Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 16/09/2019

Economia - A | + A

reajuste 16.08.2019 | 14h30

Aluguel fica mais caro pelo 8º mês seguido e tem alta de 3,5% no ano

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

O preço médio do aluguel residencial no Brasil terminou o mês de julho com a oitava alta consecutiva. A valorização de 0,08% no mês passado fez com que o valor da locação em território nacional ficasse 3,53% mais caro em 2019.

 

Leia também - Faixas exclusivas reduzem em até 30% o tempo de viagem; conheça regras

 

Os dados, divulgados pelo índice FipeZap, que acompanha a evolução do aluguel residencial em 25 das principais cidades brasileiras, apontam que a sequência de altas elevou o valor médio do metro quadrado locado em território nacional para R$ 28,95 no mês passado.

 

Significa dizer que os interessados em alugar um imóvel considerado padrão, de 65 m² e dois dormitórios, precisam estar dispostos a desembolsar cerca de R$ 1.881 por mês para colocar as mãos nas chaves da propriedade.

 

Os resultados representam ainda um ganho real de 1,08% no acumulado do ano ante a valorização de 2,42% do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

 

Ao comparar os números com o IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), é possível ainda afirmar que a variação de preço dos novos aluguéis residenciais é 1,21% inferior à alta de 4,8% apresentada pelo indicador responsável pelo reajuste da maioria dos contratos de aluguel até julho.

 

Cidades

Apenas São Bernardo do Campo das 25 cidades analisadas pelo FipeZap apresenta recuo (-2,84%) no preço médio do aluguel residencial ao longo dos primeiros sete meses de 2019.

Por outro lado, Florianópolis (+10,44%)., São José dos Campos (+8,92%) e Pelotas (+7,16%) guiaram a alta apresentada pelo índice no acumulado do ano.

 

Na análise por preço do metro quadrado, São Paulo segue como a cidade mais cara para se alugar um imóvel, onde cada espaço mínimo de terra sai por cerca de R$ 38,80.

 

Seguem a capital paulista no índice os municípios de Barueri (R$ 32,86), Rio de Janeiro (R$ 30,46) e Santos (R$ 30,24). As cidades são as únicas com valor do metro quadrado acima da média geral do índice.

 

Na contramão, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto figuram com o preço médio do aluguel mais baixo entre as 25 regiões analisadas. Nas duas cidades do interior de São Paulo, o valor médio do metro quadrado para locação custa, respectivamente, R$ 15,76 e R$ 16,19.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Quem é o principal culpado pelas queimadas?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 16/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,65 1,23%

Algodão R$ 91,22 -0,77%

Boi a Vista R$ 132,24 0,19%

Soja Disponível R$ 64,60 -0,62%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.