A cada dia uma pessoa descobre ter Aids em MT | Gazeta Digital

Sexta, 01 de dezembro de 2017, 07h40

Dezembro Vermelho

A cada dia uma pessoa descobre ter Aids em MT

Dantielle Venturini, repórter de A Gazeta


A cada dia pelo menos uma pessoa descobre ter Aids em Mato Grosso. Já são mais de 12 mil pessoas convivendo com a doença no Estado. Neste ano, 306 casos foram notificados até outubro e mais de 70% em homens.

Reprodução

Dezembro Vermelho visa conscientizar a população sobre a importância da prevenção

No dia em que se comemora o “Dia Mundial de Luta Contra a Aids”, (1º de Dezembro), os avanços em relação à doença são reconhecidos mas, segundo portadores do vírus HIV ou da doença, ainda é preciso avançar em relação ao atendimento e tratamento das pessoas infectadas. No Estado, por exemplo, apenas 85 municípios oferecem os testes rápidos para detecção do vírus.

Esse ano foi instituída no país a Campanha Nacional de prevenção ao HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), denominada “Dezembro Vermelho”, com foco na prevenção, assistência, proteção e promoção aos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/Aids.

O “Dezembro Vermelho” foi fixado no calendário nacional a partir da Lei 13.504, publicada em novembro deste ano, que tem em seu programa um conjunto de atividades e mobilizações que serão realizadas em parcerias entre o Poder Público, sociedade civil e organismos internacionais.

Representante estadual da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids (RNAJVHA), Lucas Patrick Machado reconhece que políticas públicas como o “Dezembro Vermelho” e o “Dia Mundial de Luta” são muito importantes na luta contra a doença. No entanto, ele lembra que as ações não podem se concentrar apenas nessas datas. Conforme ele é urgente e importante que as campanhas sejam feitas durante todo o ano, e não só no Carnaval e em dezembro.

“Estamos vivendo novamente uma epidemia de várias doenças sexualmente transmissíveis, entre elas a Aids. É preciso que as campanhas sejam diárias e não apenas a título de alerta, mas também de aconselhamento e acolhimento”.

Há ainda outros pontos que precisam avançar como, por exemplo, a melhoria das estruturas e serviços oferecidos nas unidades de Serviço de Assistência Especializada (SAE). Há também a necessidade de melhoria no fornecimento dos testes rápidos e medicamentos, e a capacitação dos profissionais da saúde de forma geral.

Lucas lembra que em Mato Grosso ainda existem pessoas que precisam percorrer mais de 200 km para conseguir realizar um teste rápido. “Em muitas cidades as pessoas que necessitam não sabem nem mesmo onde procurar”.

Em relação aos SAEs, ele explica que apesar da boa vontade das pessoas que trabalham nessas unidades, a estrutura para atendimento é precária e deixa a desejar. “Muitos deles precisam passar por reformas em suas estruturas, além da necessidade da troca de móveis e equipamentos utilizados para o atendimento a quem faz o tratamento”.

Quanto à capacitação dos profissionais, ele lembra que aqueles que trabalham nos SAEs são os únicos preparados para o atendimento e quando uma pessoa procura outro local, como uma Unidade de Pronto Atendimento, por exemplo, ainda se depara com o espanto e o despreparo de profissionais. “Quando você chega precisando de um atendimento e diz ser soropositivo, muitos não sabem como agir”. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 18 de dezembro de 2017

11:26 - Crianças portadoras do HIV terão novo medicamento com tecnologia inovadora

Sexta, 01 de dezembro de 2017

17:51 - Europa registra maior número de novos casos de HIV desde 1980

17:15 - Cai número de casos de aids no Brasil no período entre 2014 e 2016

Quinta, 22 de junho de 2017

08:00 - Falta de remédio afeta 5 mil portadores de HIV em Mato Grosso

Segunda, 29 de maio de 2017

17:09 - Cuiabano cria aplicativo para portadores de HIV

Quinta, 01 de dezembro de 2016

00:02 - MT tem mais de 9 mil portadores do vírus HIV

Quarta, 30 de novembro de 2016

11:41 - 112 mil pessoas vivem com HIV e não sabem

Sexta, 18 de novembro de 2016

09:44 - Israelenses desenvolvem droga para combater a Aids

Quinta, 03 de novembro de 2016

16:55 - Cuiabá garante tratamento a soropositivos

Sexta, 09 de setembro de 2016

11:32 - Anticorpos são treinados contra HIV


// leia também

Segunda, 22 de janeiro de 2018

19:15 - CGU lança canal para cidadão sugerir melhoras dos serviços públicos

17:56 - Caminhonete furtada em pátio de prefeitura de VG é recuperada

17:28 - Universitário desaparecido estava preso acusado por abuso sexual

16:22 - Homem fica gravemente ferido em acidente no Coxipó do Ouro

16:06 - Posto da biometria no Ganha Tempo do CPA 1 já está funcionando

13:51 - Presidiário com HIV morre internado em hospital do interior

10:30 - Prefeito de Cuiabá descarta cancelar seletivo após denúncia de fraude

08:00 - Politec avança na produção de laudos e expedição de documentos

07:00 - Concurso fraudado para delegados segue suspenso após 2 meses

Domingo, 21 de janeiro de 2018

14:45 - Gol e Parati batem de frente e deixam 6 pessoas feridas em Sorriso


 veja mais
Cuiabá, Terça, 23/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 23/01/2018
Ee7bba5599143b6808c910b7421e152b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Algum novato, de fora da política, pode surpreender nas eleições para presidente da República?




Logo_classifacil









Loja Virtual