Cuiabá, Segunda-feira 10/12/2018

Cidades - A | + A

07.05.2008 | 03h00

Ruídos acima de 30 decibéis prejudicam

Facebook Print google plus

A exposição durante a noite a ruídos superiores a 30 decibéis (dB) (até esse limite, o som equivale ao de uma tranqüila noite no campo) pode levar pessoas mais sensíveis a ter um sono superficial, o que leva à sonolência e cansaço ao longo do dia. O pior tipo de ruído é aquele recorrente, que ocorre por alguns segundos, como o de um alarme de carro ou de uma ambulância passando. Os ruídos perturbam a capacidade de concentração e de desenvolvimento intelectual. Há estudos que inclusive relacionam o baixo desempenho de estudantes ao barulho do ambiente.

Conforme o otorrino e especialista em medicina do sono, Antônio Santos Botti, sob a ação de ruídos a partir de 40 dB (uma conversa normal) a 85 dB (um liqüidificador em funcionamento), o corpo começa a sentir efeitos de estresse. Os sintomas variam de um constante estado de alerta até a acentuação de problemas cardiovasculares, digestivos e diabetes. Acima de 70 dB, há todo um reflexo nervoso facial, os tecidos do ouvido se retraem para tentar impedir a propagação do som na parte interna do sistema auditivo, evitando assim a morte dos neurônios da audição e a surdez.

Outros efeitos da exposição ao ruído excessivo são: a diminuição da resposta imunológica e da capacidade de cicatrização dos tecidos, distúrbios do sono, labirintite e úlceras gástricas. Acostumar-se ao barulho da televisão ou do rádios na hora de dormir é um problema, pois impede que o corpo tenha uma boa noite de sono. Botti explica que antes de mais nada é preciso ambiente silencioso e escuro, favorável ao sono profundo e reparador. Mas com os aparelhos ligados, o cérebro continua ligado e não descansa. A situação atrapalha outra fase do sono, em que são produzidos os sonhos, necessária para a memória e a concentração. "O mau hábito gera irritabilidade e falta de concentração".

A partir de 85 dB (um show de rock), não importa se o som é agradável, ele é, necessariamente, prejudicial ao corpo, em especial à audição. (RD)

Voltar Imprimir

Comentários

Carlos - 06/12/2017

ja trabalhei com diversos decibelimetros Algumas ruidos que eu medi Aqui em casa ruido é 22 a 27dBA de madrugada Carro ou moto passando 38 a 52dBA (sala ou quarto) Aparelho de som vol 1 chega a 32dB e 44 dBA(equalizado) 1m Aparelho de som vol max supera a 95-100dBA( a maioria ) geladeira 40-43 dB 1m chuveiro 60-68 dB 1m

1 comentários

1 de 1

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Qual o futuro do Partido dos Trabalhadores?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 10/12/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,80 1,28%

Algodão R$ 91,99 0,55%

Boi a Vista R$ 132,00 2,03%

Soja Disponível R$ 65,20 0,38%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.