Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 23/07/2019

Cidades - A | + A

pendência de 2011 19.06.2019 | 12h28

Família é retirada de área onde será construído Juizado Unificado de Cuiabá

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Forças de segurança cumpriram, na manhã desta quarta-feira (18), decisão judicial de despejo em uma área invadida no Centro Político Administrativo, destinada à construção do Juizado Unificado da capital.

 

A família de Izaias Alberto Ferreira da Silva, que mora no local desde o começo da década de 1990, deixou a área alegando não ter para onde ir. Com ele, estavam dois adultos e duas crianças. 

 

Leia também - Duas pessoas morrem em acidente envolvendo caminhão e caminhonete

 

Acompanhando a ação, o técnico judiciário Roberto Cyriaco da Silva lembrou que a ação é de 2011, que já foi julgada e sem recursos.

 

“A família sabia que isso iria acontecer, já que é uma ação antiga. Estamos aqui fazendo o possível para não causar nenhum transtorno para eles”, disse.

 

Segundo Roberto, a área pertence ao Estado, mas foi concedida ao Tribunal de Justiça, que vai construir no local o juizado unificado. 

 

A obra está em fase licitatória e deve ser iniciada em um prazo de 90 dias. 

 

“É uma ação pacífica e organizada. Alinhamos todos os órgãos competentes para evitar qualquer transtorno para a família”.

 

Izaias conta que a família recebeu o aviso prévio para deixar a área e desde então passou a buscar uma nova morada.

João Vieira

Desapropriação / Izaias Alberto Ferreira da Silva

 

 

“Nós não temos para onde ir, o juiz veio aqui uma vez, viu que a área é produtiva, que usamos como moradia, que criamos nossos animais, mas dessa vez foi diferente”. 

 

Um caminhão da Polícia Militar fez o recolhimento dos móveis da família, que foram entregues na casa de parentes, no bairro Centro América.

 

Participaram da ação, além da PM, o Corpo de Bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Energisa.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

GD

GD

Enquete

Sobre a possível liberação de recursos das contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/07/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,00 -0,99%

Algodão R$ 97,12 0,17%

Boi a Vista R$ 131,00 0,00%

Soja Disponível R$ 65,86 0,14%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.