Cuiabá, Quinta-feira 13/12/2018

Brasil - A | + A

10.10.2018 | 13h51

Família morta em acidente é sepultada em SP; menino deixa o hospital

Facebook Print google plus

CONTEÚDO ESTADÃO

Muita emoção marcou o sepultamento da família morta em um acidente quando voltava de Rio Quente (GO) para Campinas (SP). Os corpos das vítimas foram velados a partir da madrugada desta quarta-feira, 10, e o enterro realizado de manhã no Cemitério Parque das Flores, em Campinas. Antes disso, na noite desta terça-feira, 9, um culto na Igreja Batista Vista Alegre homenageou as vítimas.

Morreram no acidente Alessandro Monare, de 37 anos, que era pastor da igreja, sua mulher Belkis da Silva, 35, e o filho Samuel da Silva Miguel Monare, 8. No acidente sobreviveu apenas Benjamin da Silva Miguel, de 6 anos, o outro filho do casal, que deixou o hospital na noite desta terça-feira.

A Polícia Civil de Araguari (MG) investiga as causas do desastre e se houve a participação de outro carro. A família voltava de Goiás em um Honda Fit que foi parar dentro de uma vala na Rodovia BR-050, entre os municípios de Araguari e Uberlândia (MG).

O acidente ocorreu na manhã de domingo, 7, mas o veículo foi localizado somente na terça, após o filho caçula conseguir chegar ao acostamento da pista.

O resto da família foi achado sem vida dentro do carro e uma marca de pneu na porta indica que o veículo pode ter sido atingido por outro antes de cair no buraco. Uma testemunha que passava pelo trecho também garante ter visto uma colisão no local.

O menino que sobreviveu foi levado por parentes para Campinas após deixar o hospital em Uberlândia. Ele não teve fraturas, apenas alguns hematomas, e poderá ajudar a elucidar o caso; mas ainda não foi ouvido pelos policiais.

A criança também não esteve presente no velório e enterro da família. Parentes contaram que o menino ainda está um pouco confuso e não se lembra do acidente, apenas do passeio em Goiás e do momento que saía do buraco. A viagem tinha sido um presente do marido para a mulher que havia feito aniversário.

Apuração

A Polícia Civil evita dar detalhes da investigação, devendo o inquérito ser concluído em 30 dias. A rodovia conta com câmeras cujas imagens estão sendo analisadas para ajudar a elucidar o desastre. Além de um guincho, até uma retroescavadeira teve de ser usada para retirar o carro da cratera.

O local onde ocorreu o acidente é em linha reta e não chovia naquele momento, tendo o carro capotado antes de cair na vala. Policiais acreditam que a cadeirinha pode ter ajudado na sobrevivência do filho caçula.

(Com Agência Estado)

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre os ministros escolhidos por Jair Bolsonaro?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 13/12/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,65 -1,00%

Algodão R$ 90,88 -0,04%

Boi a Vista R$ 132,65 -1,01%

Soja Disponível R$ 75,00 1,35%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.