Cuiabá, Quinta-feira 21/03/2019

Cidades - A | + A

01.09.2014 | 17h16

MPT ingressa com ação civil pública contra Caixa Econômica

Facebook Print google plus

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso ajuizou uma ação civil pública com pedido de liminar contra a Caixa Econômica Federal (CEF), no município de Pontes e Lacerda, a 546 km de Cuiabá. Conforme o MPT/MT a agência submete seus empregados a jornadas exaustivas de trabalho de maneira permanente e consciente.

O MPT tentou resolver administrativamente o problema e propôs um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a empresa na tentativa de evitar uma ação, porém a mesma se recusou a assinar.

Conforme o procurador do Trabalho Leomar Daroncho, vigilantes, caixas e tesoureiros chegam a fazer cinco horas extras por dia. “Pela análise dos documentos [controles de jornada e comprovantes de pagamento], constatou-se que todos os empregados realizam horas extraordinárias todos os dias da semana, sem exceção. Em alguns dias, a maioria chega a realizar mais de três horas diárias, e ultrapassa, com frequência, quatro ou cinco horas extraordinárias por dia”, conta.

Na ação, ajuizada em 19 de agosto, o MPT pede que a CEF - Agência de Pontes e Lacerda abstenha-se de prorrogar, sem qualquer justificativa, a jornada normal de trabalho além do limite legal de duas horas diárias, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia.

O MPT também requer que a empresa seja condenada ao pagamento de indenização por dano moral coletivo de R$ 6 milhões. O valor corresponde, segundo Daroncho, a 0,1% do lucro anual estimado para o ano de 2014. A título de danos morais individuais homogêneos, o procurador ainda pede que a Caixa indenize em R$ 10 mil os trabalhadores explorados desde a abertura da agência, em 2012.

Justificativa  - Em sua defesa, a empresa alegou que o ritmo de trabalho foi imposto aos funcionários em razão da abertura de muitas agências em cidades pequenas e do reduzido número de economiários. Porém, o MPT afirma que apurou que a Caixa realizou concurso público para formação de cadastro de reserva para o cargo de Técnico Bancário Novo, com previsão, no edital, de 78 vagas para o Polo MT-Cáceres, que abrange o município de Pontes e Lacerda.

O resultado final do certame foi publicado em maio deste ano por meio do Edital nº 12 – CAIXA, apresentando diversos candidatos aprovados para o referido polo.

“Ou seja, a ré deixa de contratar outros empregados, mesmo diante da evidente necessidade comprovada pelas excessivas, arbitrárias e ilegais horas extraordinárias a que seus empregados são submetidos diariamente”, concluiu o procurador. (Com assessoria de imprensa do MPT/MT)

Acompanhe o GD também pelo Twitter: @portalgazeta
 

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Você acredita na existência de alimentos milagrosos?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 21/03/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,60 1,51%

Algodão R$ 92,48 0,16%

Boi a Vista R$ 138,25 0,45%

Soja Disponível R$ 57,70 -0,86%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.