Cuiabá, Terça-feira 25/09/2018

Cidades - A | + A

06.03.2018 | 07h47

Mato Grosso aumenta em 23% o investimento em segurança pública

Facebook Print google plus
Lenine Martins / Sesp-MT

Em Mato Grosso as taxas de roubos e furtos diminuíram em 2017 e os investimentos em Segurança Pública cresceram. Enquanto outros Estados fizeram cortes nos orçamentos da área de segurança Mato Grosso aumentou 23%. Os dados foram divulgados em reportagem do jornal Folha de São Paulo, publicada nesta segunda-feira (05.03).

De acordo com o portal Mira Cidadão, o Governo de Mato Grosso desde 2015 já investiu R$ 4,894 bilhões apenas em Segurança Pública. Segundo dados do 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Mato Grosso é o terceiro Estado que mais investiu na área de segurança.

Conforme divulgado pela Folha de São Paulo, Mato Grosso investiu R$ 1,847 milhão em 2017, em valores proporcionais. Em termos per capita, o gasto do Estado foi de R$ 500 a R$ 600 reais, enquanto Rio de Janeiro, por exemplo, gastou R$ 254. O jornal informou que os números foram consolidados a partir de relatórios do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público (Siconfi), que são organizados pela Secretaria do Tesouro Nacional com base em informações dos governos estaduais.

Reprodução

O secretário de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso, Gustavo Garcia, ressaltou que os investimentos em áreas operacionais e de inteligência têm tornado mais eficiente a Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Corpo de Bombeiros e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O atual governo estadual, sob a gestão de Pedro Taques, convocou até o momento 3.663 profissionais da Segurança Pública. Além disso, a Segurança Pública de Mato Grosso, na contramão do Rio de Janeiro, tem investido, por exemplo, em viaturas, foram mais de mil adquiridas.

A reportagem publicada nesta segunda-feira aponta que a capital fluminense passou nos últimos anos por um processo de sucateamento, com impactos na disponibilidade de viaturas, na qualidade do armamento e na oferta de insumos administrativos. A Folha de São Paulo relata ainda que delegacias da Polícia Civil tem recorrido a doações de materiais de escritório para conseguir manter as atividades.

Sem fazer comparativo com o Rio de Janeiro, o secretário estadual Gustavo Garcia destacou que Mato Grosso tem investido em unidades policiais, seja, por exemplo, com reforma, construção e locações de imóveis. “O governo Pedro Taques prioriza a Segurança Pública e os investimentos também têm fortalecido a regionalização das atividades policiais”, pontuou Gustavo Garcia.

Enquanto a capital fluminense tem recebido, ainda segundo a reportagem, de doadores privados até fita que isola os locais para perícia de crimes, Mato Grosso tem buscado ampliar, por exemplo, a quantidade de Instituto Médico Legal (IML). Há previsão de uma nova unidade para Cuiabá e outra em Rondonópolis.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, ressalta que os investimentos refletem diretamente na população, com mais sensação de segurança. “São mais policiais e viaturas nas ruas. As forças têm a oportunidade de exercer a atividade com mais eficiência e a sociedade vê o atendimento sendo realizado mais rapidamente, as respostas são mais céleres”, enfatiza Gustavo.

O quadro da Secretaria de Estado de Segurança Pública conta com, por exemplo, 8.091 praças militares, 825 oficiais militares, 2.133 investigadores de polícia, 709 escrivães de polícia, 694 cargos comissionados (muitos ocupados por servidores de carreira), 395 peritos oficiais, 291 profissionais de desenvolvimento econômico e social, 219 delegados de polícia, 123 profissionais da área meio do Poder Executivo Estadual, 97 papiloscopistas e 62 técnicos de necropsia.

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Qual sua opinião sobre o voto nulo e voto em branco?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 25/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21.050 0.720

Algodão R$ 121.920 0.520

Boi a Vista R$ 131.000 0.250

Soja Disponível R$ 70.530 0.530

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.