Cuiabá, Quarta-feira 24/04/2019

Cidades - A | + A

Pai pede desculpas 15.04.2019 | 16h49

Colégio particular oficializa expulsão de estudante que ameaçou massacre

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Colégio Coração de Jesus expulsou nesta segunda-feira (15) o estudante de 15 anos que ameaçou seus colegas de um possível massacre. Ao , a unidade confirmou que 'todas as medidas cabíveis foram tomadas'.

 

Leia também - Aluno de escola tradicional ameaça massacre; pai explica 'brincadeira'

 

Em suas redes sociais, o jovem apareceu encapuzado e portando uma arma de airsoft, que é de pressão. A imagem foi acompanhada da legenda 'segunda-feira tem aula, hein'. Em seu perfil pessoal, menino de identifica como amante de armas e colecionador de facas. 

 

Foi o suficiente para despertar a atenção dos pais de alunos e professores da unidade, que deixaram de levar seus filhos à escola. Isto porque há pouco mais de um mês, no dia 13 de março, dois estudantes entraram em uma escola em Suzano, no interior de São Paulo, mataram 8 pessoas e se suicidaram em seguida. 

 

Em vídeo publicado pela família do rapaz, o pai pediu desculpas e afirmou que a situação não passou de uma brincadeira de 'extremo mau gosto'. O pai explicou que é jogador de airsoft, jogo desportivo que simula operações policiais ou militares com armas de pressão que atiram projéteis plásticos não letais. Ele afirmou que o filho o acompanha nesses jogos e possui arma e colete. 

 

"Ele é uma pessoa de bem. É um menino que foi criado a duras lutas da gente todo dia para pagar a escola caríssima para ele e para o irmão dele. Ele vai se retratar e pedir desculpas para vocês".  

 

Caso está sendo investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).   

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Comentários

Evelin - 19/04/2019

Coisa feia julgar desta maneira Jair Siqueira. Vc não conhece o menino, porque apontar seu dedo e fazer comentários tão agressivos. Vc deve ter filhos, como se sentiria se seu filho, vítima de bullying, em um momento infeliz fizesse besteira daquelas. Quem tem intenção de matar não postaria ameaça (pense nisso). Pra mim foi mais um pedido de ajuda. E qto a expulsão, acho que o veículo de comunicação está equivocado. O aluno não foi “expulso”, foi “transferido” para outra Instituição de Ensino. Antes de postar uma matéria, verifiquem a veracidade dos fatos.

1 comentários

1 de 1

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Qual deveria ser a punição para torcedores que brigam durante e após os jogos?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 24/04/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,30 -0,25%

Algodão R$ 94,77 -0,05%

Boi a Vista R$ 132,00 0,00%

Soja Disponível R$ 67,50 0,30%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.