Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 23/08/2019

Cidades - A | + A

ranking 03.08.2019 | 14h59

Pesquisa do Ministério da Saúde aponta que obesidade cresceu em Cuiabá

Facebook Print google plus

Dados do Ministério da Saúde apontam que o excesso de peso dos brasileiros cresceu 55,7%, sendo ligeiramente maior entre homens (57,8%) do que entre mulheres (53,9%). Cuiabá apareceu na ranking com variação de 60,7%, seguido de São Luis, no Maranhão, com 47,2%.


Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2018, divulgados nesta quinta-feira (25), durante Reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), em Brasília (DF).


Conforme a pesquisa, além do excesso de peso, a obesidade também despontou na saúde do cuiabano, sendo uma das capitais com maior frequência de adultos obesos, com variação de 23%. Entre maior incidência de homens, Cuiabá ficou em segundo lugar com 25,4%, sendo Manaus em primeiro (27,1%) e Porto Velho (23,2%) em seguida. Já Rio de Janeiro (24,6%), Rio Branco (23,0%) e Recife (22,6%) cresceu entre as mulheres.


As menores frequências de obesidade ocorreram, entre homens, em Aracajú (14,4%), Curitiba (14,8%) e Goiânia (15,5%) e, entre mulheres, em Palmas (14,9%), São Luís (15,7%) e Florianópolis. Veja mais dados da pesquisa.


Prática de exercícios físicos


A prática de exercícios físicos também foi analisada durante a pesquisa, sendo mais frequente entre homens em Florianópolis (54,8%), Macapá (54,2%) e Aracaju (52,7%). As mulheres praticam mais atividades em Palmas (44,2%), Vitória (40,3%) e Teresina (40,1%).

 


Consumo de refrigerantes


A frequência de adultos que referiram o consumo de refrigerantes em cinco ou mais dias da semana variou entre 6,0% em João Pessoa e Salvador e 23,0% em Porto Alegre. As maiores frequências dessa condição, entre homens, foram encontradas em Porto Alegre (29,0%), Rio de Janeiro (23,7%) e Goiânia (22,1%) e, entre mulheres, em Porto Alegre (18,1%), São Paulo (16,0%) e Cuiabá (15,3%). As menores frequências, no sexo masculino, ocorreram em Salvador (5,4%), João Pessoa (7,8%) e Natal (9,1%) e, no sexo feminino, em Fortaleza (4,2%), João Pessoa (4,6%) e Maceió (4,7%).


Excesso de peso


A frequência de adultos com excesso de peso variou entre 47,2% em São Luís e 60,7% em Cuiabá. As maiores frequências de excesso de peso foram observadas, entre homens, em Porto Alegre (66,7%), Rio Branco (65,2%) e Cuiabá (65,1%) e, entre mulheres, no Rio de Janeiro (58,4%), em Manaus (56,8%) e em São Paulo e Cuiabá (56,6%). As menores frequências de excesso de peso, entre homens, ocorreram em Teresina (49,3%), São Luís (49,6%) e Curitiba (53,0%) e, entre mulheres, em Palmas (44,1%), São Luís (45,2%) e Florianópolis (46,0%).

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual seria o maior avanço da ciência?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 23/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,95 -0,68%

Algodão R$ 91,78 0,12%

Boi a Vista R$ 129,83 0,00%

Soja Disponível R$ 58,00 0,87%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.