:00 - Idoso com problemas de saúde não consegue tratamento e pede ajuda

Quinta, 28 de dezembro de 2017

14:30 - Barbeiro solidário corta cabelo e faz barba de mendigo - Veja antes e depois

Quinta, 14 de dezembro de 2017

07:10 - Idosa pede ajuda para construir casa que está desmoronando

Segunda, 27 de novembro de 2017

12:30 - Faxineira foge com 2 filhos só com roupa do corpo, após agressão do marido

Terça, 07 de novembro de 2017

08:00 - 'Manu' vai fazer 1 ano e mãe pede ajuda para festinha

Segunda, 30 de outubro de 2017

09:38 - Após acidente, artistas locais fazem show em prol do grupo Flor Ribeirinha

07:45 - Grávida do 5º filho, mãe de 23 anos não consegue laqueadura

Quarta, 25 de outubro de 2017

16:13 - Família pede ajuda para criança que teve corpo queimado


// leia também

Quarta, 20 de junho de 2018

18:42 - Obras de asfalto e saúde em VG consomem R$ 40 milhões e são fiscalizadas

14:28 - Assembleia autoriza governo a fazer concessão da Salgadeira

13:00 - MP realiza estudo antropológico para definir o destino de bebê indígena

09:50 - Sine oferta mais de 1,5 mil vagas de emprego em Mato Grosso

07:30 - Família de esteticista diz que laudo deu respaldo para punir envolvidos

Terça, 19 de junho de 2018

18:17 - Governo do Estado rompe contrato com empresa responsável por obras de aeroporto

16:15 - Prefeitura de Cuiabá abre seletivo com 4 mil vagas e salários de até R$ 3,2 mil

14:35 - Bebê indígena continua internada em UTI em estado grave

13:35 - Homem morre após perder controle de moto e cair em estrada vicinal

12:15 - Alunos e professores da UFMT decidem retomar as aulas dia 25


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 20/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 20/06/2018
845f3eba647f5498546cb197c3e58484 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual o futuro de Neymar nessa Copa do Mundo?




Logo_classifacil









Loja Virtual