Publicidade

Cuiabá, Domingo 25/08/2019

Cidades - A | + A

transporte coletivo 21.03.2019 | 19h05

Centenas de bairros de Cuiabá e VG estão sem ponto de ônibus

Facebook Print google plus
Gizele Carvalho

gizele@gazetadigital.com.br

Usuários do transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande reclamam da falta de ponto de ônibus. Quando existentes, a maioria dos abrigos não tem coberturas, bancos para sentar ou qualquer estrutura para acomodação mínima para os passageiros. 

 

Chico Ferreira

Ponto sem cobertura

 

Em centenas de bairros nas duas maiores cidade de Mato Grosso, os pontos de ônibus estão sem reforma há anos. Os usuários ficam à merce do sol ou da chuva e, em muitas, paradas não existe sequer a placa de sinalização. Estes problemas causam mais dificuldades no trânsito, além da falta de segurança. 

 

Os moradores do bairro São Mateus e da região, em Várzea Grande, vivenciam a falta de sinalização no local estabelecido como parada de coletivo. Eles reclamam do descaso e do esquecimento do poder público e das empresas que deveriam prestar o serviço com eficácia.

 

A parada obrigatória para a dona Dorcelina Gomes da Silva, 48, moradora do bairro São Mateus, seria algo muito além da realidade. "Aqui pela região do nosso bairro, não possui ponto de ônibus com cobertura, muito menos com banco, isso seria luxo para nós. A situação é triste, vejo todos os dias os idosos atravessando a rua em busca de se esconderem do sol e quando o ônibus aponta é um desespero ver eles tentando chegar a tempo. Já no período de chuva os usuários se protegem como podem com seus guarda-chuvas", diz a moradora.

Marcos Vaillant

Ponto sem conforto

 

 

Para a outra moradora do mesmo bairro, que não quis de identificar, a situação é uma verdadeira falta de respeito com os usuários. "O transporte coletivo demora e as pessoas sentam no meio fio para esperar,pois não tem assento, isso ainda de baixo de sol ou até mesmo da chuva, é um descaso deixar os passageiros dessa forma, afinal pagamos por isso", desabafa.

 

Em Cuiabá, a situação dos usuários não é diferente, a promotora de vendas Fernanda de Campos, 28, conta o que passa diariamente ao se deslocar para o ponto de ônibus no bairro Jardim Colorado.

Chico Ferreira

Ponto de ônibus

 

 

"Não me lembro de quando vi esse ponto com cobertura, a estrutura é velha e a atual situação é bastante crítica, onde era o banco está quebrado e as pessoas improvisaram uma madeira para sentar e o esgoto aberto passa aqui do lado. E quando chove eu tenho que correr para dentro da casa de alguém, pois sempre estou no ponto acompanhada com minha filha de 4 anos, isso é péssimo", declara.

 

Outro lado VG

 

Apesar da falta de abrigo para os usuários, o secretário de Serviço Público e Mobilidade Urbana de Várzea Grande, Breno Gomes, afirma que  foram implantados 70 novos pontos e outros 100 foram reformados, isso no período de 2017 e 2018 e há novos projetos para esse ano.

 

Marcos Vaillant

Ponto de parada

 

 

"Está sendo fabricado mais 100 novos pontos de ônibus para serem distribuídos em todo o município, inclusive 30 deles serão entregues no dia 20 de março e os outros mais adiante. Os pontos terão modelos diferentes e especiais, cada um vai conter o tamanho de 4 por 2, vai ter lixeira, é caneleta e não molha por dentro, disse.

 

O secretário ainda dá uma dica de conscientização à população. "Após a implantação das novas paradas, peço a compreensão dos usuários que zelem do local, não pichando e nem pregando anúncios, pois as pessoas que forem pegas praticando estes atos serão notificadas por meio de fiscais de fiscalização de postura", enfatiza.

 

Outro lado Cuiabá 

 

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) de Cuiabá, há um projeto que teve início no final de 2018 com substituições de 200 pontos de ônibus na capital. As paradas foram distribuídos pelas avenidas Mário Augusto Vieira, avenida Doutor Hélio Ribeiro, Rua Florinda Negrão, rua Joaquim Murtinho, rua Barão de Melgaço e rua General Ramiro de Noronha.

 

Marcos Vaillant

Ponto abandonado

 

Afirma também que outras ações de manutenção e trocas são realizadas rotineiramente. Só na última semana, 3 pontos de ônibus foram reformados pelas empresas de transporte e levados para os bairros Serra Dourada, Residencial Ana Maria e Planalto. As paradas estavam localizadas em vias onde linhas foram desativas. 

 

Estações climatizadas em Cuiabá 

 

Prefeitura de Cuiabá, além de estar com o projeto dos pontos de ônibus em andamento, segue em atraso com a reforma das estaçãos climatizadas das praças Ipiranga e Maria Taquara, localizadas no Centro de Cuiabá.

 

Otmar de Oliveira

Praça Maria Taquara, Estação Climatizada

 

A obra da Praça Ipiranga, por exemplo, que estava prevista para ser entregue em janeiro de 2018. Já a reforma do ponto da Maria Taquara que iniciou o ano passado também está sem conclusão. 

 

A responsabilidade destas estações é da Prefeitura de Cuiabá, por meio de uma parceria entre as Secretarias Municipais de Serviços Urbanos e Meio Ambietne. Mas até o momento a obra permanece inacabada, deixando os usuários apertados e sem comodidade alguma. 

 

Em nota, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informou que os pontos das praças Maria Taquara e Ipiranga serão entregues ainda neste mês. 

 

Leia nota da Prefeitura de Cuiabá: 

 

A respeito das 200 substituições de pontos de ônibus na Capital, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que o trabalho teve início no final de 2018. Fruto de um diagnóstico realizado ao longo do primeiro ano de gestão, a proposta já resultou em trocas nas seguintes localidades: 

1 - Avenida Mário Augusto Vieira Morada do Ouro

2 - Avenida Doutor Hélio Ribeiro – 

2- Rua Florinda Negrão

2 - Rua Joaquim Murtinho

1 -Rua Barão de Melgaço – Câmara Municipal

1 - Rua General Ramiro de Noronha

É importante destacar ainda as entregas dos pontos das praças Maria Taquara e Ipiranga, previstas para as próximas semanas.

A Pasta reforça que, para além das 200 substituições, outras ações de manutenção e troca são realizadas rotineiramente. Só na última semana, três pontos de ônibus foram reformados pelas empresas de transporte e levados para os bairros Serra Dourada, Residencial Ana Maria e Planalto. As paradas estavam localizadas em vias onde linhas foram desativas.

Vídeo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a indicação de Eduardo Bolsonaro ao cargo de embaixador do Brasil nos EUA?

Parcial

Edição digital

Domingo, 25/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,80 -2,35%

Algodão R$ 90,53 -0,31%

Boi a Vista R$ 135,67 0,25%

Soja Disponível R$ 64,60 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.