Sem especialistas, quadro de saúde do adolescente Vitor Hugo se agrava | Gazeta Digital

Quinta, 04 de janeiro de 2018, 16h02

Sem especialistas, quadro de saúde do adolescente Vitor Hugo se agrava

Valquiria Castil, repórter do GD


Reprodução/Facebook

Vitor Hugo foi internado no dia 18 de setembro com quadro de diarreia e desde então se encontra internado em UTI. 

Um mês após ter conseguido transferência para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro de Cuiabá por determinação da Justiça, o adolescente Vitor Hugo, 15, morador de Sinop (500 Km ao norte de Cuiabá) não apresentou melhora no seu estado de saúde. Sem diagnóstico da doença, durante mais 100 dias de internação o garoto já passou por 3 cirurgias e permanece numa situação grave, porém estável através de máquinas e transfusões de sangue. A família denuncia que faltam médicos especialistas que possam descobrir qual é a doença do garoto.

Daniela Luciana, mãe do garoto, está desesperada sem saber o que fazer para que o filho volte a ter a vida saudável que tinha antes de dar entrada no Hospital Regional de Sinop, com uma diarréia, no dia 18 de setembro. “Agora, depois de 30 dias internado no Pronto-Socorro me falam que não tem como tratar dele lá, que não há condições de descobrir o que ele tem por falta de pelo menos 4 médicos especialistas: gastrointestinal, nutrólogo, endocrinologista e reumatologista”, desabafa.

Segundo Daniela, a Central de Regulação tem uma transferência do Vitor Hugo aprovada para o Hospital Julio Müller, também em Cuiabá, onde teriam profissionais adequados para atendê-lo. No entanto, não há vagas para internar o adolescente. Outra alternativa encontrada pela família seria entrar com uma ação judicial para pedir transferência para fora do Estado.

“Como não tem vaga no Júlio Müller, o certo seria providenciar outro lugar para ele na cidade, inclusive, estamos tentando pedir uma transferência para fora do Estado, mas acontece que o Pronto-Socorro não fornece o laudo médico do Vitor Hugo para podermos entrar na Justiça. Eles [direção do Pronto-Socorro] alegam que isso só acontece quando não tem como tratar aqui no Estado. Se não conseguem saber o que ele tem e tratar dele, por que dificultam tanto a cura do meu filho? Além de tudo meu filho agora está com uma infecção generalizada”, lamenta.

Por conta das hemorragias que teve no cérebro e no intestino Vitor Hugo já passou por 3 cirurgias e utilizou cerca de 50 bolsas de sangue, dentro desse período internado. No momento, ele encontra-se sedado devido a uma complicação que surgiu durante o final de semana.

Leia mais - Adolescente de Sinop que precisava de UTI é transferido para Cuiabá

Adolescente consegue liminares, mas continua sem UTI e família pede ajuda

Outro lado

A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá confirma que o atual quadro de saúde de Vitor Hugo é estável, mas negou a falta de médicos no Pronto-Socorro. "Ele está sendo assistido e internado na UTI recebendo toda a atenção necessária para que a saúde dele seja reestabelecida", disse por meio da assessoria de imprensa.

Ainda segundo a pasta, ocorreu uma falha na comunicação com a família. "Houve a reunião da família, com a superintendência e o intensivista responsável pela assistência ao paciente Vitor Hugo, onde foi explicado todo quadro clínico e necessidades do mesmo", diz em nota. 

O caso

Vitor Hugo deu entrada no hospital de Sinop, no dia 18 de setembro, com quadro de diarréia. O menino passou 2 dias em uma ala do hospital e só depois conseguiu ser internado na UTI, no entanto o próprio hospital informou que estava sem condições técnicas para atender o garoto, isso na época em que parte da unidade foi fechada por conta da crise na saúde em todo o Estado. Com isso, um pedido de transferência foi solicitado e a Justiça concedeu liminar obrigado que o Estado transferisse o garoto para uma UTI.

Divulgação

Adolescente veio transferido em UTI aérea de Sinop para Cuiabá no dia 29 de novembro. Quadro de saúde se mantém estável desde então, através de aparelhos médicos. 

Para atender a liminar, a UTI foi reaberta e Vitor internado no próprio Hospital Regional de Sinop. No entanto, ele precisou de um procedimento mais específico. A família deveria providenciar a transferência dele para um centro médico mais avançado.

Novamente a família entrou com pedido de liminar. Vitor teve seu quadro de saúde agravado com hemorragia na cabeça e precisou fazer outra cirurgia, dessa vez, no cérebro. Mesmo com a determinação de transferência, os médicos o impediram de sair da UTI pelas primeiras 48h. Após esse período ele conseguiu ser transferido para o Pronto-Socorro de Cuiabá, onde está desde o dia 29 de novembro.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

10:45 - Especialista aponta 5 passos para evitar lesões durante atividade física

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

11:51 - Município é condenado a reformar unidade de saúde do Jardim Leblon

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

12:20 - Hospital Femina passa por obras e entrada agora é pelo estacionamento

11:55 - Brasil confirma caso de sarampo após 3 anos sem a doença

Terça, 20 de fevereiro de 2018

08:54 - Em 15 anos, governo federal retém R$ 31 bilhões em gastos para saúde

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

16:30 - Preconceito e desinformação dificultam combate ao alcoolismo

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

11:38 - MPF investiga irregularidades em obra milionária do Hospital Júlio Müller

Segunda, 12 de fevereiro de 2018

11:28 - Juíza condena Prefeitura a manter farmácias das policlínicas abertas

08:00 - Associação chama diabéticos de MT para fazer cadastramento

07:30 - Liminar proíbe que empresas suspendam serviços em unidades de saúde


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

14:11 - Mais de 34 mil candidatos fazem prova do concurso de Várzea Grande neste domingo

13:11 - Semob prepara operação para clássico Fla-Flu neste sábado

09:14 - Por obra de escola, indígenas mantêm engenheiro refém em aldeia

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

18:12 - Chuva inunda ruas de bairro e Bombeiros são acionados - Veja vídeo

17:23 - Saúde fará contrato de R$ 30 milhões para compra de medicamentos

12:27 - Sesc Pantanal inaugura novo espaço para mobilizar jovens de Poconé

09:40 - Corpo de prematuro filho de bolivianos é repatriado

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

16:55 - Prefeitura de VG e Estado entregam títulos definitivos de propriedade

15:52 - Ponto turístico tradicional, Mirante em Chapada é desapropriado

15:34 - Cuiabá recebe primeiro evento sobre novas tecnologias da Microsoft


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 24/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/02/2018
116961967de356eee6ddd02c7d0c8fb3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual