Casos de HIV em adultos crescem 255% em MT; foliões devem usar preservativos | Gazeta Digital

Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 07h00

Casos de HIV em adultos crescem 255% em MT; foliões devem usar preservativos

Welington Sabino, editor do GD


Mato Grosso registrou um aumento de 255,5% nos casos de HIV em adultos nos últimos 5 anos. Em números, os registros saltaram de 180 em 2012 para 640 notificações em 2017, aumento de 460 casos. A detecção e tratamento precoce com antirretrovirais (TARV) retardaram a evolução do HIV para Aids.

Divulgação

SES alerta para necessidade de usar preservativo sempre, principalmente nas festas carnavalescas

No Estado, os dados mais recentes sobre pessoas com Aids são de 2016 quando foram notificados 378 casos da doença sendo que a maior incidência dos casos tem sido verificada na população jovem. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que nesse período de festas carnavalescas, reforça sobre a importância de usar preservativos nas relações sexuais para prevenir as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

O alerta da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da SES se deve ao fato de que a principal forma de contágio do vírus HIV continua sendo a via sexual, ou seja, a pratica de sexo sem camisinha, tanto masculina quanto feminina.

Alessandra Moraes, coordenadora do setor, observa que durante o Carnaval, ou em qualquer ocasião, o uso de preservativos em todas as relações sexuais (orais, anais e vaginais), é o método mais eficaz para evitar a transmissão de doenças. Também serve para evitar gravidez e está disponível gratuitamente nas unidades básicas de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ela lembra que as Infecções Sexualmente Transmissíveis são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos e transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com uma pessoa que esteja infectada. No rol das IST mais conhecidas estão: HIV/Aids, Sífilis, Hepatites virais, HPV, Herpes genital, clamídia e gonorreia.

Qualquer pessoa que tem relação sexual desprotegida pode contrair uma IST independente de idade, estado civil, classe social, identidade de gênero, orientação sexual, credo ou religião. A pessoa pode estar aparentemente saudável, não ter conhecimento da infecção e continuar transmitindo IST, e se não forem diagnosticada e tratada, pode levar a graves complicações, como infertilidade, câncer ou até morte.

HIV é uma sigla para vírus da imunodeficiência humana que com o passar do tempo pode levar à síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids). Profissionais da saúde que atuam nesse setor ressaltam que com a evolução do tratamento nem todo mundo que vive com HIV chega a desenvolver a Aids.

Outras doenças

Em Mato Grosso, nos últimos dois anos, foram notificados 1.733 casos de Sífilis em adultos, 1.356 casos em gestantes e 921 casos de Sífilis congênita, quando é transmitida da mãe para o bebê ainda durante a gravidez. Quanto aos casos de hepatites, entre 2012 e 2016 foram notificados 6.966 registros de hepatites virais em Mato Grosso. Deste total, houve 167 mortes.

Coforme a SES, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima a ocorrência de mais de 1 milhão de casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) por dia no mundo. Ao ano, calculam-se aproximadamente 357 milhões de novas infecções, entre clamídia, gonorreia, sífilis e tricomoníase. (Com informações da assessoria da SES-MT)

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 18 de dezembro de 2017

11:26 - Crianças portadoras do HIV terão novo medicamento com tecnologia inovadora

Sexta, 01 de dezembro de 2017

17:51 - Europa registra maior número de novos casos de HIV desde 1980

17:15 - Cai número de casos de aids no Brasil no período entre 2014 e 2016

07:40 - A cada dia uma pessoa descobre ter Aids em MT

Quinta, 22 de junho de 2017

08:00 - Falta de remédio afeta 5 mil portadores de HIV em Mato Grosso

Segunda, 29 de maio de 2017

17:09 - Cuiabano cria aplicativo para portadores de HIV

Quinta, 01 de dezembro de 2016

00:02 - MT tem mais de 9 mil portadores do vírus HIV

Quarta, 30 de novembro de 2016

11:41 - 112 mil pessoas vivem com HIV e não sabem

Sexta, 18 de novembro de 2016

09:44 - Israelenses desenvolvem droga para combater a Aids

Quinta, 03 de novembro de 2016

16:55 - Cuiabá garante tratamento a soropositivos


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

14:11 - Mais de 34 mil candidatos fazem prova do concurso de Várzea Grande neste domingo

13:11 - Semob prepara operação para clássico Fla-Flu neste sábado

10:45 - Especialista aponta 5 passos para evitar lesões durante atividade física

09:14 - Por obra de escola, indígenas mantêm engenheiro refém em aldeia

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

18:12 - Chuva inunda ruas de bairro e Bombeiros são acionados - Veja vídeo

17:23 - Saúde fará contrato de R$ 30 milhões para compra de medicamentos

12:27 - Sesc Pantanal inaugura novo espaço para mobilizar jovens de Poconé

09:40 - Corpo de prematuro filho de bolivianos é repatriado

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

16:55 - Prefeitura de VG e Estado entregam títulos definitivos de propriedade

15:52 - Ponto turístico tradicional, Mirante em Chapada é desapropriado


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 24/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/02/2018
116961967de356eee6ddd02c7d0c8fb3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual