Cuiabá, Quarta-feira 16/01/2019

Cidades - A | + A

ATROPELAMENTO NA VALLEY 27.12.2018 | 09h29

Lesão cerebral em cantor sertanejo é irreversível, diz irmão

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Reprodução

Reprodução

Quatro dias após o atropelamento em frente à casa noturna Valley Pub, em Cuiabá, as vítimas seguem internadas em estado grave em hospitais da Capital. Por meio de uma nota desta quarta-feira (26), o irmão do cantor sertanejo Ramon Alcides, 25, Mauro Viveiros, afirmou que exames constataram lesões cerebrais graves e irreversíveis. Com o acidente, ele teve traumatismo craniano.

 

"Conforme muito noticiado, hoje de manhã o Ra teve sérias intercorrências em seu quadro clínico, com severas elevações de sua pressão intracraniana. Após realização de exames de tomografia e ressonância magnética, foram constatadas lesões bastante significativas na estrutura cerebral dele, o que já era esperado em razão da gravidade do acidente ocorrido", disse Mauro. 

 

Ainda, ele explicou que apesar de irreversível, o diagnóstico não aponta morte cerebral, mas sim que não há nada o que a medicina atual possa fazer para curar os edemas encontrados.  Ele pontuou que o cantor sertanejo apresenta reflexos e atividade cerebral baixos se comparado aos quadros clínicos considerados reversíveis. 

 

"A piora significativa de hoje implica em quadro de dano neurológico irreversível para a medicina humana, mas não o falecimento do meu querido irmão, que segue vivo conosco". 

 

No caso de Hya Girotto, 21, familiares aguardam o cumprimento de uma decisão liminar asinada pela juíza Elza Yara Ribeiro Sansão, que obriga sua transferência para hospital especializado. Isto porque o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, onde está internada, não pode realizar uma cirurgia cardíaca de urgência. Foi constatada a obstrução de uma artéria ligada ao coração que pode ocasionar a amputação do braço da estudante. 

 

Por meio das redes sociais, amigos da jovem fizeram uma "vaquinha" com o intuito de arrecadar dinheiro para custear despesas futuras, como tratamento psicológico e acompanhamento de um fisioterapeuta. Até esta quinta-feira (27), R$ 1,3 mil dos R$ 10 mil pedidos já foram angariados. 

 

O caso 

 

Myllena Inocêncio, 22, Ramon Alcides, 25 e Hya Girotto, 21, saíam da casa noturna Valley Pub na madrugada do último domingo (23), às 5h50, quando foram atropelados pela professora de biologia Rafaela Screnci, 33. 

 

De acordo com informações da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), a condutora da caminhonete trafegava pelo sentido bairro-centro quando atingiu os pedestres. Eles foram socorridos pela equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá. 

 

Rafaela se negou a fazer o teste de bafômetro e foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames clínicos e, em seguida, conduzida para Central de Flagrantes para medidas criminais e administrativas. 

 

A suspeita ganhou liberdade na última segunda-feira (24) após passar por audiência de custódia. Conforme decisão do juiz Jeverson Quinteiro, Rafaela deve pagar fiança estabelecida em R$ 9,5 mil. Como medida cautelar, ela teve a Carteira de Habilitação (CNH) recolhida, deve comparecer mensalmente em juízo e se recolher rotineiramente nos períodos noturnos e aos finais de semana.     

Voltar Imprimir

Comentários

MIGUEL PEREIRA DE ALMEIDA - 27/12/2018

Senhor entre com providências, para Ti tudo é possível, onde a medicina humana não alcança, seu Espírito Santo cura.

1 comentários

1 de 1

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 16/01/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,70 0,89%

Algodão R$ 90,70 0,24%

Boi a Vista R$ 137,00 -0,29%

Soja Disponível R$ 66,10 0,46%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.