Conselho de Odontologia solicita ao MEC a suspensão de novos cursos por 5 anos | Gazeta Digital

Quarta, 29 de novembro de 2017, 11h08

Conselho de Odontologia solicita ao MEC a suspensão de novos cursos por 5 anos

De Cuiabá, por assessoria


O Conselho Federal de Odontologia (CFO) solicitou ao Ministério da Educação (MEC) a suspensão de autorizações para abertura de novos cursos de Odontologia no país por um período de cinco anos. A solicitação conta com apoio do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT).

De acordo com o presidente do CFO, Juliano do Vale, o pedido foi entregue por meio de ofício ao ministro da Educação, Mendonça Filho, no dia 21 de novembro, e foi motivado pela preocupação da categoria com a queda na qualidade de ensino nas universidades. “O Conselho Federal tem o dever de fiscalizar o exercício profissional em todo o território nacional e está preocupado com o grande número de cursos de odontologia autorizados pelo MEC nos últimos cinco anos, que ainda nem formaram as primeiras turmas, além de não estarem sendo respeitadas as manifestações do CNS sobre a abertura de novos cursos”, disse.

Gazeta Digital

Na semana passada, foi destaque na imprensa nacional a intenção do MEC de suspender a abertura de novos cursos de Medicina no país. “Considerando a legitimidade de tal demanda, o CFO manifesta-se a favor do movimento (…) razão pela qual requer o supramencionado ato governamental suspenda também a autorização de novos cursos de odontologia”, diz o ofício entregue ao MEC.

Segundo o CFO no Brasil existem mais de 300 cursos de Odontologia. Há ainda a modalidade de ensino a distância, que o CFO combate abertamente. De acordo com informações do portal E-MEC, vários ainda não formaram sequer a primeira turma, o que dificulta sobremaneira a avaliação da qualidade desses cursos.

O presidente do CRO-MT, Luiz Evaristo Ricci Volpato, defende que a fiscalização do Ministério da Educação e Cultura (MEC) seja mais adequada para garantir curso de qualidade para os estudantes de odontologia, bem como investir em cursos de técnicos e auxiliares de saúde bucal. “Pelos dados do CRO-MT podemos perceber que há uma necessidade muito maior de cursos técnicos e auxiliares do que cirurgião-dentista. Todas as profissões são importantes, de nada adianta investir na formação do cirurgião-dentista e deixar de lado as profissões técnicas e auxiliares”.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 17 de janeiro de 2018

11:33 - Governo vai liberar R$ 406 milhões para ensino médio em tempo integral

Terça, 16 de janeiro de 2018

11:19 - Matrículas em Várzea Grande e no interior começam nesta terça-feira

Sexta, 12 de janeiro de 2018

07:50 - MP quer obrigar Seduc a contratar auxiliares para alunos especiais

Quinta, 11 de janeiro de 2018

07:30 - MEC antecipa liberação de R$ 539 mil para Hospital Universitário de MT

Quarta, 10 de janeiro de 2018

16:25 - Matrícula de novos alunos em escolas integrais do Estado começa nesta quinta-feira

Segunda, 08 de janeiro de 2018

09:08 - VG inicia matrículas de alunos novos na rede pública e abre 7.2 mil vagas

Domingo, 07 de janeiro de 2018

09:22 - Formação de brasileiro nos EUA vale menos que a de argentino

09:22 - Mais de 4.6 mil jovens e adultos foram alfabetizados no Estado

08:00 - Matrículas para as creches do Estado começam nesta segunda-feira

Quarta, 03 de janeiro de 2018

15:56 - Após falhas no sistema, método para matrículas online é alterado


// leia também

Sexta, 19 de janeiro de 2018

09:09 - Multas por videomonitoramento voltarão a ser aplicadas em Cuiabá

Quinta, 18 de janeiro de 2018

14:04 - Pedestre morre atropelado ao tentar atravessar BR na madrugada

13:52 - Estado e prefeitura de Cuiabá negam dívidas com hospitais filantrópicos

11:10 - Pai, mãe e filho morrem incinerados em grave acidente

Quarta, 17 de janeiro de 2018

16:01 - Governo lança concurso público para Secitec

14:01 - Estado tem quase 900 processos em andamento contra servidores, diz CGE

13:58 - Papiloscopistas identificam colombiano morto após assalto

Terça, 16 de janeiro de 2018

15:55 - Policial baleado em sequestro reencontra empresária e diretor de hospital

10:52 - Carro bate de frente com moto em ultrapassagem e 3 morrem no local

09:08 - Vencimento da fatura de água vai mudar para todo dia 4 para unificar cobrança


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 19/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 19/01/2018
B4342464d885d68375f74fddbcec4a71 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O governador Pedro Taques não vai liberar dinheiro para o Carnaval nos municípios. O que você acha disso?




Logo_classifacil









Loja Virtual