Sexta, 24 de fevereiro de 2017

10:33 - Polícia desarticula organização que realizava assaltos e alugava armas

10:08 - Homem é preso por abusar de 4 crianças

09:33 - Dupla invade festa, rouba carro e na fuga atira contra PMs

08:50 - Jovem derruba poste em racha na Miguel Sutil - Veja vídeo e fotos

08:43 - Câmera em SP vê ladrão em agência de Cuiabá

08:29 - Polícia faz operação para prender quadrilha comandada de presídio

Quinta, 23 de fevereiro de 2017

16:11 - Venda clandestina de gás é fiscalizada e comércios são fechados

15:04 - Ladrão de farmácia é preso em Várzea Grande

14:27 - Líder do Comando Vermelho é preso no Pará e será transferido para MT

13:55 - Polícia Militar localiza desmanche de motos roubadas

13:34 - Homem é preso com droga e armas de fogo em Alto Taquari

10:14 - Ladrão cai do telhado e morre durante assalto em VG

09:48 - Adolescente de 15 anos é estuprada por dupla

08:43 - Meninas infratoras fazem motim no Pomeri

08:16 - Empresários morrem em uma colisão frontal com caminhão na BR-158

Quarta, 22 de fevereiro de 2017

19:35 - PM não se posiciona sobre truculência da Rotam - Veja vídeo

18:59 - Trio é preso ao tentar aplicar golpe contra INSS

17:21 - Preso homem acusado de dois assassinatos

14:53 - Adolescentes fazem motim e agridem policiais

12:09 - Seis homens são presos com 7 armas em Colniza

11:28 - Homem é preso por comércio ilegal de armas

11:00 - Avó sequestra neta e mãe leva o caso à Polícia

10:10 - Delegado pede mais prazo para investigar morte de PM e execuções

09:10 - Dupla é detida por populares depois de roubar farmácia

09:07 - Ônibus do transporte coletivo são apedrejados em Sinop


Cuiabá, Sexta, 24/02/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sexta, 24/02/2017
A62e5578094d90cd223922c882d8cb18 anteriores




Rádios ao vivo
  • cbn
  • cbn
Indicadores Financeiros
Dólar Comercial 3,0656 -0,12%
Ouro - BM&F (à vista) 122,40 +0,66%
+ veja mais
Mercado Agropecuário
Boi Gordo @ 126,00
Soja - saca 60 kg 64,50
+ veja mais
Mais Lidas Enquete

Reforma trabalhista prevê que patrões e empregados poderão negociar a jornada de trabalho, desde que não exceda 220h/mês. Qual sua opinião?



Logo_classifacil