Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 19/06/2019

Cidades - A | + A

projeto barrado 22.03.2019 | 16h17

Prefeitura ainda não tem alternativa para realizar a festa dos 300 anos de Cuiabá

Facebook Print google plus

Luiz Alves

Luiz Alves

Após anunciar que o festival Cuiabá 300 anos não seria mais realizado, a prefeitura de Cuiabá se articula para amenizar prejuízos decorrentes de rescisões contratuais e investimentos que foram feitos para a realização do aniversário da capital.

 

Leia também - Emanuel Pinheiro cancela festa dos 300 anos de Cuiabá

 

Em entrevista ao , o secretário de Comunicação e Inovação, Júnior Leite, afirmou que aguarda a chegada do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que está em Brasília, para discutir as consequências do cancelamento.“Alguns patrocinadores já demonstraram interesse em continuar com a parceria e e estão muito flexíveis. Vamos tentar fazer acordos amigáveis para reduzir estes custos e poupar prejuízos”, explicou.

 

O cancelamento ocorre após o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE) recomendar que o governo negasse o área interna da Arena Pantanal justificando que o evento iria comprometer a utilização do estádio. A decisão foi dada na quinta-feira (21) pelo chefe do Executivo estadual através das redes sociais.

 

O secretário destacou também que o impasse relacionado ao local pegou a organização de surpresa, o que impossibilitou definir um novo espaço para a realização da festa. “É uma tristeza, estamos decepcionados porque era algo que projetamos há 8 meses. Se nos desse conta disso com antecedência teríamos tempo para pensar em uma solução e evitar o cancelamento”, ressaltou.

 

Entre os shows previstos para o festival estavam Jota Quest, Zezé de Camargo e Luciano, Leonardo, Chitãozinho e Xororó, além do cantor gospel Fernandinho e o padre Alessandro Campos.

 

Ele afirma que a estrutura física do evento foi projetada exclusivamente para arena e que seria irresponsável por questões de segurança realizar o evento em outro local. Questionado se haveria alguma possibilidade da festa que também celebraria o carnaval 2019 ainda ser realizada, o secretário afirmou que a questão deve ser avaliada.

 

“O momento agora é de absorver tudo isso e esperar a chegada do prefeito para ver as medidas que serão tomadas”, finalizou.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Luciano - 23/03/2019

Bom dia, não sei porque tanta confusão olha o espaço que tem no Cenário da Orla do Porto coisa linda, tem espaço, lugar pra crianças brincar a vontade e só colocar policiamento na quele lugar pede a poio aos Batalhão da PM e Civil que todos iram ajudar. Espaço tem pra fazer a festa, vamos pra la Prefeito não precisa humilhar pra ninguém não.

1 comentários

1 de 1

Publicidade

Enquete

Sobre o projeto do VLT em Cuiabá

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 19/06/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,40 -0,47%

Algodão R$ 90,63 0,34%

Boi a Vista R$ 129,00 0,00%

Soja Disponível R$ 67,80 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.