Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Brasil - A | + A

11.10.2018 | 20h09

78% dos caminhoneiros estão acima do peso, diz pesquisa

Facebook Print google plus

CONTEÚDO ESTADÃO

Um levantamento feito pelas concessionárias dos sistemas Anhanguera-Bandeirantes e Castelo Branco-Raposo Tavares, dois dos principais corredores viários do Estado de São Paulo, aponta que 78% dos caminhoneiros estão acima do peso. Dos 5.314 motoristas de caminhão abordados entre janeiro e setembro deste ano nas bases fixas do programa Estrada pela Saúde, desenvolvido pelo Instituto CCR, 4.167 apresentaram alteração no Índice de Massa Corporal (IMC) acima do padrão de saúde definido como ideal pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O resultado obtido neste ano é praticamente igual ao do levantamento feito em 2017, quando 79% dos 4.063 caminhoneiros avaliados entre janeiro e junho estavam acima do peso ideal. Nos dois anos, o diagnóstico indicou que as maiores causas do sobrepeso e de outros problemas de saúde do motorista profissional são a má alimentação e a falta de atividade física.

De um ano para o outro, não foi observada melhora nesse cenário.

"A obesidade aumenta o risco de outras doenças, como pressão alta e diabetes. Isso afeta diretamente a qualidade de vida e a própria segurança dos caminhoneiros enquanto dirigem", disse o médico Mário Jorge Kodama, coordenador do Programa Estrada para a Saúde na CCR Autoban.

O médico recomenda que, além de buscar alimentação mais equilibrada, os motoristas profissionais devem se exercitar durante as viagens.

"Nas paradas, o caminhoneiro pode realizar atividades simples, como uma caminhada de 15 minutos em volta do caminhão e alongamento", disse.

As pesquisas indicam que o número de caminhoneiros acima do peso está mais elevado que a média da população brasileira. Dados da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso) apontam que o excesso de peso acomete 50% da população.

Obesidade

A obesidade é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal. Para o diagnóstico em adultos, o parâmetro utilizado mais comumente é o IMC. Consideram-se obesas as pessoas com IMC superior a 30. Já que as que têm 25 e 29,9 são portadoras de sobrepeso.

(Com Agência Estado)

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a influência das redes sociais e WhatsApp nessas eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,10 -0,90%

Algodão R$ 97,23 -0,18%

Boi a Vista R$ 132,83 -2,15%

Soja Disponível R$ 70,00 -0,71%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.