Cuiabá, Sexta-feira 19/04/2019

Cidades - A | + A

13.06.2016 | 07h51

Parentes visitam detentos nos presídios

Facebook Print google plus

Com restrições impostas pelos agentes prisionais ontem (12) ocorreu a primeira visita aos detentos do sistema prisional de Mato Grosso desde o dia 31 de maio, quando foi deflagrada a greve dos servidores do Estado. A visita do dia dos namorados ocorreu das 8h às 16h, sem registro de incidentes, segundo a assessoria da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Entretanto, a população mato-grossense viveu mais uma madrugada de terror. Mesmo após o informe do Governo do Estado de que as visitas estavam autorizadas, os ataques, supostamente promovidos por ordem de presos, continuaram. Houve ocorrências em Cuiabá, Sinop, Barra do Garças e Barra do Bugres.

Em Cuiabá, às 2h57, a unidade da Polícia Militar, no bairro Três Barras, foi atingida por tiros e um coquetel molotov (bomba artesanal). Imagens externas de uma casa vizinha mostram seis homens, em três motos, participando do atentado. Foram 50 disparos. Os plantonistas se protegeram atrás de móveis da sede da PM.

Tiros acertaram a porta de vidro e duas viaturas. A Sesp ainda está apurando se o incêndio à antiga Delegacia da Mulher de Cuiabá, registrado na noite de sábado (11), tem relação com esses atentados. Uma pessoa chegou a ser detida nas proximidades do prédio, com um galão contendo combustível. Em Sinop, às 22h30 de sábado (11) imóveis de dois agentes penitenciários foram incendiados.

A Sesp informou que em uma das casas a garrafa de coquetel molotov chegou até o portão e o fogo não se alastrou, não houve feridos. No outro imóvel a situação foi mais grave. Um ferrovelho que era gerenciada pelo agente nas horas de folga, teve perda total. Ninguém se feriu.

Já em Barra do Garças, duas viaturas do sistema socioeducativo foram queimadas no pátio da unidade, atingidas por coquetéis molotov. Por volta das 5h30, em Barra do Bugres, a casa de um outro agente prisional foi alvejada com três tiros. Um deles transpassou a porta de entrada e atingiu um móvel da sala. Familiares do servidor, acordaram com os disparos e se esconderam.

Como nas outras ocorrências a perda foi material. Em Cáceres, foi preso um suspeito com garrafas PETs contendo gasolina, munições e drogas. De acordo com policiais, ele e outros ex-dententos pretendiam realizar ataques na cidade, mas a ação teria sido contida com a prisão.(Colaborou Keka Werneck do GD)

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

O que você pensa sobre a obsessão por tirar selfies?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 19/04/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,70 0,98%

Algodão R$ 90,34 0,20%

Boi a Vista R$ 131,00 0,00%

Soja Disponível R$ 67,90 0,00%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.