Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 21/08/2019

Cidades - A | + A

há 9 meses 03.06.2019 | 14h24

Sem salários, funcionários da Santa Casa voltam a protestar em frente à unidade

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

Funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá voltaram a protestar em frente à unidade na manhã desta segunda-feira (3) para cobrar um posicionamento das autoridades sobre os salários atrasados. Eles estão sem receber salários desde novembro passado e ainda não há definição de quando os repasses serão efetuados pelo governo - que assumiu o controle da unidade de saúde. 

 

Leia também - Postos não têm mais doses de vacina contra vírus Influenza

 

Esta é a segunda vez que os funcionários em uma semana que os funcionários saem às ruas pedindo uma posição do governo. Segundo informações do 1º Batalhão da Polícia Militar, participaram do protesto cerca de 50 profissionais, que percorreram as ruas do Centro em direção à prefeitura. Os manifestantes foram acompanhados pelas equipes da PM e agentes da Secretária de Mobilidade Urbana (Semob). 

 

Divulgação

Funcionários da Santa Casa voltam a protestar

 

No dia 28 de maio, cerca de 100 profissionais saíram em caminhada por ruas ao entorno da unidade. No início de maio, o governo assumiu a administração da Santa Casa – que estava fechada há quase dois meses em função de uma crise financeira.

 

O hospital filantrópico conta com 248 leitos e tem mais de 200 anos de fundação, atendendo a casos de média e alta complexidade. O fechamento da unidade sobrecarregou os outros hospitais do estado e da capital. 

 

Novamente, por meio de nota, o governo informou que, até o momento, foi realizado o levantamento indenizatório referente aos bens imóveis e que o estudo do valor devido pelo uso dos bens móveis da unidade hospitalar está em processo de finalização.  

 

Confira a nota na íntegra  

 

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), informa que esteve representado como Terceiro Interessado em última audiência do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). O órgão esclarece que, até o momento, foi realizado o levantamento indenizatório referente aos bens imóveis da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá e que o estudo do valor devido pelo uso dos bens móveis da unidade hospitalar está em processo de finalização. 

 

Após a conclusão deste levantamento, o Estado terá condições de apresentar informações concretas acerca dos repasses que efetivará – sinalizando, desde então, a preferência pelo pagamento dos salários em atraso, via Justiça do Trabalho.

 

Nesta perspectiva, o Governo do Estado reafirma o compromisso de cumprir com o repasse referente ao uso dos bens da Santa Casa de Cuiabá.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Depois da Alemanha, a Noruega suspendeu repasses para a conservação da floresta Amazônica

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 21/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,80 -1,25%

Algodão R$ 90,98 0,55%

Boi a Vista R$ 136,00 0,74%

Soja Disponível R$ 68,00 -1,16%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.