Ministro da Educação visitará obras do campus UFMT em Várzea Grande | Gazeta Digital

Quarta, 14 de março de 2018, 09h49

Ministro da Educação visitará obras do campus UFMT em Várzea Grande

Redação Secom/VG


O ministro da Educação, deputado federal Mendonça Filho confirmou pré-agenda para a prefeita Lucimar Sacre de Campos e para o secretário de Assuntos Estratégicos, Jayme Veríssimo de Campos em Várzea Grande, nesta quinta-feira (15) para ver o andamento das obras do Campus da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT. A visita do ministro deverá acontecer no período matutino.

José Cruz/Agência Brasil

Ministro da Educação Mendonça Filho

O ministro Mendonça Filho recebeu em audiência o secretário Jayme Veríssimo de Campos e o senador Cidinho Santos, no último dia 07 deste mês, além do vice-reitor da Universidade Federal de Mato Grosso em exercício, Evandro da Silva e o pró-reitor do Campus de Várzea Grande, professor Mauro Lúcio Naves Oliveira, para tratarem da possível liberação de recursos previstos no Orçamento da entidade, mas contingenciado.

Existe ainda a possibilidade de o ministro visitar também algumas das obras uma das 15 obras de Centros Municipais de Educação Infantil - CMEIs que estão em execução em Várzea Grande, diferente da grande maioria das cidades do Brasil onde se encontram paralisadas 900 obras na grande maioria das cidades do Brasil.

Segundo estudos da Confederação Nacional dos Municípios - CNM, mais do que dificuldades para concluir as obras realizadas com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE e contrapartida das cidades, as administrações municipais tem dificuldades em manter as estruturas e arcar com as despesas elevadas de salários dos profissionais entre outras.

Em dezembro passado, numa discussão com o Tribunal de Contas da União - TCU, a Confederação Nacional dos Municípios - CNM chegou a discutir a possibilidade de devolução dos recursos pactuados.
Na oportunidade foi constituído um grupo de trabalho por técnicos do TCU, FNDE e CNM para debater e decidir qual o melhor caminho a ser adotado na retomada e conclusão das obras, pois a demanda reprimida por vagas é considerada enorme.

“Em Várzea Grande, após concluídas essas obras, serão disponibilizadas entre 3,5 mil até 5 mil novas vagas e estamos fazendo isto com muita determinação, empenho e principalmente com transparência e a correta aplicação dos recursos públicos”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

Os secretários de Assuntos Estratégicos e de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Jayme Veríssimo de Campos e Silvio Fidélis apontaram que as mesmas dificuldades que as cidades brasileiras estão encontrando, Várzea Grande também está passando, exigindo que o Tesouro de Várzea Grande, repasses mais recursos para atender não apenas as obras como se prepare para novas despesas para funcionar essas novas unidades.

“Essas obras estavam perdidas e os recursos quase voltaram para o Ministério da Educação e para o FNDE, mas resolvemos assumir o problema e encontrar soluções, pois faltam vagas para as crianças e o papel do Poder Público é atender com serviços de qualidade, pois essas crianças estando sob a guarda da administração pública permitem aos pais que busquem honrar com seus trabalhos ou até mesmo melhorar a renda familiar”, disseram os secretários.

Chico Ferreira

Parque tecnológico de Várzea Grande, onde funcionarão os campi da UFMT e IFMT

 

Campus da UFMT em Várzea Grande

O Campus da UFMT em Várzea Grande faz parte do Complexo do Chapéu do Sol que está recebendo também as obras do Parque Tecnológico, do Instituto Federal de Mato Grosso e provavelmente da Universidade Estadual de Mato Grosso - UNEMAT.

“Várzea Grande está caminhando para uma nova vertente econômica e financeira voltada a implantação de um Polo Educacional que já tem sinalizações da chegada de entidades educacionais de ponta como a PUC, fora a real possibilidade de em curto espaço de tempo essas entidades de ensino superior e profissional produzirem mão de obra capacitada para atender a demanda crescente do agronegócio, da industrialização e do comércio de Mato Grosso”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

No orçamento da UFMT estão contingenciados recursos da ordem de R$ 45 milhões que se liberados permitirão a conclusão das primeiras obras para que no Campus de Várzea Grande sejam implantados os primeiros cursos ligados a área de engenharia.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 14 de junho de 2018

18:25 - Politec analisa água contaminada e suspeita é de sabotagem no RU

09:34 - Restaurante da UFMT é interditado após aluno beber água e passar mal - veja vídeo

Sexta, 08 de junho de 2018

15:29 - Juiz determina nova reintegração de posse na UFMT e reforço policial

Segunda, 04 de junho de 2018

14:07 - Professores da UFMT discutem greve após corte de 28% nos salários

Quarta, 30 de maio de 2018

14:45 - Justiça autoriza corte de 28,8% nos salários de 3 mil professores da UFMT

Quarta, 16 de maio de 2018

16:15 - Após greve, reajuste de refeições na UFMT fica para 2019

Quarta, 09 de maio de 2018

06:30 - Estudantes da UFMT deflagram greve geral contra reajuste de refeições - veja vídeo

Segunda, 07 de maio de 2018

11:57 - Reajuste no RU da UFMT será pauta de audiência

Sábado, 05 de maio de 2018

11:59 - Site da UFMT é invadido por hackers após reintegração de posse

Quarta, 28 de fevereiro de 2018

13:35 - Estudantes da UFMT dizem que pressão adiou aumento das refeições no RU


// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

18:46 - Prefeitura obtém Certidões Negativas de Débito e pode contrair empréstimo

18:36 - Prefeitura inaugura UBS e Sistema de Tratamento de Água em Chapada

15:03 - Tribunal de Justiça mantém bloqueio de 15 imóveis que pertenciam a Eder

14:42 - Frio continua pelos próximos dias em MT e mínima chega aos 13º

13:32 - MPE emite nota contra estadualização do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães

13:15 - VG atinge meta de vacinar 90% dos grupos prioritários contra a gripe

13:10 - Dentistas denunciam Prefeitura por descaso e falta de materiais em clínicas - veja fotos

11:41 - Criança se perde do pai e morre afogada em lago de sítio

10:56 - Caminhoneiro morre ao tombar carreta com bois

09:45 - Câmeras de videomonitoramento voltam a autuar carga pesada após suspensão


 veja mais
Cuiabá, Terça, 19/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 19/06/2018
469cf77038290f16bf38d5b8552ee12d anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Reino Unido firma pacto com empresas para reduzir uso de plástico e poluição




Logo_classifacil









Loja Virtual