Cuiabá, Domingo 21/10/2018

Cidades - A | + A

03.11.2016 | 16h55

Cuiabá garante tratamento a soropositivos

Facebook Print google plus

Há oito meses, o ambientalista Cláudio (nome fictício), de 22 anos, descobriu que era soropositivo para o vírus do HIV/Aids. Uma descoberta que antecedeu meses de diagnósticos incorretos que apontavam para outro problema de saúde, doença que tratou por quase um ano em pelo menos três hospitais da Capital do Estado.

Contudo, como não melhorava, procurou um posto do Serviço de Assistência Especializada (SAE) – Centro de Testagem e Aconselhamento do bairro onde mora. Após um exame foi detectado o HPV (Papiloma Vírus Humano), um tipo de doença sexualmente transmissível. Nestes casos, os profissionais da unidade de saúde sugerem testes rápidos para a detecção de HIV, sífilis ou hepatites A e B. E os resultados foram negativos, exceto para o HIV.

“Não acreditei quando vi escrito no exame ‘positivo’. Fiquei muito preocupado, mas fui bem amparado pelo SAE, que oferece atendimento rápido, eficiente e sigiloso. Quando você ouve falar que uma pessoa foi positivada pelo vírus da Aids, tem uma reação, quando é você, o choque é grande. Me conscientizei sobre meu problema de saúde, e posso dizer não tenho mais medo da Aids, pois sei que há tratamento”, revela o portador.

Cláudio destaca que o mais importante passo que alguém infectado pelo vírus pode dar é decidir que quer viver. “O único meio para conseguir ter saúde e qualidade de vida é se tratar. A minha recomendação é que toda pessoa que for diagnosticada com o HIV se trate e tenha uma vida normal, como a minha”.

De acordo com a enfermeira do SAE Grande Terceiro, Eliney Maria Araújo, o caminho seguido pelo ambientalista, além de ser o mais seguro, é o mais prático. O teste é confidencial e muito rápido, basta uma gotinha do sangue do paciente e o resultado sai em 15 minutos, com mais de 99% de precisão. Ele é feito 30 dias após a última relação sexual.

“Como temos um público bastante específico, nosso foco é o acolhimento humanizado. A detecção do HIV é um momento íntimo e muito frágil, por esse motivo primamos pela privacidade das informações do paciente. Orientamos ainda que os usuários do SAE façam o acompanhamento psicológico. Entretanto, o mais importante é que todos saibam que estão suscetíveis ao contágio, basta praticar sexo desprotegido com uma pessoa infectada”, ressalta a enfermeira.

Atualmente, somente a cidade de Cuiabá possui 3.164 pacientes cadastrados como soropositivos. E, segundo a enfermeira, para cada pessoa identificada com o HIV, outras quatro desconhecem a condição de portador do vírus. Em Várzea Grande, o número é menor, são 799 casos confirmados.

Serviços

Os SAEs dispõem de equipes multidisciplinares que contam com médico infectologista, ginecologista, pediatra-infecto, nutricionista, psicólogo e enfermeiros.

No local também é ofertado atendimento odontológico e os medicamentos utilizados no tratamento, que são entregues gratuitamente, todos os meses, na farmácia da unidade. O atendimento é realizado de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h.

Em Mato Grosso, há treze postos do SAE. Nos municípios onde não há unidade, o atendimento pode ser feito por um médico da cidade e encaminhado para o Centro Estadual de Referência de Média e Alta Complexidades de Mato Grosso (Cermac), para tratamento.

No Brasil há legislação que ampara os contaminados pelos vírus HIV, a exemplo da Declaração dos Direitos Fundamentais da Pessoa Portadora do Vírus da Aids. Dentre os benefícios assegurados estão o direito à assistência e tratamento, como o oferecido pelos SAEs, saque do FGTS, isenção de impostos, sigilo no trabalho, auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, gratuidade do transporte público, prioridade em processos judiciais, entre outros.



Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409
 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua avaliação do governo Temer nesse final de mandato?

Parcial

Edição digital

Domingo, 21/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,85 -0,75%

Algodão R$ 95,28 -1,05%

Boi a Vista R$ 129,75 -0,95%

Soja Disponível R$ 69,80 -0,14%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.